Como deixar uma kitnet aconchegante? Confira 7 dicas!

kitnet

Olá pessoal!!

Kitnets e apartamentos minimalistas podem ser muito práticos, mas todos carregam o mesmo problema: o espaço reduzido. Esse é um obstáculo que pode comprometer o dia a dia do morador que, sem saber como organizar a casa, acaba acumulando móveis e objetos. Além de deixar a casa desconfortável, esse problema pode parecer difícil de resolver. Entretanto, com algumas dicas básicas é possível transformar sua kitnet em um local aconchegante e confortável.

Se você mora em uma kitnet ou pretende encontrar uma kitnet à venda em Curitiba e não sabe como deixar o espaço bom de viver, esse post é para você. Confira 7 dicas incríveis para deixar seu apartamento digno de uma revista!

1. Abuse dos tons claros

Em espaços pequenos, o ideal é que predominem os tons claros. Tons muito escuros diminuem a amplitude e podem deixar o local pesado, dando uma impressão de que é ainda menor.

Por isso, para aproveitar seu espaço e fazer com que ele fique mais amplo, use tons neutros nas paredes e nos móveis.

Essa dica simples pode fazer milagres em uma kitnet, já que ela ficará mais iluminada e confortável. O espaço de circulação, mesmo menor do que em um apartamento padrão, também parecerá maior se você adotar essa dica.

Se você é um amante das cores vivas, não desanime. Você pode reservar uma parede para a sua cor preferida ou apostar em almofadas e itens decorativos mais alegres. A ideia não é sua casa ficar parecendo um hospital, mas sim mais iluminada e convidativa.

Outra tendência que aparece cada vez mais nas revistas de decoração é o teto colorido. Essa parte da casa, normalmente esquecida, pode ganhar tons e estampas inusitados. É uma forma criativa de imprimir sua personalidade na sua kitnet, mas sem comprometer seu dia a dia.

2. Aposte em móveis planejados

Não tem jeito: para deixar sua kitnet com boa habitabilidade, é essencial investir em móveis planejados.

Esses móveis são planejados para aproveitar os espaços da melhor forma, tornando o ambiente bonito e funcional. Eles também otimizam o espaço, fazendo com que a circulação de pessoas seja facilitado.

Embora o investimento faça você recuar em um primeiro momento, o uso de móveis planejados evita que você utilize móveis que podem usar muito espaço e ter pouca utilidade.

Os móveis planejados também costumam ficar suspenso, fazendo com que o espaço do chão não precise ser utilizado, o que também contribui para o uso inteligente do imóvel.

A dica vale, também, para quem procura por apartamentos de um quarto para vender, já que os móveis também auxiliam nesse caso.

Se você ainda não pode arcar com os custos desses móveis, procure encostar a mobília que você já tem nas paredes. Pode não ser o ideal, mas ajuda a deixar a circulação livre e sem tumulto.

sala kitnet

3. Use um piso uniforme

Em uma kitnet, procure não ousar muito nos pisos e revestimentos. Tente utilizar um único tipo e cor. Contraste em demasia pode tornar seu espaço mais concentrado e conferir um ar desorganizado a sua casa.

Isso acontece porque um piso uniforme faz com que os cômodos se comuniquem de forma mais harmoniosa.

Na hora de escolher, portanto, evite cores, estampas e texturas.

De preferência, opte por peças lisas, sem desenhos ou texturas. Isso vai ajudar a dar uma unidade ao visual do apartamento, além de também ser uma maneira de ampliar o ambiente.

O mesmo vale para o uso de tapetes, que devem ser bem pensados. Embora eles pareçam deixar o espaço confortável, em uma kitnet você pode causar o efeito contrário.

4. Opte por portas de correr

Se você não abre mão de dividir alguns cômodos, como quarto e cozinha, uma solução é instalar portas de correr. Elas não ocupam espaço quando abertas e também podem ser utilizadas nos armários.

A divisão dos ambientes pode deixar sua casa mais confortável e conferir um ar de maior privacidade, tão comprometida em uma kitnet.

Como as kitnets deixam toda a casa à mostra, você pode até se dar ao luxo de deixar umas roupas em cima da cama e viver de um jeito mais tranquilo, não é mesmo?

Essas portas também são mais práticas na hora da faxina, em que você precisa deixar o ar dos cômodos circulando e evita que o cheiro de produtos de limpeza fiquem concentrados no ambiente.

5. Use prateleiras

Tem muitos objetos e não sabe como organizá-los em uma kitnet? Instalar nichos e prateleiras é a solução ideal para seus problemas.

Como eles ficam pendurados nas paredes, eles não comprometem o espaço e ainda podem deixar tudo mais harmônico.

Além de você poder reservar esses espaços para livros e objetos decorativos, você pode utilizá-los como substitutos aos armários de cozinha ou para organizar seus produtos de limpeza.

Nichos também são modernos e funcionais, capazes de deixar sua kitnet com cara de apartamento sofisticado e cheio de personalidade.

espelho kitnet

6. Instale espelhos pela kitnet

Os espelhos são velhos conhecidos para ampliar kitnets e apartamentos. Isso porque eles dão a sensação de cômodos maiores, já que iluminam o imóvel e conferem maior profundidade.

Você pode reservar uma parede inteira para um espelho ou optar por várias molduras menores; o resultado será praticamente o mesmo.

É necessário, no entanto, tomar cuidado para que o espelho não reflita o que você não quer, como o cantinho da bagunça ou a luz do sol diretamente nos seus olhos.

O exagero dos espelhos também pode tornar o ambiente bastante desconfortável, por isso, faça a escolha certa e distribua com certo cuidado.

7. Escolha plantas para a decoração

Independentemente do espaço da sua casa, não se esqueça de incluir flores e folhagens na sua decoração.

Além de elas serem bonitas, elas levam vida e conferem aquele ar de “casa de mãe”.

Opte por espécies que podem ficar suspensas, como as samambaias. Elas são resistentes e ideais para ambientes internos.

Pequenos vasinhos de violeta também são ótima opção, já que são coloridas e não ocupam muito espaço.

O único impedimento, aqui, são os grandes vasos de folhagens no chão. Elas não serão funcionais e ainda vão ocupar parte da sua área.

E agora, sente-se preparado para decorar sua próxima moradia? Comece já a procurar por imóveis em Curitiba e coloque sua criatividade para funcionar.

Viu como é possível morar de uma forma confortável em uma kitnet? Basta usar o espaço que você com sabedoria e lançando mão das tendências no mundo da decoração. Aproveite para divulgar esse conteúdo e ajudar outras pessoas a deixarem a casa aconchegante com dicas simples e funcionais! 

Fotos: Pixabay

chaves-na-mao

Anúncios
Publicado em Dicas | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 6 Comentários

Dicas, cuidados e curiosidades sobre alianças de casamento e noivado

Olá pessoal!!

Ela tem origem na palavra latina alligare, que significa compor ou ligar-se a. Simboliza e mostra a união entre duas pessoas que se amam. Sabe a respeito do que falamos? Exatamente! Estamos nos referindo à aliança de casamento.

As alianças ou anel de noivado são peças valiosas não apenas pelo seu valor comercial como joia, mas especialmente pelo significado que elas carregam.  Elas serão usadas diariamente por muitos e muitos anos – por isso, é essencial tomar alguns cuidados para que elas estejam sempre em perfeito estado.

É necessário ter muito cuidado não apenas com alianças mas com outros acessórios que usamos quando estamos realizando alguma atividade física, como um esporte ou no trabalho por exemplo. Realmente você pode sofrer um grave acidente se não retirar seus anéis e acessórios.

Infelizmente, a maioria das pessoas tem o hábito de realizar qualquer tarefa manual e não retirar os anéis e alianças.

Antes de iniciar, entenda quais são os modelos de alianças.

  • Aliança de compromisso.
    • É a primeira joia ou anel que o casal troca para expor o compromisso firmado por ambos.
    • O relacionamento ainda está começando e o casal está em fase de namoro.
    • O uso da aliança demonstra a vontade de preservar a relação.
    • Normalmente o uso das alianças de compromisso é após um ano de namoro, mas isso não é uma regra. Fica a critério do casal a escolha e o melhor momento.
  • Aliança de noivado.
    • Alianças de noivado antecedem o casamento.
    • Na maioria das vezes são douradas e fabricadas em ouro amarelo.
    • Existem muitos modelos, mas o costume no Brasil são alianças de ouro.
    • Normalmente, as alianças do noivado serão as mesmas alianças usadas para o casamento.
    • Mudam apenas da mão direita (noivado) para a mão esquerda (casados).
  • Aliança de casamento.
    • Normalmente douradas, fabricadas em ouro e usadas no quarto dedo da mão esquerda.
    • Podem ser as tradicionais lisas anatômicas ou trabalhadas com pedras brilhantes.
    • São aceitos outros tons de ouro, como ouro branco e rosé por exemplo.

Agora, damos algumas dicas de como guardá-las e de como evitar possíveis estragos. Acompanhe!

Principais Cuidados:

Evite contato com produtos químicos

Alguns produtos químicos pesados podem danificar a sua joia e comprometer o brilho. Como as joias não são feitas de ouro puro, mas de ligas de ouro, alguns elementos químicos podem reagir com os outros metais que fazem parte da liga.

Muita exposição ao cloro, por exemplo, compromete o brilho do ouro de sua joia e pode torná-lo quebradiço. Assim, retire o anel de noivado ou aliança para executar serviços domésticos e seu anel estará protegido de muitos agentes nocivos.

O mercúrio é outro vilão que danifica e altera a cor do ouro. Altas exposições podem causar danos irreparáveis.

Finalmente, evite receitas caseiras que prometem melhorar o estado de sua aliança, sem que você tenha sido aconselhado por um joalheiro. Só eles poderão dizer o que funciona e o que pode prejudicar a sua joia.

Evite situações de risco

Prática de esportes,  piscina e algumas atividades domésticas podem causar danos a sua aliança e, principalmente, anel de noivado.

O ouro é um metal macio. O contato com algumas superfícies e objetos pode amassá-lo ou riscá-lo. No caso das alianças, com o tempo é natural que alguns riscos apareçam, devido ao contato com coisas do dia-a-dia, como maçanetas, por exemplo. Nada que uma ida ao seu joalheiro de confiança não possa resolver.

Os anéis de noivado e alianças com diamantes demandam cuidado um pouquinho maior. Dependendo do estilo de cravação usado em sua joia, pequenas batidas podem quebrar as garras que seguram o diamante. Por isso é importante não usar anéis com diamantes em situação onde há maior exposição a esse tipo de acidente. Então, academia e anéis de noivado não combinam.

Evite contato com loções e cremes

Os diamantes possuem uma interessante propriedade: eles atraem gordura e repelem água. Portanto, evite tocar os seus diamantes com frequência e procure passar cremes e loções sem que o anel esteja em suas mãos. Dessa maneira, você retardará o processo de acumulo de gordura, que compromete o brilho.

Portanto, o ideal é sempre tirar a joia quando estiver tomando banho e, principalmente, ao aplicar produtos no rosto e no corpo.

Cuidados com alianças de noivados

Alianças de noivado e anéis são peças extremamente delicadas, que exigem um pouquinho a mais de cuidado e carinho
Em geral, essas joias possuem garras mais aparentes e, justamente por isso, merecem atenção especial. Choques podem abalar as garras e comprometer a segurança das pedras. Por isso…

– Evite situações de impacto;
– Evite dormir com a aliança ou  o anel, as garras podem enroscar nos tecidos e quebrar;
– Evite tomar banho e lavar as mão com a aliança;
– Não lave louças nem realize outras atividades domésticas com a aliança;
– Retire a aliança de noivado ao entrar no mar ou na piscina;
– Não exponha a joia a temperaturas muito altas, como em saunas, por exemplo;
– Nunca utilize a aliança de noivado para praticar atividades físicas, sobretudo, práticas feitas em aparelhos de ginástica e musculação.

Conheça 5 curiosidades sobre a aliança

A aliança é símbolo da união de duas pessoas que se amam e que pretendem seguir juntas uma vida repleta de felicidade e conquistas. Mas, além de todo o romantismo, ela tem muitas curiosidades. Selecionamos 5 delas.

1. Simboliza o infinito

Como é um círculo, figura geométrica que não tem começo nem fim e nunca termina, a aliança é o símbolo do para sempre.

As duas alianças colocadas lado a lado formam um oito deitado. Esse oito é o símbolo do infinito aplicado pela Filosofia, Matemática e Teologia e quer dizer que não tem limite.

2. A “vena amoris” e o dedo anelar

Os egípcios acreditavam que o “anel do amor” devia ser usado no 4º dedo, pois ele ligaria uma veia especial diretamente ao coração da pessoa que o usava.

Os romanos também acreditavam nisso e denominaram essa veia como “vena amoris”. Apesar de romântica, a crença foi desmentida pela ciência.

3. Alianças de diamante e o amor indestrutível

Como é a pedra natural de maior resistência, é a uma das mais preferidas entre as gemas preciosas. Por causa dessa durabilidade, o diamante representa a indestrutibilidade do compromisso do casal e do casamento.

4. A aliança mais cara do planeta

A atriz Elizabeth Taylor ganhou do seu então marido, o ator Richard Burton, a peça mais cara do mundo. A joia possuía um diamante de 33.19 quilates e seu preço foi de aproximadamente 8.8 milhões de dólares.

5. A aliança de compromisso

Esse costume é próprio do Brasil. Os casais usam alianças de compromisso ou de namoro antes das de noivado e casamento. É uma prática ainda pouco difundida em outras partes do mundo.

Simples ou verdadeira obra de arte da joalheria, a aliança de casamento deve ser trocada pelos amados como um gesto que comprove o respeito e a fidelidade entre eles. É uma promessa de devoção, amor e lealdade eternos.

Pitacos: Quando retirar a aliança, tente guardá-la sempre no mesmo lugar. É um bom costume, que evita que perdas aconteçam.

Não deixe de polir a aliança em casa. A própria joalheria costuma ter o serviço de limpar e polir a peça, mas você também pode fazer isso em casa, principalmente nos momentos em que for retirá-la para realizar algum tipo de tarefa que pode danificar a peça.

Sempre que for retirar a aliança, lembre-se de passar algum tecido, como a flanela, ou outro que não costume soltar fios. Caso a peça tenha diamantes, você pode deixá-la por alguns minutos em um copo com água morna e, em seguida, passar uma escova de dentes, sobretudo na parte interna. Por fim, limpe-a com a flanela. Se a peça tiver pérolas, é melhor não lavar, mas somente limpar com a flanela.

Pitaquinha

 

 

 

Publicado em Achado, Dicas | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 3 Comentários

9 erros na nossa rotina ao cuidar da pele

Olá pessoal!!

Em busca de uma pele impecável e atraente, estabelecemos uma rotina de cuidados e tentamos segui-la com dedicação, na esperança de obter os melhores resultados. Embora tenhamos as melhores intenções ao planejar nosso regime, às vezes prejudicamos nossa saúde sem nem mesmo saber disso. Segundo alguns dermatologistas, muitas mulheres nem sequer hidratam a pele todos os dias, o que é um erro gravíssimo, porque a falta de umidade não só leva ao desenvolvimento de mais rugas, como pode causar acne e descamação.

Pitacos e Achados reuniu alguns dos maiores erros que constantemente cometemos e que danificam a nossa pele. Queremos compartilhá-los com você para que possa evitá-los.

1. Não começar sua rotina com a remoção da maquiagem

9 Erros na nossa rotina ao cuidar da pele

O primeiro passo em sua rotina de cuidados com a pele deve ser a limpeza. O ideal seria uma dupla limpeza completa antes dormir. O primeiro passo é remover a maquiagem suavemente e, em seguida, lavar o rosto com produtos não agressivos. O segundo passo seria certificar-se de que os poros não estão obstruídos

2. O uso de limpadores faciais incorretos

9 Erros na nossa rotina ao cuidar da pele1

Um rosto limpo e brilhante não é tão bom quanto pode parecer. O pH de nossa pele é de cerca de 5,5. Por isso que os limpadores faciais com pH mais alto podem causar acne, fazendo com que nossas glândulas sebáceas produzam mais gordura do que naturalmente precisamos

3. Não aplicar tônicos após a limpeza facial

9 Erros na nossa rotina ao cuidar da pele2

Tônicos parecem não ser um passo necessário nos cuidados com a pele, mas eles são muito importantes. Estes produtos irão preparar sua pele para um hidratante e eliminar o cloro e os minerais encontrados na água da torneira. Não se esqueça de usar um sem álcool.

4. Usar esfoliantes com muita frequência

exfoliate_x

A remoção das células mortas da pele é muito importante, mas os esfoliantes podem danificar os tecidos e provocar desidratação e descamação. Em vez disso, tente usar soros de peeling ácido, que funcionam diretamente na superfície da pele e estimulam a renovação celular.

5. Espremer cravos e espinhas

9 Erros na nossa rotina ao cuidar da pele3

Não esprema as espinhas, porque desta forma você só vai espalhar a infecção para além da área afetada do rosto. Em vez disso, use tratamentos especiais para a acne, como o ácido salicílico aplicado diretamente na espinha.

6. Evitar o uso de óleos

9 Erros na nossa rotina ao cuidar da pele4

Mesmo se sua pele for mais oleosa, você definitivamente deve fazer uso dos óleos para hidratar a pele. A falta de hidratação faz com que nossas glândulas sebáceas sejam mais ativas e trabalhem mais, e não precisamos disso. É melhor usar óleos com ácido linoleico, como os orgânicos de rosa mosqueta, o de semente de cânhamo ou o de semente de abóbora.

7. Não usar protetor solar

9 Erros na nossa rotina ao cuidar da pele5

A pele que não está protegida do sol tende a ter mais rugas e pigmentação. Definitivamente você deve usar protetor solar todos os dias e não apenas no verão. Quanto maior o nível de proteção (fator de proteção solar, FPS), melhor para sua saúde.

8. Não trocar as fronhas regularmente

9 Erros na nossa rotina ao cuidar da pele6

Pode não ser óbvio, mas as fronhas dos travesseiros de fato coletam muitas bactérias do nosso corpo e de fontes externas. Durante o sono, elas podem ser transferidas para o rosto e causar acne. Para evitar, não esqueça de trocar as fronhas pelo menos uma vez por semana.

9. Não beber água suficiente e comer fast-food

9 Erros na nossa rotina ao cuidar da pele7

Todo problema que aparece no rosto começa dentro do nosso corpo. É por isso que você também deve considerar seus hábitos alimentares e de bebida. Comece a beber mais água e coma produtos naturais, como frutas e legumes. Você notará como sua pele vai melhorar.

Bônus: eliminar os seus piores hábitos

Fumar quebra o colágeno e a elastina, que são necessários para que a pele pareça mais jovem e radiante. É por isso que se livrar desse hábito ajudará a reduzir e retardar o processo de envelhecimento.

Você sabia que a ausência dessas etapas diariamente nos cuidados com a pele pode danificá-la? Já tentou alguma dessas dicas sugeridas? Compartilhe suas opiniões com a gente!

Fonte incrivel.club / Fotos depositphotos 

Pitaquinha

 

 

Publicado em Moda e Beleza, Saúde | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 9 Comentários

7 dicas para não absorver a “energia negativa” de outras pessoas

7 dicas para não absorver a “energia negativa” de outras pessoas - blog pitacos e achados

Olá pessoal!!

Basta que qualquer matéria sobre empatia seja postada para que dezenas de pessoas (que se identificam como empatas) comentem sobre o lado difícil do excesso de sensibilidade.

Não é novidade, também, o fato de existirem pessoas que são, voluntaria ou involuntariamente, mais reativas ao que acontece no ambiente ao seu redor. Para elas, a dor do outro dói em si, o mau humor de alguém as abala e as deixa mal humoradas, notícias pesadas as fragilizam e muito estímulo – como estar no meio de multidões e grandes grupos -, as consomem.

A questão é: se eu não consigo me desligar da dor ou mesmo das oscilações de humor do outro, logo, eu também sofro com elas e, pouco posso fazer para ajudar, uma vez que estou imerso na mesma fonte de desestabilização emocional. 

E, como deixar de sentir não é uma opção das mais viáveis ou indicadas, proponho uma reflexão sobre maneiras de lidar com essa sobrecarga, inclusive quando você identifica pessoas, cujos comportamentos nocivos, realmente afetam o seu equilíbrio diário.

Abaixo, 7 dicas para lidar com pessoas tóxicas e seu impacto em nossas emoções.

1) Lembre-se que ouvir não te obriga a reagir.
Relacionar-se é um dos atos que mais caracteriza a nossa humanidade e, ao mesmo tempo, continua sendo um dos aspectos mais complexos e desafiadores de nossa existência. Viver em sociedade exige que convivamos com pessoas das mais diversas origens, opiniões e valores pessoais. E, nesse emaranhado de vidas, certamente nos encontraremos com pessoas cuja presença e convivência não nos fará bem.

Há duas maneiras de lidar com situações como essas: a primeira é o afastamento por completo. Afastar-se, porém, na maioria das vezes, não é um ato viável porque precisamos estar em diversos lugares, precisamos de nossos empregos e não podemos (pelo menos na maioria das vezes) nos afastar por completo da família e assim por diante.

A sabedoria, nesse aspecto, consiste em diminuir a interação ao mínimo possível para uma coexistência pacífica. Por exemplo, se eu não gosto de assuntos polêmicos, por que eu deveria entrar em uma roda de conversa que fala sobre isso? A neutralidade costuma diminuir as chances de desentendimento e não alimenta conversas infrutíferas. Lembre-se que, se você está confortável na sua certeza, não há necessidade de se desgastar tentando provar ao outro que você está certo.

2) Não se sinta responsável por mudanças que apenas a outra pessoa pode buscar.
Você não pode mudar o outro sem que ele mesmo esteja disposto a mudar. Entretanto, quando você muda, você desperta uma reação em cadeia em todo o ambiente que está ao seu redor e, assim, buscando adaptar-se ao seu novo padrão, os outros mudarão também. Mesmo assim, não há garantias de que essas mudanças provocadas venham diretamente ao encontro de suas expectativas.

3) Estabeleça limites para os outros e para si.
Nesse aspecto é importante lembrar que, mesmo que a companhia de muitos seja imposta em nossas vidas, outras pessoas só estão presentes porque nós permitimos e alimentamos a sua presença. Por que razão convidamos para perto de nós pessoas com as quais não queremos estar? Ou seja, é necessário estabelecer limites para decidir quem queremos que fique próximo mas, acima de tudo, são necessários limites para nós mesmos. Precisamos aprender a utilizar o “não” quando esse “não” for a nossa opção de resposta naquele momento.

7 dicas para não absorver a “energia negativa” de outras pessoas - blog pitacos e achados 1

4) Faça uma manutenção das relações
Tão ou mais importante que acertar é também, respeitar o direito de errar. As relações são construídas e só evoluem mediante a crença, o investimento emocional e a superação de dificuldades. Entretanto, não é porque hoje alguém está em minha vida que essa pessoa deve continuar presente em meu futuro. Após um tempo de convivência devemos ser capazes de identificar quem fica e quem deve sair da nossa intimidade.

Lembre-se que: “Para todo senhor existe um escravo” e, se você se colocar na posição de escravo fazendo o que não quer, logo haverá um senhor a comandá-lo por caminhos que talvez não sejam sua opção e, o que é pior, causem em sua vida um verdadeiro mal.

5) Não ofereça cuidados se você não está disposto a dar. Não vá a lugares onde você não quer estar.
Executadas suas obrigações de trabalho e observados os direitos mínimos de convivência respeitosa – lembre-se que exercer a tolerância também é necessário -, você deve dizer NÃO até mesmo para as pessoas mais queridas se, em determinado momento, você não tiver forças para doar-se à relação.

Grande parte dos problemas que encontramos pelo caminho – e que acabam com nossa energia vital -, são consequências da falta de respeito próprio e de escolhas equivocadas que são retroalimentadas pela rotina, por carências ou mesmo pelo medo da mudança.

Sabe aquela pessoa que te liga e te segura no telefone por mais de uma hora? Pois é.

6) Assuma total responsabilidade por suas decisões
Não alimente algozes e nem incremente um altar para torturadores psicológicos; aqueles que tiram muito de você sem oferecer nada em troca além de destrutividade. É necessário que identifiquemos o problema e lutemos pela mudança. E, nesses passos, os pés pertencem apenas a quem escolhe o próprio caminho: até na hora de aceitar ajuda a decisão central é pessoal.

7 dicas para não absorver a “energia negativa” de outras pessoas - blog pitacos e achados 2

7) Guarde seu tempo para recarregar.
Ao chegar em casa, tome seu banho, faça algo que goste. Esteja com quem ama. Procure lugares que transmitam paz. Guarde um tempo para si. Silencie.

Decisões importantes, limites e mudanças devem ser fruto de escolhas feitas com calma.

Para finalizar, apresento o conceito grego da egrégora:

Egrégora é como se denomina a força espiritual criada a partir da soma de energias coletivas (mentais, emocionais) fruto da congregação de duas ou mais pessoas. O termo pode também ser descrito como sendo um campo de energias extrafísicas criadas no plano astral a partir da energia emitida por um grupo de pessoas através dos seus padrões vibracionais.

Ou seja, se nossa energia e a vibração das pessoas em nosso entorno forem positivas, certamente as pessoas que trazem negatividade não terão forças para nos abalar. Se, entretanto, entrarmos na mesma sintonia de posturas negativas (fofocas, agressões), fortaleceremos um conjunto vibracional negativo.

Pitaco: Sejamos, então, responsáveis pelo que emanamos e pelo que queremos perto de nós.

Por  Josie Conti

Pitaquinha

Publicado em Comportamento, Dicas | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , | 15 Comentários

Concurso global oferece US$6 mil ao melhor projeto de moda sustentável

Olá pessoal!!

Estão abertas as inscrições para o Sustainable Fashion Awards, concurso global promovido pela plataforma de compras Jak&Jil e que traz a moda sustentável como temática em sua edição inaugural.

O concurso tem o objetivo de prestigiar profissionais e marcas de moda comprometidas com a questão da sustentabilidade dentro do mercado fashion.

Para poder participar, os projetos enviados devem atender a pelo menos uma das ações elegíveis como sustentáveis pelo júri do concurso.

  • Durabilidade dos produtos;
  • Reciclagem de materiais;
  • Estímulo do comércio local;
  • Controle do desperdício;
  • Diminuição na produção de resíduos;
  • Preservação do meio ambiente em todos os seus níveis.
 

SOBRE O PRÊMIO

Jak&Jil sonha com um mundo em que moda sustentável seja a regra, e toda peça de roupa seja produzida em alta qualidade, considerando diversos aspectos éticos e ambientais. Mas até que isso se torne realidade, eles desejam encontrar marcas de roupa que estão tomando os passos necessários para reduzir seu impacto no mundo, desde as emergentes até as bem estabelecidas, e premiar aquela com a ideia mais sustentável! Se você acredita que a sua marca produz itens com estilo, e que carregam uma atitude responsável quando se trata do meio ambiente e das pessoas envolvidas nesse processo de produção, por favor se inscreva! 

A melhor proposta recebe uma premiação em dinheiro no valor de US$ 6 mil, sendo US$ 3 mil para o vencedor e US$3 mil doados a uma ONG comprometida com a questão da sustentabilidade dentro da moda.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até o dia 31/08/2018 no site do Sustainable Fashion Awards 2018.

Pitaquinha

 

Publicado em Achado, Moda e Beleza | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 8 Comentários

5 frases de Albert Einstein sobre o crescimento pessoal

Olá pessoal!!

Todos nós conhecemos algumas frases de Albert Einstein, o cientista mais renomado do século XX. A sua grande contribuição para a ciência foi a teoria da relatividade, no entanto, apesar de ser um cientista, ele também nos deixou reflexões que podemos aproveitar para o nosso crescimento pessoal. Por essa razão, hoje mostraremos algumas frases de Albert Einstein que podem servir de inspiração.

Ele acabou se tornando um cientista reconhecido, mas dizem que Albert Einstein, não sabemos se é verdade ou não, não era considerado pelos seus professores como um aluno especialmente inteligente quando era criança. Tinha dificuldade para se expressar, para se relacionar com os outros, e demorou muito para falar (ele não falava até aos 3 anos de idade). Na adolescência, os seus problemas pioraram.

A verdade é que Albert Einstein não conseguia se encaixar no tipo de educação utilizado na época. Dizem que um professor, o Dr. Joseph Degenhart, lhe disse que nunca iria conseguir nada na vida. No entanto, apesar disso, Einstein conseguiu permanecer motivado e dar forma à teoria da relatividade. Essa mesma teoria que muitos tentaram desacreditar.

Frases de Albert Einstein que falam sobre o crescimento pessoal

Estas são algumas das frases de Albert Einstein, conclusões próprias que o ajudaram no seu crescimento pessoal.

1 – Duas maneiras de ver a vida

“Há duas maneiras de ver a vida: uma é acreditar que os milagres não existem, a outra é acreditar que tudo é um milagre”.
-Albert Einstein-

Esta é uma das frases de Albert Einstein que podem nos fazer repensar a nossa atitude em relação à vida. Nós nos consideramos vítimas de tudo o que nos acontece?Acreditamos que não temos a capacidade de influenciar o que nos acontece? Às vezes, o que percebemos como negativo nos angustia de tal forma que não conseguimos identificar as oportunidades que isto nos traz.

A sociedade atual contamina os nossos olhos com um filtro. Focamos na escassez, em vez da abundância. Por essa razão, precisamos adquirir ou comprar bens ou serviços que nos fizeram acreditar que estamos precisando. Para muitas pessoas é como se nunca, nem por um instante, nada seja suficiente. Desta forma, elas se sentem pobres, carentes. Uma sensação que, de alguma forma, todos nós já sentimos em algum momento da vida.

Adote uma nova perspectiva, aceitando a opinião que as outras pessoas têm sobre a vida. Em vez de negá-las, de rejeitá-las, vamos tentar ver as situações através de múltiplas perspectivas, até nos conscientizarmos de que nosso olhar pode fazer a diferença entre uma oportunidade adquirida ou perdida.

2 – Viver no piloto automático

“São poucos os que enxergam com os seus próprios olhos e sentem com os seus próprios corações”.
-Albert Einstein- 

Esta frase de Albert Einstein se refere a algo que muitos fazem: viver no piloto automático. As nossas crenças, a grande maioria aprendida/herdada, os nossos hábitos, os nossos padrões mentais e comportamentais direcionam a nossa vida. E dessa forma, permanecemos cegos.

É difícil sair desse modo automático. No entanto, há muitas atividades, como a meditação ou o mindfulness, que nos convidam a estar mais presentes, a nos afastarmos dessa maneira mecânica de viver e de nos comportarmos como robôs. É enriquecedor poder se conectar com o seu interior.

“Eu preciso estar disposto a abandonar o que sou para me tornar o que eu quero ser”.
-Albert Einstein-

3 – O perigo de não fazer nada

“Loucura é fazer sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes”.
-Albert Einstein-

De que adianta tropeçar sempre na mesma pedra? Esperamos que as coisas mudem sem que modifiquemos os nossos hábitos, as nossas atitudes, sem amadurecer… É como se atribuíssemos a responsabilidade pelo que não acontece a uma força superior. Talvez a boa ou a má sorte, talvez a culpa seja dos outros.

Muitas vezes as pessoas ficam presas na queixa e na vitimização, dizendo coisas como: “Eu não gosto do meu trabalho, mas não consigo encontrar outro” ou “Sei que o meu parceiro vai mudar, eu vou conseguir mudá-lo”. Isso, como disse Albert Einstein, é uma loucura!

Para começar a ver resultados diferentes, temos que fazer mudanças em nós. Mexa-se, saia da sua nossa zona de conforto, aja, mas não fique parado. É difícil obter resultados diferentes repetindo sempre o mesmo padrão de comportamento.

4 – O fracasso é parar de tentar

“Você não é um fracassado enquanto não parar de tentar”.
-Albert Einstein-

Esta quarta frase de Albert Einstein nos permite refletir sobre o que acreditávamos que era correto por tanto tempo. Os fracassos não são motivo para “jogar a toalha”, porque você pode aprender muito com eles. Os fracassos são aprendizados, e vê-los dessa forma nos permite avançar.

Muitas pessoas acreditam que o fracasso é aquele sinal que marca o momento de se render, de pensar que “isso não é para mim”. Se Albert Einstein tivesse acreditado nisso, hoje não teríamos o seu legado ou o de muitas outras pessoas que fizeram grandes contribuições para o progresso da humanidade. Sim, o verdadeiro fracasso ocorre apenas quando não tentamos ou quando desprezamos a jornada e focamos apenas o objetivo.

“Um gênio é feito com 1% de talento e 99% de trabalho”.
-Albert Einstein-

5 – O poder de mudar o pensamento

“O mundo como o criamos é um processo do nosso pensamento. Não pode ser mudado sem mudarmos o nosso pensamento”.
-Albert Einstein-

Embora seja difícil de acreditar, a realidade que vemos, a forma como a percebemos, é muito influenciada pelas nossas experiências anteriores e pelos filtros, como o otimismo ou o pessimismo, que incorporamos com o passar do tempo à nossa forma de ver o mundo. Portanto, não adianta se queixar das circunstâncias, já que somos nós que temos que mudar o nosso pensamento e a nossa maneira de vê-las.

Sabendo disso, Albert Einstein nos permite refletir sobre todas as atitudes que nos fazem sentir à mercê das circunstâncias como se não tivéssemos nenhum controle sobre elas. Na realidade, todas as mudanças nascem dentro de nós. Temos um grande poder que não sabemos aproveitar.


Essas frases de Albert Einstein podem ajudá-lo se você estiver em um processo de crescimento pessoal, atravessando uma crise ou sentindo que está muito difícil seguir em frente. Refletir sobre cada uma delas irá ajudá-lo a abrir a sua mente e questionar tudo o que aprendeu até agora. Coloque-as em prática e experimente a vida de uma maneira muito mais enriquecedora.

“Todo mundo é um gênio, mas se você julgar um peixe pela sua capacidade de escalar uma árvore, passará toda a vida acreditando que é um inútil”.
-Albert Einstein-

amenteemaravilhosa

Pitaquinha

Publicado em Comportamento | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 21 Comentários

Alimentos saudáveis para o outono: prepare o seu corpo para o inverno

Alimentos saudáveis para o outono prepare o seu corpo para o inverno - blog pitacos e achados

Olá pessoal!!

O verão acabou, o outono já chegou, e você já pode ir preparando o seu corpo para o inverno. Para te ajudar, listamos aqui os alimentos típicos da estação que vai contribuir com a sua saúde. Aproveite os alimentos saudáveis para o outono!

Dicas para se alimentar bem no outono

O outono é a estação mais seca do ano e isso contribui para os resfriados comuns nessa época. A boa notícia é que no outono também é comum o nascimento de frutos e sabendo o que consumir, você vai preparar a sua saúde até no inverno.

Quer saber como fortalecer o seu corpo para as duas estações? Aproveite os alimentos saudáveis e típicos dos meses de março a junho!

Aqui você vai aprender a ter uma alimentação diferenciada e deixar o seu organismo mais forte contra as doenças comuns do outono e inverno. Veja como preparar o seu corpo para o inverno, com esses alimentos:

  1. Frutas

As frutas típicas do outono são:

  • Carambola: possui vitaminas A, complexo B e C, bem como minerais como cálcio, ferro e fósforo;
  • Abacate: rico em ácido oleico, fibras e em vitaminas e minerais, como: Vitamina A, complexo B, C e E, além de cobre, magnésio, zinco, potássio e fósforo;
  • Goiaba: possui fósforo, ferro, cálcio, fibras e vitaminas A, B1 e C;
  • Figo: possui fibras, vitaminas e minerais, como vitamina A, B1 e B2 e sódio, potássio, cálcio, ferro e magnésio;
  • Caqui: fonte de fibras, vitaminas A, B1, B2, B6, B12, C e E e minerais: ferro, cálcio, magnésio, zinco, fósforo e manganês, bem como betacaroteno e licopeno;
  • Tangerina: rica em vitaminas A e C e também é fonte de magnésio.
  1. Verduras

Enche sua mesa com nutrientes e aposte nas verduras da época, como:

  • Rúcula: possui betacaroteno e ômega 3;
  • Repolho: fonte de fibras e vitamina C;
  • Agrião: possui vitaminas A, C, K, além de ácido fólico e propriedades expectorantes e descongestionantes;
  • Espinafre: Fonte de ferro, fibras, proteínas, zinco e niacina, além de vitaminas A, B6, C, E e K, magnésio, fósforo, cálcio, ácido fólico, potássio, cobre e manganês.
  1. Legumes

Os legumes que vão deixar o seu corpo mais saudável são:

  • Chuchu: rico em fibras e ajuda na prevenção da osteoporose;
  • Berinjela: rica em fibras, folato, magnésio e cobre;
  • Abobrinha: possui vitamina B1, magnésio e é rica em fibras;
  • Jiló: fonte de vitaminas A, B e C, como também de fósforo, ferro e cálcio.

Você pode aproveitar cada uma dessas frutas, legumes e verduras para preparar receitas saborosas e usufruir os benefícios desses alimentos para o seu corpo. E não se esqueça de se hidratar.

Opte também pelos ensopados, pois você pode misturar vários nutrientes na mesma alimentação, garantindo energia e vitamina ao seu corpo. Para variar, você pode fazer receitas com feijão, legumes e carnes cozidas e uma salada de frutas como sobremesa.

Mas atenção! É recomendado que você tenha cuidado com a dieta escolhida. O ideal é consultar um nutricionista para que ele passe a melhor dieta para o seu corpo.

Por falar em se cuidar, tenha um bom plano de saúde para garantir os cuidados com a sua saúde sempre que precisar. Caso você já tenha, aproveite para agendar uma consulta com um médico nutricionista e deixe o seu corpo preparado e forte para os dias frios.

Por: Andréia Silveira

 

Publicado em Dicas, Saúde | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , | 12 Comentários

A pintura como terapia

Mãos-segurando-um-pincel-e-uma-paleta-para-pintar - A pintura como terapia - blog pitacos e achados

Olá pessoal!!

No livro de Ken Robinson “O Elemento” é contada a seguinte história em relação à pintura: uma professora de escola primária estava dando uma aula de desenho e no fundo da sala sentava uma menina que não costumava prestar atenção, exceto nas aulas de desenho. A menina desenhou durante vinte minutos, concentrada nos seus pensamentos e a professora decidiu lhe perguntar o que estava desenhando.

A aluna respondeu: “Estou desenhando Deus”. A professora disse: “Mas ninguém sabe como é Deus”, e a menina retorquiu: “Saberão em breve”. Esta história nos mostra a importância do desenho e da pintura e como os dois podem ser usados como terapia para nos conectar com o mundo.

“Arte é a expressão dos mais profundos pensamentos da maneira mais simples”.
-Albert Einstein-

O que é a psicologia da arte?

Psicologia da arte é um campo da psicologia dedicado ao estudo dos fenômenos da criação e apreciação artística a partir de uma perspectiva psicológica. Existem muitos aspectos que ligam a psicologia da arte à psicologia geral, como a percepção, a emoção, a memória, o e a linguagem.

Muitos psicoterapeutas têm demonstrado os efeitos benéficos da arte para ajudar os seu pacientes com queixas psicológicas, já que a arte em todas as suas vertentes (pintura, dança, música, escrita, teatro, etc.) liberta a subjetividade do indivíduo. Deste modo, é possível usar a arte para resolver conflitos, problemas de comunicação, dificuldades de expressão e muitos outros aspectos psicológicos.

Os benefícios da terapia com pintura

Pintar numa tela, no papel ou em qualquer superfície que nos permita expressar pode ser uma forma de demonstrar sentimentos e pensamentos para pessoas que precisam se comunicar, mas não conseguem fazer isso de outra forma. É um tipo de terapia alternativa e natural que pode ter muitos benefícios, como por exemplo:

 
  • Melhora a comunicação

Aquelas pessoas que começam uma terapia com pintura costumam ser tímidas e retraídas, tendo dificuldade em se comunicar com a sua família e até mesmo com os seus terapeutas. No entanto, essas pessoas são capazes de libertar a sua criatividade e expressar sentimentos e emoções com a pintura.

“Não se trata de pintar a vida, trata-se de fazer viva a pintura”.
-Paul Cézanne-

  • Aumento da autoestima

Quando a terapia com pintura se realiza em um ambiente amigável, relaxado e agradável, um paciente pode alcançar grandes realizações pessoais incentivado pelo psicoterapeuta, e isso irá fortalecer a sua autoestima. Este ponto pode ser importante para pessoas com problemas de codependência ou traumas, e que precisam fortalecer a autoestima e aprender a se amar e a se valorizar.

  • Motricidade

Assim como acontece quando tocamos um instrumento musical, ao usarmos um pincel ou um lápis na pintura, aprendemos a controlar os movimentos da mão e a desenvolver conexões cerebrais relacionadas a essa atividade. Nos adultos, a pintura pode ajudar a melhorar a motricidade fina.

  • O cérebro em movimento

Ambos os hemisférios do cérebro são estimulados com o desenho e a pintura, tanto o esquerdo quanto o direito. O esquerdo implica o lado lógico e racional, enquanto o direito está relacionado com a nossa criatividade e com as nossas emoções. Trata-se de dar asas à nossa imaginação e deixá-la voar para que os nossos pensamentos mais profundos também possam respirar.

  • Concentração

A dedicação à pintura (ou a qualquer outro tipo de criação artística) requer concentração. Pintar é um trabalho minucioso que nos permite esquecer tudo ao nosso redor e fluir, fazendo com que o tempo passe sem nos darmos conta.

O estado de concentração avançado se chama Alfa e tem sido objeto de vários estudos. Trata-se de um estado durante o qual uma parte do cérebro está consciente e a outra faz surgir o inconsciente. Esse mesmo estado é atingido com a oração, com a meditação ou com a música.

  • Inteligência emocional

As emoções são uma parte muito importante da nossa criatividade. Com a pintura podemos deixar fluir as emoções e experimentar felicidade, amor, empatia e paz. O relaxamento que obtemos através da pintura ajuda a conseguir harmonia entre o coração e a mente. 

“O verdadeiro pintor é aquele capaz de pintar cenas extraordinárias no meio de um deserto vazio. O verdadeiro pintor é aquele capaz de pintar pacientemente uma pera rodeado dos tumultos da história”.
-Salvador Dalí-
amenteemaravilhosa
Pitaquinha
Publicado em Comportamento | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 25 Comentários

10 dicas para limpeza de pisos com eficiência

Olá pessoal!!

Um piso limpo é capaz de mudar completamente o ambiente de um lar para melhor. Quer provas? É só pesquisar por casas para alugar na internet e ver as fotos. Mas… porque será que a sua casa não possui um piso como o daqueles lindos apartamentos para alugar?

Bom, talvez seja porque só a limpeza diária não está sendo mais suficiente com o passar do tempo para manter o seu piso em boa conservação. Pensando nisso, nós separamos dez dicas de como realizar a limpeza de pisos com eficiência para mantê-los sempre limpos e bem cuidados.

1. Não comece a faxina de casa pelo piso

Muita gente inicia a limpeza da casa pelo piso mas, na verdade,o ideal é limpar de “cima para baixo”, começando a faxina pelas luminárias e ventiladores para, só depois, limpar móveis e paredes e, por fim, terminar com o piso.

Se você não seguir essa sequência, pode ter que acabar limpando o piso mais de uma vez, pois toda a poeira que você tirar dos móveis e eletrodomésticos acabará caindo no solo durante a limpeza.

2. Cuidado com os produtos multiuso

Os comerciais desses tipos de produtos são tentadores, mas não é por isso que podem ser usados à vontade. Substâncias multiuso devem ser utilizadas apenas em superfícies laváveis, como paredes, cerâmicase superfícies plásticas. Aplicar produtos multiuso em superfícies como metais, tacos e madeiras é erro na certa.

3. Não utilize sabão em pó

Não há jeito melhor de dizer isso: osabão em pó é como se fosse um grande veneno para o piso do seu lar. Esse produto éaltamente alcalino, de acidez semelhante à da soda cáustica, capaz de causar corrosão na superfície do piso se usado com frequência.

Depois que usar o sabão em pó, você até pode achar que a superfície está mais limpa, no entanto só o que estará fazendo é criando micro buracos que vão passar a acumular sujeira. Sabe aqueles pisos de granito e mármore que misteriosamente perdem o brilho ainda sendo novos? Talvez o uso de sabão em pó seja a causa disso.

4. Não reutilize na limpeza do piso panos usados anteriormente

Essa atitude só contribui para a proliferação bacteriana. Espaços de gordura intensa, como a cozinha, por exemplo, possuem microrganismos típicos que não devem estar presentes em nenhum outro ambiente da casa.

Se você tem o costume de reutilizar o pano de limpeza para vários ambientes, verifique a possibilidade de deixar a sua casa para outro inquilino, pois com certeza já estará cheia desses microrganismos indesejáveis espalhados por todos os cantos. Talvez pesquisar por casas para alugar possa ser uma boa atitude nesse momento.

5.Não use desinfetantes indiscriminadamente

Esses tipos de produtos precisam ser usados com muita parcimônia. Pode até ser difícil acreditar no que vamos falar agora, mas o conceito de desinfecção é mais necessário em locais onde temos contato com as mãos. E o chão, por sua vez, deve ser limpado com detergente neutro e não desinfetado necessariamente.

6.Tenha cuidado ao usar substâncias como cloro e álcool

Se o piso da sua casa ou apartamento for de uma superfície emborrachada, não utilize álcool em hipótese alguma. O álcool enrijece esses tipos de materiais e a aplicação precisa acontecer, no mínimo, três vezes sobre o mesmo local, aumentando o desperdício do produto.

O cloro, por sua vez, é altamente corrosivo e deve ser constantemente evitado em superfícies metálicas,como as de ferro e aço inox.

7. Não molhe as suas plantas após lavar o chão

Se você faz isso, aí pode estar outro motivo para se mudar e procurar por novos apartamentos para alugar. Você pode não saber, mas a água vinda dos vasos acaba manchando o piso e o estrago chega até a enferrujar os revestimentos.

8. Experimente utilizar a mistura de bicarbonato e vinagre

Para o rejunte de azulejos e pisos cerâmicos, a mistura deve ser de uma tampinha de álcool, 40 ml de água, a mesma quantidade de vinagre e uma colher de sopa de bicarbonato. O vinagre deve ser acrescentado aos poucos, pois provoca uma reação química que gera muita espuma quando entra em contato com o bicarbonato.

A mistura preparada deve ser transferida para um borrifador, que você deve utilizar para umedecer o rejunte. Esfregue com uma esponja, enxágue e finalize secando.

Para tapetes e carpetes, a mistura deve ser de dois litros de água e duas colheres de sopa de vinagre. Somente se houver muita sujeira que será necessário acrescentar bicarbonato à solução. Depois de borrifar a mistura sobre as manchas,aguarde dez minutos e, depois, escove novamente e deixe secar.

Lembrando que, em ambos os casos, não é bom guardar a mistura pronta. Busque prepará-la na quantidade que precisar, sempre obedecendo as proporções informadas.

9. Sinta-se à vontade para utilizar um pano úmido (só não exagere)

Essa é a solução mais eficiente e menos danosa para o piso: rodo e pano úmido. Só tome cuidado para não exagerar, já que, com o tempo, qualquer material de construção que entre em contato contínuo com a água acaba se deteriorando. Caso o piso esteja em bom estado de conservação, a manutenção diária deve consistir apenas em varrer ou aspirar o chão.

Depois disso, basta passar o passo úmido. Para limpezas quinzenais mais profundas, detergente neutro diluído em água é o suficiente.

10. Não está conseguindo dar conta da limpeza? Considere uma possível mudança.

É só mesmo para reforçar o que já foi dito no texto. Se o seu piso não corresponde mais às suas expectativas, tente considerar a possibilidade de seguir em frente. Há muitas casas para alugar na internet, com diversas opções para todos os tipos de exigências.

Se a sua casa é muito grande para você cuidar de todo o piso a contento, também há várias opções de kitnets para alugar. Por serem espaços menores, escolher kitnets para alugar pode ser uma boa alternativa para não precisar gastar tanto tempo com a limpeza diária dos pisos.

E aí, você já conhecia todas essas dicas? Compartilhe nas redes sociais!

Pitaquinha

Publicado em Achado, Dicas | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 18 Comentários

O Poder do Pensamento Positivo

O Poder do Pensamento Positivo - blog pitacos e achados1

Olá pessoal!!

O pensamento positivo há muito tempo é indicado como comportamento a ser adotado.

Ficou famoso com um dos precursores do desenvolvimento pessoal, Norman Vincent Peale com o livro “O Poder do Pensamento Positivo” na década de 1950.

Mas o que é o pensamento positivo exatamente?

Pensamento Positivo é basicamente enxergar o lado bom das coisas do seu passado e presente e ao mesmo tempo ter confiança e otimismo no futuro.

Pense no seguinte cenário. Dois candidatos a uma vaga de emprego.

O primeiro candidato antes da entrevista pensa consigo: “Nunca vou conseguir esse emprego. Não tenho as habilidades nem os conhecimentos para a vaga. Devem ter candidatos muito mais fortes concorrendo comigo.”.

No dia da entrevista chega todo ansioso e inseguro. Não demonstra confiança para o entrevistador.

O segundo candidato começa a se preparar uma semana antes. Ensaia coisas que pretende dizer. Pensa “Vou conseguir. Essa vaga é minha. Estou preparado e confiante.”

No dia da entrevista chega numa atitude positiva. Fala bem, consegue mostrar seus pontos fortes e impressiona o entrevistador.

Quem você acha que conseguiu o emprego?

O pensamento negativo do primeiro candidato já colocou-o numa condição de falha enquanto o segundo candidato se preparou e entrou para vencer. O pensamento positivo dele colocou-o num estado mental para suceder.

Em outras palavras, o segundo candidato soube fazer o uso do poder da mente positiva para alcançar seu objetivo.

Agora vamos supor que você queira criar um negócio.

Pensar positivo é dizer para si mesmo “Vai dar certo. Eu tenho as habilidades para isso. Vou fazer acontecer”.

Por outro lado, o pensamento negativo seria “Nunca conseguiria. A economia está péssima, nunca tive negócio antes e hoje em dia a grande parte dos negócios que abrem acabam fechando em menos de um ano. Sem jeito.”

Ou, “Treinei bastante e estou bem preparado para vencer a minha próxima partida de tênis no Campeonato do Clube.” em vez de “Meu adversário é bom demais, não tenho a menor chance.”

Ou “Tenho muita força de vontade e vou conseguir manter minha dieta nos próximos 30 dias.” em vez de “É tão difícil. Têm tanta coisa que gosto de comer. Não sei se vou conseguir.”.

Enfim, por aí vai. A força do pensamento positivo contribui para uma vida mental mais saudável. Se você é do tipo que fica o tempo todo pensando que as coisas vão dar errado, que você não vai conseguir, que tudo está contra você é uma receita direta para o fracasso e infelicidade.

O segredo do pensamento positivo está em levantar o seu astral e colocá-lo num mindset de vitória. De que coisas boas podem acontecer pra você e você vai conseguir o que quer.

Agora… O pensamento positivo não aplica-se apenas a situações futuras, mas também ao passado e presente.

Para entender, por favor olhe a figura abaixo.

O que você vê?

copo meio cheio - - blog pitacos achados

Se você vê um copo metade cheio você está pensando de forma positiva pois você está observando o que têm de positivo na situação.

Já se você viu um copo metade vazio está pensando de forma negativa pois está pensando na parte no que está faltando.

Agora pense que o copo é a sua vida.

A parte vazia são os seus problemas e a parte cheia são as coisas boas que você têm na vida.

Você observa apenas a metade vazia do seu copo, ou seja, os seus problemas ou consegue perceber as bênçãos da sua vida também?

Muitas vezes a nossa tendência é ficar olhando apenas para as coisas difíceis. “Ah como eu queria ter isso, ah como eu queria ser aquilo outro, ah se pelo menos não existisse esse problema tal na minha vida.”

Quando você está muito nessa vibe negativa, comece a olhar a parte cheia do copo. Observe as bênçãos que a vida lhe trouxe e seja grato por elas. Certamente você vai se sentir melhor. Essa é justamente uma das minhas receitas de felicidade como já coloquei neste outro post.

Por exemplo, vamos supor que você esteja passando por uma situação financeira difícil.

Você está enxergando apenas esse problema ou também consegue ver que graças a Deus você têm uma família que te ama para dar apoio?

Ou se você não têm essa benção, quais você têm? Um emprego, um filho, saúde…? Perceba e sinta-se afortunado. Certamente em algum outro lugar do mundo existe alguém que gostaria de ter isso que você têm e não têm.

Mas como ter pensamentos positivos?

A seguir algumas dicas para você usufruir do verdadeiro poder do pensamento positivo sempre:

1. Veja-se vencendo nos objetivos que você coloca para a sua vida.

Mentalize o triunfo em vez de focar nos poréms que podem levá-lo a derrota. Coisas boas acontecem quando a gente pensa positivo.

2. Substitua pensamentos negativos por positivos.

Pensamentos negativos são uma coisa natural. Eles vêm e vão. Mas quanto menos você deixar que eles permaneçam melhor.

Então, quando um pensamento negativo surgir, perceba. Percebê-lo conscientemente é o primeiro passo.

Então, mude para um pensamento positivo. Se não tiver ideia de qual pensamento positivo usar, você pode fazer uma lista prévia de coisas positivas que gostaria de pensar.

Ou então pode começar a repetir afirmações positivas.

Então quando entrar um pensamento negativo, recorra à sua lista e comece a pensar nessas coisas e fazer essas afirmações.

Tudo é uma questão de disciplinar a mente para pensar positivo. Ao fazer isso, você pode se surpreender ao perceber a quantidade de pensamentos negativos que têm atualmente.

Cuidado com pensamentos do tipo “Eu não posso” ou “Eu não consigo”. Tente mudar para “Eu posso”“Eu consigo”.

Michael Jordan, considerado por muitos o maior jogador de basquete de todos os tempos, antes da sua carreira profissional foi recusado na equipe de basquete da escola pois acharam que ele não era bom o suficiente!

Mesmo frente a dificuldade, a força positiva da mente manteve-o na linha para chegar onde chegou.

Pense que a sua mente é como um jardim. Você pode escolher plantar flores ou deixar que as ervas daninhas tomem conta. Em outras palavras, você pode escolher entre pensamentos positivos e negativos. A opção é sua.

3. Faça dos seus problemas um aprendizado.

Em vez de ficar reclamando dos problemas da sua vida você pode encará-los como uma oportunidade de aprendizado e crescimento pessoal. Como diz o ditado: O que não me mata, me fortalece.

Pergunte-se o seguinte: Qual a lição que posso tirar disso?

Este é um hábito muito positivo de se adquirir. Eu pessoalmente tenho me esforçado bastante neste item mais recentemente com uma questão em específico que está acontecendo na minha vida e que realmente me tira do sério.

Posso afirmar com toda certeza que isso têm me ajudado a enfrentar a situação de uma forma bem melhor do que no início enquanto eu só enxergava o lado negativo do que estava acontecendo.

4. Proteja-se de energias negativas.

Nem todos os pensamentos negativos vêm da nossa própria mente. Muitos são externos. Se você assiste um noticiário por exemplo. As vezes aquela notícia de violência fica na mente e pode colocar você pra baixo.

Mas principalmente, procure ficar perto de pessoas que sejam positivas. Estar ao lado de alguém que está sempre reclamando da vida ou de você é uma das principais fontes de negatividade da vida.

5. Preencha sua mente com conteúdo positivo.

Um livro, um filme, pessoas, artigos como este etc que forneçam energia positiva para sua vida.

6. Foque no que você têm de bom em vez de no que está ruim.

É enxergar a parte cheia do copo. Ou seja, pense “Eu tenho muitas qualidades” em vez de “Eu tenho muitos defeitos”“Posso fazer muitos amigos” em vez de “Eu não tenho amigos”. Ambos podem estar certo, a questão é em qual deles você vai concentrar.

Da mesma forma, ao olhar para o futuro em vez de pensar “Não vai ter jeito disso funcionar” pense “Eu posso encontrar um jeito de fazer isso funcionar” ou em vez de “É complicado demais” pense “Vou analisar de uma outra forma”.

o-poder-do-pensamento-positivo - blog pitacos e achados

Cuidados a serem tomados

Nem tudo são flores no pensamento positivo. O pensamento positivo é muitas vezes criticado por ser inefetivo.

Por exemplo, se você está endividado não adianta achar que apenas pensando positivamente a dívida vai desaparecer. Esquece. Não vai acontecer.

Apenas pensar positivo não é a solução. A energia do pensamento positivo é apenas o primeiro passo. Para conseguir o que você quer realmente, o pensamento positivo precisa estar aliado à ação.

Então se você quer quitar a dívida, além de pensar positivo também crie um plano coerente para conseguir o dinheiro e então coloque-o em prática.

O pensamento positivo também não pode ser fantasioso. Achar que pensando positivo você vai encontrar ouro cavando no seu quintal obviamente não vai rolar.

Quando eu era criança ficava em cima de um tapete pensando que ia sair voando como o Aladim. Me agachava, levantava, mexia as pernas e não tinha o que fizesse o tapete levantar. Que decepção. Por mais que eu tenha pensado positivo fui vencido no cansaço.

Em outras palavras, é necessário colocar o pensamento positivo sob uma perspectiva mais realista.

Um outro ponto é cuidar para que o pensamento positivo não o relaxe nas atitudes a serem tomadas para realizar seu objetivo.

Achar que exclusivamente pensar positivo atrai coisas positivas é um tanto quanto exagero.

Gabriele Oettingen apresenta pesquisa científica sobre isso no seu livro Rethinking Positive Thinking (Repensando o Pensamento Positivo).

Por exemplo, ela cita o caso de que estudantes que pensaram positivo que iriam ir bem nas provas acabaram não se saindo tão bem quanto os demais estudantes porque acabaram relaxando e estudando menos que deveriam.

Da mesma forma, pessoas que pensaram positivo que iam perder peso acabaram relaxando na dieta e acabaram perdendo menos peso do que aqueles que não o fizeram.

O livro propõe como solução sair um pouco do mundo dos sonhos onde se acha que só pensar positivo é o suficiente, para adotar uma abordagem mais realista usando um processo que a Dra. Oettingen chama de WOOP:

– W de Wish (Desejo) – Defina o que você quer. Por exemplo: Quero me exercitar diariamente.

– O de Outcome (Resultado) – Identifique qual o maior benefício de fazer o que você quer. Ex: Devo conseguir emagrecer X quilos em um mês de exercícios.

– O de Obstacle (Obstáculos) – Avalie quais os possíveis obstáculos que você terá pela frente na realização desse desejo. Ex: Preguiça.

– P de Plan (Plano) – Defina o que você irá fazer quando o obstáculo aparecer. Planos do tipo “Se acontecer isso, então faço aquilo”. Ex: “Se eu ficar com preguiça, vou pelo menos colocar a roupa de malhar para iniciar a ter motivação. Depois vou mentalizar com força os benefícios que terei em emagrecer.”

Enfim, pensar positivo é bom e útil. É o caminho adequado. Pensando negativo a única coisa que você vai conseguir é ir para o buraco. Apenas cuide para manter sensatez nos objetivos e tomar as atitudes necessárias para consegui-los. Essa é a combinação verdadeiramente poderosa.

Fonte: Evolução Pessoal

Poder-do-Pensamento-Positivo-Infografico - blog pitacos e achados

Publicado em Comportamento | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , | 22 Comentários

Dia do consumidor: veja dicas de direitos e deveres

Olá pessoal!!

Hoje é 15 de março, dia em que é celebrado o Dia do Consumidor. Ainda há muitas dúvidas em relação às relações de consumo estabelecidas em sociedade. O crescente interesse pela data está, pouco a pouco, transformando-a num dia de incentivo ao comércio e promoções. Por isso, segundo o advogado Jossan Batistute, é preciso tomar cuidado. “É uma via sempre de mão dupla, pois a legislação regulamenta as relações contratuais entre fornecedor e consumidor”, afirma. 

O advogado preparou algumas dicas para o consumidor, que devem ser observadas na relação com o fornecedor, da mesma forma que as empresas devem estar atentas nesta relação de consumo. Tudo para evitar quaisquer transtornos e obter uma prática saudável de compra e venda de produtos. “O Código de Defesa do Consumidor é norma de ordem pública e aplica-se independente da vontade das partes contratantes, se estivermos diante de uma relação de consumo”, ressalta o advogado. 

1. Empresas são consumidoras? 

-(art. 2º) Empresas também podem ser consideradas como consumidoras e terem todos os direitos garantidos na lei 8078/1990. Mas, será que estão atentas a tudo isso? Elas podem ter vários benefícios e legais vantagens materiais e processuais. 

2. Direito à informação

– (art. 6º) Por ser um direito básico do consumidor, empresas devem atentar-se para a plena informação sobre os diferentes produtos e serviços, com especificação correta de quantidade, características, composição, qualidade, tributos incidentes e preço, bem como sobre os riscos que apresentem. E mais, isso precisa ser de maneira clara e adequada, levando-se em conta que o consumidor possa ser deficiente, idoso, jovem ou mesmo adulto, com baixo, médio ou alto conhecimento e compreensão. Entre os problemas estão rótulos com informações apenas técnicas, rótulos ou propagandas com letras minúsculas ou sem as informações necessárias à compreensão do produto/serviço, rótulos ou propagandas com informações noutra língua que não o português, etc. 

3. O fornecedor pode não ter culpa

– (art. 12 e 14). O fornecedor não precisa ter culpa para ser condenado se seu produto ou serviço causar prejuízo a alguém. Entretanto, se ele provar que não colocou o produto no mercado ou que, embora haja colocado o produto no mercado, o defeito inexiste, ou ainda a culpa ser exclusiva do consumidor, como não seguir as orientações do fornecedor, não ler o manual e operar incorretamente o produto, então o fornecedor não será condenado. 

4. O produto saiu de linha. E agora?


– (art. 32). Empresas devem manter peças e componentes de reposição por um prazo de 5 anos após o término da produção ou importação de determinado produto. Isso quer dizer que se o produto sair de linha não seja considerado lixo. 

5. Prazos legais

– (arts. 26 e 27). Os principais prazos para consumidores exigirem seus direitos e empresas atenderem às solicitações são de 30 dias no caso de vícios de bens não duráveis e 90 dias se for um bem durável. Danos: 5 anos a partir da ocorrência do prejuízo. Outros prazos podem ser estabelecidos entre consumidor e fornecedor, que somam-se às garantias legais.

Pitaco: Muitas empresas estão aproveitando o Dia do Consumidor, celebrado nesta quinta-feira, para fazer ofertas e promoções e, dessa forma, esvaziar seus estoques A data exige maior atenção dos consumidores para evitar armadilhas. Entre os cuidados a tomar estão o estímulo às compras por impulso, que fazem gastar desnecessariamente e o desconhecimento sobre os deveres das companhias, além das fraudes.

 

Pitaquinha

Publicado em Dicas | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , | 8 Comentários

Aprendendo palavras com rapidez: uma abordagem científica

Olá pessoal!!

Três métodos cientificamente comprovados que realmente funciona

Você estuda sem parar, mas não vê os resultados! Em poucos dias, esquece-se de tudo. Use a abordagem científica para memorizar palavras! Apresentamos três métodos cientificamente comprovados que permitirão a você memorizar palavras estrangeiras de forma rápida e permanente.

Quantas palavras você deve conhecer?

Para começar, vamos descobrir quantas palavras você deve aprender, caso queira compreender a maior parte de uma fala em um idioma estrangeiro, além de conseguir expressar suas próprias ideias. Uma criança de 5 anos em um país de língua inglesa usa entre 4 mil e 5 mil palavras. Um universitário graduado nesse mesmo país usa em torno de 20 mil palavras. Entretanto, uma pessoa que estude inglês como língua estrangeira possui um vocabulário de aproximadamente 5 mil palavras, mesmo que esteja estudando o idioma há alguns anos.

Porém, existe uma boa notícia: um vocabulário de 2 mil palavras é suficiente para compreendermos 80% de um idioma estrangeiro. Essa é a conclusão de pesquisadores após uma análise do chamado Brown Corpus. (Um corpo linguístico consiste em uma coletânea de textos sobre diferentes tópicos, para que os cientistas obtenham exemplos detalhados de como o idioma é usado.)

Um fato interessante é que, após aprender 2 mil palavras, acrescentar 1.000 palavras ajudará você a compreender apenas mais 3–4% de um texto em um idioma estrangeiro.

Como memorizo palavras rapidamente?

A primeira pergunta que todos costumam fazer é esta: como faço para memorizar palavras estrangeiras com rapidez?

Os cientistas acreditam que podemos memorizar com mais facilidade as informações que contenham uma carga emocional. Portanto, é uma boa ideia aprender novas palavras através de jogos, charadas ou filmes. Se você gosta de alguma música, não tenha preguiça: busque aquelas palavras que não entender. Você sempre irá associar essas palavras a alguma música favorita, o que significa que elas deixarão um traço emocional na sua memória.

A mnemônica é uma ótima solução. Crie associações fortes. Isso permitirá que você se lembre até mesmo de palavras difíceis de pronunciar. Existem fontes e recursos especiais de aprendizagem onde você pode encontrar todos os tipos de técnicas de mnemônica para memorizar palavras em inglês. No entanto, é melhor criar essas associações por conta própria, pois nossas associações e emoções são bastante particulares.

Como faço para não esquecer palavras rapidamente?

Você aprendeu algumas centenas de palavras, mas, após uma semana, somente dez delas permanecem na sua memória. Qual o problema? Na verdade, o cérebro humano possui dois tipos de memória: a memória de curto prazo e a memória de longo prazo. A memória de curto prazo permite que você se lembre de informações durante 15–30 minutos. Posteriormente, quando essas informações não forem mais usadas, seu cérebro simplesmente irá parar de se lembrar delas. Como fazer nosso cérebro compreender que realmente precisamos dessas palavras? A solução é repeti-las muitas vezes. Você se lembra do cachorro de Pavlov na história da psicologia: a lâmpada acende, e o cachorro produz saliva. Entretanto, o cachorro só começa a produzir saliva após 5–10 repetições da sequência “alimento + luz”. Se você parar de dar comida quando a luz acende, a associação entre luz e comida no cérebro do cachorro será quebrada, e o cão não mais produzirá saliva.

Portanto, quantas vezes você deve repetir uma palavra, para que ela passe da memória de curto prazo para a memória de longo prazo?

O psicólogo alemão Herman Ebbinghaus desenvolveu a curva do esquecimento. Ela reflete como nos esquecemos de uma informação ao longo do tempo, caso não a repitamos. Nos primeiros 20 minutos após aprender novas palavras, somente nos lembraremos de 60% das informações. Após uma hora, perderemos mais de 50% delas. Com o passar do tempo, cada vez mais informações serão perdidas, e, no terceiro dia, apenas 20% das informações permanecerão na sua memória. Assim, se você pular um único dia da revisão dos seus estudos, não será capaz de recuperar as palavras esquecidas.

A conclusão é óbvia: você deve repetir as palavras! Use-as em suas conversas cotidianas, invente histórias fazendo uso das novas palavras e crie flashcards no seu smartphone (durante alguns minutos por dia, pelo menos). Tudo isso irá ajudar você a se lembrar das palavras aprendidas. Caso contrário, todo o tempo investido no aprendizado delas será desperdiçado.

Sugerimos que você use o cronograma abaixo para revisar suas palavras estudadas:
· 10–15 minutos após aprender novas palavras;
· 50–60 minutos mais tarde;
· No dia seguinte;
· Dois dias mais tarde;
· Três dias mais tarde.

Depois disso, a maior parte das informações ficará armazenada pelo resto da sua vida.

Como expressar minhas ideias com mais rapidez?

Todos nós queremos que as palavras estrangeiras saiam da nossa boca com facilidade, sem nenhum esforço e sem gastarmos alguns minutos para montar uma frase. Existe uma forma de falar uma língua estrangeira com mais rapidez, através do desenvolvimento da memória muscular. Por músculos, entenda os músculos dos nossos órgãos responsáveis pela fala. Esses músculos, assim como os músculos da sua perna, quando você anda de bicicleta, ou como os músculos dos dedos de um pianista, contêm um tipo de memória. Essa memória permite que os músculos façam movimentos automáticos, de forma praticamente inconsciente.

Para criar essa memória muscular, é importante pronunciar as palavras em voz alta durante o aprendizado delas, fazendo movimentos com a língua e com os lábios. Também vale a pena imaginar não apenas a palavra, mas aquilo a que ela se refere. Com o tempo, você não mais precisará pensar sobre qual palavra usar. Seus músculos farão isso automaticamente.

Fazendo sua memória de curto prazo, sua memória de longo prazo e sua memória muscular trabalharem juntas, você poderá ampliar seu vocabulário rapidamente e lembrar-se das palavras por muito tempo.

Boa sorte!

Pitaquinha

 

Publicado em Comportamento, Dicas | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , | 14 Comentários

A magia de trabalhar em casa: 10 formas de decorar e organizar seu home office

Olá pessoal!!

O conceito de home office certamente veio para ficar, e aos poucos essa ideia vem conquistando mais adeptos e trazendo modificações nas relações de trabalho. Quem antes precisava se deslocar por dezenas de quilômetros, ficando preso nos engarrafamentos caóticos das cidades, para chegar até o local de trabalho, hoje em dia, graças ao home office, precisa apenas se sentar em um cantinho da casa para começar a rotina de trabalho. Porém, para que isso dê certo, é fundamental que o home office seja um espaço confortável e bem organizado. Por isso hoje em parceria com habitissimo trouxemos algumas dicas para ajudá-lo nesse sentido.

casaedecor.com

  1. Comece pela escolha do local adequado

Não é em qualquer lugar da casa que pode ser instalado um home office, pois as áreas muito movimentadas e mais sujeitas a barulhos no imóvel podem acabar dificultando a sua concentração. Por isso, o primeiro passo para montar o seu home office é escolher um cantinho mais calmo de sua residência para abriga-lo, de preferência uma área por onde circulam menos pessoas e você não esteja tão sujeito a interrupções.

pinterest.com

  1. Defina um estilo de decoração

Para evitar que o seu home office pareça uma colcha de retalhos com diferentes tendências de decoração que não combinam entre si, é importante que você defina desde o início qual será a linha adotada para decorar o espaço. Você pode optar, por exemplo, por uma tendência mais clássica, com móveis tradicionais e cores claras, ou um estilo mais urbano, investindo em materiais como o concreto aparente e objetos mais rústicos.

  1. Mantenha sempre a organização

Para trabalhar em seu home office, é fundamental que ele seja um espaço organizado, onde você consiga encontrar tudo o que precisa e não perca tempo no meio da bagunça. Uma dica que pode ajudar nesse sentido é apostar em estantes que permitam a você separar os documentos e materiais por áreas de assunto ou por datas, criando assim um acervo próprio e organizado.

limaonaagua.com

  1. Explore o potencial das paredes

As paredes de seu home office podem ser grandes aliadas quando o objetivo for facilitar a realização do trabalho. Elas podem ter diversas funções, desde servir como suporte para um calendário personalizado até serem usadas como mural de anotações para não esquecer coisas importantes. Para isso, basta fixar nas paredes objetos que possam ser úteis no seu trabalho diariamente.

pinterest.com

  1. Não abra mão do conforto

Muitas pessoas acham que pelo fato de estarem trabalhando em casa não precisam se preocupar com a qualidade e o conforto dos móveis que irão instalar no home office. Porém, esse é um equívoco que pode trazer consequências graves, acarretando desde a perda da produtividade até lesões na coluna. Para evitar que isso aconteça com você, procure escolher móveis ergonômicos, que sejam pensados de forma a proporcionar maior conforto durante a sua rotina de trabalho.

gohome.com

  1. Invista no poder das plantas

As plantas são capazes de tornar qualquer ambiente mais leve, e se esse for o seu objetivo ao decorar o seu home office, elas podem ser ótimas aliadas. Lembre-se de escolher uma espécie que se adapte bem a ambientes internos e que não precise receber tanta luz natural. Você pode optar por um pequeno vasinho para colocar em cima da mesa de trabalho ou por um vaso maior para ficar sobre o piso.

inspiringhomejournal.blogspot.com

  1. Cuide da iluminação

Está mais do que comprovado que a iluminação é capaz de interferir diretamente no desempenho dos profissionais, por isso é fundamental ficar atento para garantir um ambiente bem iluminado em seu home office. Dê prioridade à luz natural posicionando o seu home office próximo a alguma janela ampla, mas não se esqueça de cuidar também da luz artificial direcionada para pontos específicos de sua mesa de trabalho.

  1. Otimize o espaço

São poucas as pessoas que conseguem ter o privilégio de reservar um espaço amplo para instalar o home office, já que a maioria vive em imóveis pequenos e acaba tendo que adaptar um cantinho mais apertado para essa área. Se esse for o seu caso, não se preocupe, porque a falta de espaço não irá prejudicá-lo se você souber como aproveitar o que possui. Para isso, procure explorar todos as quinas do ambiente e invista em móveis planejados, que sejam feitos sob medida para atender às suas necessidades.

achadosdedecoracao.com

  1. Abuse dos espelhos

Seguindo a ideia de que boa parte dos home offices são feitos em espaços pequenos, uma dica que pode ajudar a fazer com que o ambiente pareça mais amplo é investir na instalação de espelhos. Essa estratégia é muito utilizada pelos profissionais que trabalham com a decoração de imóveis e certamente fará a diferença na sensação de amplitude em seu home office.

  1. Dê o seu toque pessoal

Uma das principais vantagens de trabalhar em seu home office é o fato de poder se sentir confortável em um ambiente que tenha a sua personalidade registrada. Pensando nisso, não deixe de cuidar dos detalhes para que o seu home office tenha o seu toque pessoal. Desde a pintura das paredes até os objetos decorativos devem ser pensados de acordo com o estilo que você mais se identifica.

Gostou das dicas? Não deixe de comentar!

Pitaquinha

Publicado em Achado, Dicas | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , | 24 Comentários

11 Sintomas físicos de depressão ansiosa

Olá pessoal!!

Transtorno depressivo ansioso, ou simplesmente depressão ansiosa, é caracterizado pela união dos sintomas mais comuns das duas condições, ou seja, o paciente sofre de depressão e ansiedade ao mesmo tempo.

O acometimento psiquiátrico é bastante grave e, além da tristeza profunda que afeta o emocional, ele ainda provoca sintomas físicos e pode mudar o corpo da pessoa de diversas maneiras. 

Sintomas físicos de depressão ansiosa

  • Alterações do apetite e do sono
  • Cansaço excessivo
  • Aperto no peito
  • Diarreia
  • Dificuldade de concentração
  • Diminuição da libido
  • Dor de barriga, nas costas ou no peito
  • Fala exageradamente rápida
  • Falta de ar
  • Tensão muscular
  • Tontura

Causas e tratamentos da depressão ansiosa

A depressão ansiosa, assim como a maioria dos transtornos psíquicos, não tem causas definidas, mas pode estar relacionada a diversos fatores, que vão desde questões genéticas a gatilhos específicos, como morte de uma pessoa querida, desemprego, dificuldade financeira, problemas de autoestima, entre outros.

O tratamento da depressão ansiosa é orientado por um psiquiatra e costuma ser longo e multidisciplinar, ou seja, envolve o uso de medicamentos e terapia que, em conjunto, aliviam os sintomas e ajudam a evitar a manifestação de crises dos transtornos.

Publicado em Comportamento, Saúde | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , | 15 Comentários

Creme Multifuncional: saiba os benefícios e como usar o produto

Olá pessoal!!

Você conhece os benefícios e praticidades que um creme multifuncional pode te oferecer?

Preparamos um post com 5 dicas de como utilizar este maravilhoso produto em diversas ocasiões durante seu tratamento capilar.

O creme multifuncional é o novo queridinho da mulherada! Afinal, não é todo produto que oferece tantos benefícios como ele. O fato é que usar essa belezura é um ótimo jeito de tratar as madeixas, independente do seu tipo de cabelo! Leia o post e saiba mais sobre suas várias vantagens:

Multifuncionalidade: O creme não é apenas uma hidratação comum. Ele pode ser usado em todas as etapas para cuidar do cabelo – hidratação, nutrição e reconstrução – já que tem funções aleatórias, podendo ser utilizado como shampoo, condicionador, leave-in e creme para pentear.

Economia: Tudo em um.  Você economiza horrores na hora de comprar produtos novos, já que tem um produto que cumpre várias funções de uma vez.

Custo-benefício: Com certeza, é o que as pessoas mais prezam em um produto para os seus cabelos. É um creme com ótimo preço e igualmente eficiente no que se propõe. Por isso, não se pensa duas vezes em comprar o produto, quando se fala em cuidados com o cabelo.

Durabilidade: O produto costuma render mais que os cremes concorrentes e acaba surpreendendo quem usa.

Perfeito para as cacheadas: Ajuda a definir os cachos e evitar os fios arrepiados(Frizz).

Composição: Por ser um produto à base de ingredientes benéficos para os cabelos, a fórmula é o que mais atrai em um produto dedicado a cuidar dos fios. Ele não contêm substâncias que podem fazer mal à saúde das madeixas, como a parafina e o lauril sulfato de sódio.

Como usar o creme multifuncional?

Como creme multifuncional, o próprio nome já diz tudo: um produto que pode ser usado em várias funções diferentes.

Mas como assim? Você pode usá-lo pra quase tudo? SIM!!  Entenda como você pode/deve utilizá-lo:

 1) Creme para pentear/ leave-in/condicionador:

Essa é uma função bastante usada do creme multifuncional.

Ele pode ser usado com ou sem enxágue após o shampoo, como creme para pentear (desembaraçar) os cabelos, como leave-in e até como condicionador, sim!

 2) Pré-shampoo:

Ele pode ser usado como pré-shampoo um dia antes da lavagem normal. 

Você pode passar o produto nos cabelos um dia antes de lavar e dormir com ele.

No dia seguinte, após a lavagem, a sensação será de um cabelo macio e super brilhoso.

 3) Umectação (nutrição dos fios):

Misturado ao óleo que você usa para umectar os cabelos no seu dia a dia, o creme multifuncional pode trazer resultados ainda melhores.

Além de nutridos, os fios ficarão mega hidratados. Você vai sentir os fios deslizando em suas mãos!

4) Máscara de tratamento:

Pode substituir tranquilamente o tratamento de hidratação feito com as máscaras capilares comuns.

Ele dá o mesmo efeito de brilho e maciez.

 5) Pós-banho de piscina ou mar:

O creme pode ser usado para proteger os seus cabelos contra as agressões do cloro e do sol.

Por isso, antes de ir à praia ou ao clube, não se esqueça de levar o creminho em sua bolsa.

 

Contraindicações do Creme Multifuncional

Não há contraindicações em relação ao uso do creme multifuncional registradas até o momento.

No entanto, antes de comprar o creme, verifique na embalagem a composição do produto para saber se há ingredientes ou substâncias a que você é alérgica.

Na dúvida, procure um médico dermatologista para avaliar a sua situação.

E aí? Tenho certeza que o creme multifuncional já te conquistou!

Fonte: rishoncosmeticos

Pitaquinha

Publicado em Moda e Beleza, Saúde | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 4 Comentários

5 chaves do Mindfulness para mudar sua vida em 15 dias

Olá pessoal!!

As grandes mudanças vêm precedidas de pequenas sacudidas, de tímidas variações diárias que têm o poder de mudar a nossa vida na direção correta. O Mindfulness pode nos ajudar a conseguir isso, e essas cinco chaves nos permitirão aprender a ser mais conscientes do momento presente para realizar mudanças reais em pouco tempo.

Todos sabemos que quando falamos de felicidade, não existem milagres. O que existe é a força de vontade e a mente aberta que dia após dia e pouco a pouco vai sendo mais perceptiva a tudo o que acontece ao seu redor para intuir oportunidades. Para cruzar a porta certa no momento certo.

Alegre-se, porque todo lugar é AQUI E AGORA, e porque todo momento é AGORA.

Um dos maiores inimigos que nos separa destes limiares de oportunidade é sem dúvida a “mente errante”. Tanto é que, segundo nos revelam vários estudos, nós passamos cerca de 30 a 40% do nosso tempo na posição de “piloto automático”. Viver uma vida rotineira onde nos transformamos em meros passageiros em vez de comandantes é como deixar a nossa própria felicidade nas mãos do destino.

Isso não é o mais adequado. Por isso, propomos que você faça algumas mudanças. Te convidamos a incluir no seu dia a dia essas cinco chaves para ver resultados diretos em 15 dias.

1. Seja receptivo às suas emoções, o melhor momento para lidar com elas é AGORA

O Mindfulness é, acima de tudo, uma filosofia de vida; uma ferramenta para desenvolver uma consciência mais plena com o nosso momento presente e o que acontece nele.

  • Nada disso teria sentido se não prestássemos atenção nas nossas emoções. Aspectos como a decepção, o nojo, a contradição ou a raiva não podem ser colocadas dentro de uma pasta do disco rígido do nosso cérebro.
  • Nós devemos geri-las, entender essas emoções, tomar o controle desse mundo interior sem adiar. 

2. O Mindfulness ensina a parar de julgar

Aprenda a viver sua própria realidade sem julgar. Os outros têm todo o direito de fazer, entender e viver sua vida como desejam.

  • A sua vida é sua, seja responsável por ela e evite fazer julgamentos sobre os universos alheios ao seu. Algo tão simples permitirá que você disponha de um estado de calma e equilíbrio adequado a partir de hoje.

3. Seja receptivo, escute, aprenda a estar presente

Faça isso, apague neste exato momento o som incessante e repetitivo dos seus pensamentos.

  • Agora abra os olhos, mas não só para olhar: “veja” com maior calma tudo aquilo que o rodeia.
  • Diminua o ritmo da sua vida, pare e respire.
  • Agora, aprenda a escutar. Você tem “ouvido” sons durante muito tempo, mas é hora de sentir, de ver e ouvir com o coração, com o centro da sua mente.

Da mesma forma, outra ferramenta excepcional para aprender a estar mais presente é gerir melhor o nosso tempo. Se você deseja ter uma vida mais plena, é necessário aprender a aplicar filtros mentais adequados e a concentrar todas as suas energias e recursos pessoais nesse propósito de vida que tem em mente.

4. Deixe de lado o “EU TENHO QUE SER” para praticar o “EU SOU”

Nós passamos grande parte da nossa vida sendo o que os outros esperam de nós. Nos esforçamos para agradar, para ser o que os outros querem… Tudo isso é fonte de sofrimento desnecessário que nos leva a uma dura infelicidade.

  • Faça mudanças. Substitua o “eu tenho que ser” pelo “eu sou”.
  • A meditação pode ser uma grande aliada para lembrar-nos de quem somos e entrarmos em contato com o nosso verdadeiro eu no momento presente.

Não podemos nos esquecer de que a ferramenta essencial do Mindfulness é, sem dúvidas, a meditação.

5. Pratique a aceitação

Praticar a aceitação no nosso dia a dia não significa nos rendermos diante de tudo aquilo que acontece ao nosso redor.

  • Significa, em primeiro lugar, aceitarmos a nós mesmos e as nossas emoções presentes.
  • A aceitação também nos permite entender realidades alheias às nossas e a respeitá-las.
  • Da mesma forma, saber aceitar é falar o idioma do coração onde se conjugam a tolerância e a compreensão. Só assim seremos capazes de iniciar mudanças, de abrir as portas em direção ao nosso bem-estar interior.

Para concluir, estas cinco chaves são como janelas que espreitamos todos os dias para ver e entender a vida de outro modo.

O Mindfulness é o melhor marco para nos aproximarmos de uma felicidade mais plena e mais autêntica. Não hesite em aproveitar suas ferramentas, em permitir-se ser guiado por especialistas da área. A formação é sempre o modo mais simples e prático de conseguir resultados diretos em pouco tempo.

Fonte: amenteemaravilhosa

Pitaquinha

 

Publicado em Comportamento | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 6 Comentários

Faça você mesmo: 15 ideias de DIY para você se inspirar e criar

Olá pessoal!!

A tendência do DIY (Faça você mesmo) está super em alta. Com isso, muita gente se arrisca em expressar toda a criatividade para transmitir sua personalidade na decoração. Por isso, queremos te ajudar com algumas dicas que de DIY que você pode fazer ainda hoje. Então confira abaixo e nos conte o resultado nos comentários.

1) Faça você mesmo o efeito mármore

Fonte: archiproducts.com/pt

Você pode transformar qualquer objeto com aparência de um item de mármore. Isso está super em alta, principalmente porque o mármore é um ítem de luxo, e a aparência dele em objetos do cotidiano dá um toque todo especial para o objeto.

2) O poder do cimento na decoração

Fonte: elo7.com.br

Outra dica que está super em alta nas decorações é o cimento. Você pode aplicá-lo de diversas maneiras. Uma delas é criar potes, castiçais, banquinhos e até mesmo lindas luminárias. Você também pode substituir a textura lisa por texturas de cimento em relevo. O resultado é surpreendentemente fantástico!

3) Iluminação com potinhos de vidro

Fonte: arvorecoite.blogspot.com.br

Os potinhos de vidro têm o poder de deixar a decoração do ambiente uma atração principal. Principalmente se você fazer vários potinhos de pendentes, como na imagem. Uma dica que fica bacana é deixar cada um em uma altura. Assim ele deixará o ambiente ainda mais autêntico.

4) Decoração com papel de docinhos

Fonte: blog.sakuraorigami.com.br

Sabe os papéis de docinhos de festas de crianças? Você pode utilizá-los para fazer flores iluminadas e outros objetos de decoração super fofos e criativos. Se você tem dom para dobradura, pode ousar e criar outros objetos maravilhosos com estes papéis lindos.

5) Decoração com lata

Fonte: saint-gobain.com.br

As latas são um prato cheio para decorações criativas, no estilo DIY. Isso vale tanto para latas de atum, sardinha, milho, ervilha ou qualquer outro produto enlatado. A dica é você pintar, forrar com tecido, com corda, papel e até mesmo fita. Elas podem servir como floreiras, castiçais, recipientes e também como luminárias.

6) Parede de quadro negro/lousa

Fonte: drfaztudo.com.br

As paredes de quadro negro é uma das tendências que está mais em alta. Para isso, você vai precisar de uma pintura chalk pain, que é uma tinta feita à base de giz ou gesso em pó. Ela permite que você cubra qualquer superfície: madeira, quadros e paredes.

7) Globos terrestre como luminárias para a decoração

Fonte: brandanidecore.com.br

A próxima dica de DIY é usar os globos terrestres como luminárias. O resultado é incrível! Para isso, você faz o seguinte: corte o globo na metade, lixe as bordas, instale um soquete para lâmpada com fio. Depois, você coloque a lâmpada e é só ascender!

8) Washi tapes: a fita adesiva feita de papel japonês

Fonte: stories.cromly.com

A Washi tapes é uma maneira de dar cor aos móveis sem ter que optar pela tinta. Ela é uma fita adesiva japonesa, fabricada através de ingredientes naturais. Com elas você pode decorar os pisos, paredes, portas e até mesmo carros, acredita?!

9) Utilizando as gavetas para criar arte na decoração

Fonte: joiadecasa.com.br

Sabe aquela cômoda velha, que você está pensando em jogar fora? Ou aquele criadinho que está guardado? Você pode tirar as gavetas deles e decorar sua casa com muito estilo e criatividade. Para ficar ainda mais legal, lixe e pinte de uma cor que combine com o restante da decoração do local.

10) Faça Nail string art você mesmo

Fonte: betsycouzins.files.wordpress.com

Você sabe o que é nail string art? É criar desenhos com fios. Parece complexo, mas é bem simples e o resultado é incrível. Você só vai precisar de uma tábua de madeira e um molde com o símbolo que você quer. Não se esqueça dos pregos, martelo e da linha.

11) Use os pallets em sua decoração

Fonte: blog.cerbras.com.br

Os pallets são os protagonistas da técnica DIY. Com eles, você pode fazer sofás, mesa, base para camas, canteiros e até mesmo estantes de livros. Você pode optar por pintá-los ou não. Os pallets envernizados são ótimas opções para deixar com um estilo rústico, mas caprichado.

12) Malas antigas como decoração

Fonte: pt-br.facebook.com/amearquitetura

As malas antigas dão um charme todo especial para qualquer decoração. Você pode colocá-las na parede, servindo de prateleira e o resultado será fantástico. Com certeza será a protagonista do ambiente. Você também pode utilizá-las como criadinho, o resultado é maravilhoso.

13) Livros, livros e livros ❤

Fonte: blogdamariafernanda.com

Nada melhor do que os livros para deixar a decoração mais especial, cool e toda customizada. Você pode fazer pilhas de livros e deixá-los como abajur. Também pode criar arranjos diferentes para eles. O resultado é sensacional!

14) Caixas que podem ser usadas como estante

Fonte: journaldesorrisos.wordpress.com

Quer uma estante criativa? Então olha só essa dica: você pode utilizar caixas e montá-las na disposição que desejar. Pode pintar ou deixá-las na cor original. Depois é só pregá-las na parede e pronto! Terá uma linda estante que você mesmo fez.

15) Hortas de canaletas

Fonte: blogdomandiocaco.blogspot.com.br

Sabe aquelas hortas lindas para apartamentos ou casas? Você mesmo pode criar uma a partir de canaletas. O melhor é que você pode colocá-las como quiser: horizontais, verticais, com a distância que desejar entre uma e outra e até mesmo o tamanho que quiser.

Fonte: https://www.habitissimo.com.br

Pitaquinha

Publicado em Achado, Diy | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 11 Comentários

Aqui e agora, não há nada além

Olá pessoal!!

Você, que acorda a cada manhã com o cabelo bagunçado, tentando adiar o que será o começo de um novo dia, preferindo manter o romance idílico com o seu travesseiro.

Ou você, que assim que toca o despertador, corre com toda a pressa porque se juntam os minutos do café da manhã com os de lavar o rosto e pegar as chaves de casa, para ir disposto a começar um novo dia.

Sim, você, que assim que começa a se ligar com a realidade, após um período de sono, dirige a sua mente para o que tem que fazer ao longo da manhã ou da tarde, e se você me apressar, ao longo da semana. Futuro. Você está no futuro.

Ou também pode se pôr a pensar que a sua reunião de ontem não foi tão boa quanto você esperava, que o resultado do seu trabalho deixou muito a desejar ou que gostaria de ter estudado mais. Passado. Agora você está no passado.

Futuro e passado. Passado e futuro. Tão somente dois momentos temporais, que se unem com um fio transparente, movendo-o de um ao outro constantemente.

– O que fiz ontem… o que farei amanhã… – e você repete isto como se fosse um mantra

E enquanto isso, quase nem aprecia o sabor do que está comendo, o toque do pijama sobre a sua pele ou os raios de sol que espreitam a sua janela. 

Pensamento e pensamentos que sucedem e se encadeiam um atrás de outro, porque você se viciou a isto, a viver em automático em direção ao futuro e ao passado.

Você vive para a frente e para atrás, consumindo os segundos do presente. Desperdiçando o agora.

E se você se detiver? Você já experimentou? Você poderia tentar mesmo que fossem apenas um par de segundos.

Convido-lhe e sugiro que o faça. Respire. Sinta-se. Conecte-se a si mesmo. 

Comece prestando atenção ao que estiver fazendo, ao seu presente. A vida são momentos e é preciso começar a espremê-los ao máximo. Adiante, com intenção e responsabilidade, proponha-se.

O melhor lugar para começar é onde você estiver, por exemplo agora, lendo estas linhas. Mergulhe na experiência. Assim você garante uns momentos para si.

Desfrute do que você estiver fazendo, faça-o conscientemente. Sabendo o que você faz, mergulhando na experiência. Como se faz? Eu já disse. Colocando atenção naquilo que estiver fazendo. Sendo consciente.

Quando você estiver comendo, está comendo, só isso. Saboreie a comida, a textura do alimento… Do mesmo jeito quando estiver tomando banho. Alguma vez você já se concentrou na sensação da água sobre a sua pele? Ou quando estiver com seus amigos, dedique-se a eles, a suas conversas.

E sim, também nos momentos desagradáveis. Nem tudo será impregnar-se de alegrias. Aprofunde-se e encontre o seu propósito, as suas necessidades e suas sensações.

Descubra o poder da aceitação. Esqueça os ressentimentos e as expectativas.

Muitas vezes nos afastamos do agora porque este dói ou não é como o havíamos imaginado. Ou porque nos sentimos culpados de poder desfrutá-lo… pode ser por tantas razões…

O que você fez, feito está, e o futuro, mesmo que você tenha que trabalhar e se esforçar a favor do que você deseja, virá. Como dizem: não use o passado como sofá e sim como trampolim, e apague o “e se…” da sua vida, porque as hipóteses não são a realidade. Apenas procure ter uns minutos consigo, com o agora.

Entregue-se à experiência.

E lembre-se, aqui e agora, neste momento. Não há nada mais.

amenteemaravilhosa

Pitaquinha

Publicado em Comportamento | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 21 Comentários

Combinação de cores para quartos

Olá pessoal!!

Quando os moradores se mudam para novos imóveis em Curitiba, a primeira tarefa é escolher quais cores vão decorar os quartos, o que é uma tarefa muito pessoal. Envolve gostos e muita personalidade do morador. A paleta de cores pode transmitir muitas sensações, e até mesmo sentidos. 

Definir a paleta de cores de um quarto é algo que pode levar muito trabalho. Existem tantas cores e possíveis combinações que muitas vezes ficamos sem saber o que fazer. Os apartamentos à venda em Curitiba, quando entregues, são como telas em branco esperando as ideias surgirem, por isso fazer um pequeno planejamento é muito importante. As cores definem como será a decoração, criam uma dinâmica no quarto e contribuem para deixar os ambientes aconchegantes. 

Cada cor tem um significado diferente para uma pessoa e pode até mesmo influenciar seu humor, por isso, você precisa ficar atento a cada detalhe, pois caso escolha uma cor errada, o resultado final pode ser um desastre. A tarefa pode ser trabalhosa, mas não se preocupe, a experiência é incrível. 

Antes de partir para a escolha das cores, você precisa pensar em quem vai dormir ali. Um casal? Um jovem solteiro? Uma adolescente sonhadora? Uma criança criativa que está na fase de descobrir o mundo a sua volta? Seu primeiro passo é responder qual a personalidade do ambiente e então, encontrar um equilíbrio entre as cores.

O segundo passo é analisar a cor dos móveis e objetos e depois escolher a cor das paredes. Qual a cor da cama? A tonalidade dos móveis? Qual cor é o piso, cortina e dos objetos de decoração?  Mesmo se você montar um quarto do zero, todas essas questões devem ser levantadas. Lembre-se que durante o processo você não precisa usar apenas cores sólidas, aposte em texturas, listras (verticais e horizontais) e até mesmo desenhos e formas geométricas.

Como escolher uma paleta para o quarto?

Você não precisa mais se deslocar até uma loja de construção e pedir uma amostra de cores Pantone. Hoje, com o avanço da tecnologia, você pode baixar aplicativos e visitar sites que oferecem uma assistência na hora de definir as cores para usar em seu quarto. Aproveite esse momento para pesquisar, fazer comparações e buscar novas referências no Pinterest, redes sociais de imagens que oferece novas ideias para decoração, desenhos, cores, festas e muito mais. Uma ajudinha profissional também é sempre bem-vinda, caso tenha alguma dúvida.

Depois que você escolher as cores que deseja usar, imprima e use como base para montar o quarto dos seus sonhos. Compare as cores com os móveis e objetos que têm, veja se combinam. Esse é o jeito mais fácil de acertar as cores, sem precisar refazer todo o trabalho por falta de combinação.

Cores para quartos de casal

O quarto do casal é um dos maiores desafios que existem, pois deve ter a personalidade de duas pessoas. Alguns casais que compartilham as mesmas preferências de decoração e cores, outros não. Por isso, para criar um espaço neutro é necessário fazer uma pesquisa e definir uma paleta de cores juntos.

Muitos acreditam que um quarto branco não tem vida ou personalidade. Por ser um tom muito neutro e que combina com tudo, o casal pode destacar ainda mais as cores e texturas, como da madeira, itens de decoração com cores mais vibrantes e escuras. A cama pode se o ponto de destaque, ao exibir estampas criativas, modernas e cheias de vida.

Os casais mais tradicionais podem optar por cores mais sóbrias e uma decoração mais tradicional. O bege deixa os quartos mais aconchegantes e clean. Você pode contrastar com um revestimento de pedra e até mesmo com a roupa de cama em tons de azul, por exemplo.

Para os casais que escolherem uma base cinza, podem deixar o ambiente mais aquecido com os pisos de madeira e um papel de parede com dois tons, como o cinza mais claro e o branco.

Cores para quarto de meninas

Antes de decidir a cor que vai decorar o quarto de uma menina, precisa-se levar em conta qual estilo seguir. Seja criança, adolescente, jovem ou até mesmo uma pessoa adulta, as meninas possuem um estilo próprio. A primeira decisão é descobrir qual é a cor preferida da dona do quarto, em seguida, pensar em um visual que combine com a sua personalidade.

A cor mais popular entre as meninas é rosa. Uma das magias dessa cor é a possibilidade de tons que existem, dos mais delicados ao mais forte e com presença. Os tons mais delicados, são sempre direcionados para meninas mais novas. Eles são mais discretos, mais leves e conseguem mesclar com outras cores delicadas, como o branco e o roxo. Já as tonalidades mais escuras, são para adolescentes, que gostam de cores vivas e gostam do contraste que surge com o preto.

Tons do azul também são populares em quartos femininos. As paredes em tons mais claros trazem serenidade para o ambiente e combinam com uma decoração colorida. O azul turquesa combina com um público feminino mais adulto, que gosta de móveis claros e buscam trazer mais alegria e serenidade para o seu cantinho.

 

Cores para quarto de meninos

Semelhante às meninas, é necessário conhecer a personalidade dos futuros donos do quarto e levar em consideração sua idade. É muito bacana criar uma paleta de cores diversificada como contrate, tendo como base uma paleta de cores mais neutras.Os meninos preferem quartos com cores mais sóbrias e mais discretas, mas você pode usar a imaginação e investir em paredes com desenhos temáticos.

O azul é sempre uma boa aposta para os garotos. Você pode escolher móveis de madeira escura, caso ele seja ainda criança e não tenha muito cuidado para manter seu quarto muito organizado. Quanto mais velhos, você pode usar móveis mais claros.

O quarto temático pode ser com instrumentos musicais, esportes, carros e até mesmo com os personagens dos seus jogos e desenhos preferidos. Use a imaginação para criar um pequeno refúgio para os meninos.

Hoje em dia não existem muitas regras para escolher a cor de um quarto. As pessoas estão seguindo seus gostos pessoais e deixando alguns padrões e tradições de lado. Após uma longa procura por casas à venda em Curitiba, muitos moradores passam a se preocupar em como fazer o esquema de cores funcionar com harmonia. Mas lembre-se que o importante é que as pessoas sintam-se à vontade em seus quartos para relaxar, passar tempos produtivos e descansar depois de um longo dia.

Pitaquinha

Publicado em Dicas | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , | 18 Comentários

Dicas para evitar a candidíase no verão

Olá pessoal!!

A candidíase é uma doença típica do verão, mas existe tratamento eficaz para combatê-la. Saiba quais são e os sintomas que ela apresenta.

Muitas mulheres sofrem com a candidíase no verão. Mas porque no verão aumenta os casos dessa infecção vaginal? Nessa época do ano elas são mais comuns porque a temperatura elevada contribui para a proliferação de bactérias e fungos presente na flora vaginal.

Essa região é quente e úmida e no verão as mulheres acabam tomando mais banhos de piscina e mar, permanecendo com o biquíni molhado por um tempo, levando assim, ao aumento de incidências de infecções.

Quais são os sintomas da candidíase?

A candidíase pode apresentar alguns sintomas variados em cada mulher. Entre eles:

  • Coceira na vulva e na vagina
  • Dispareunia ou dor ao urinar
  • Vermelhidão na região vulvar
  • Corrimento branco e de aspecto de leite talhado

Como evitar a candidíase no verão

Além de saber que o uso prolongado do biquíni molhado, má higiene íntima e dos banheiros favorecem o crescimento dos fungos responsáveis pela candidíase, você também pode:

  • Usar calcinhas de algodão
  • Evitar roupas apertadas e abuse das saias e vestidos, afinal, é verão
  • Dormir sem roupa, inclusive sem calcinha
  • Evitar o uso de absorventes diários
  • Jamais compartilhar roupas íntimas ou tolha de banho
  • Usar sabonete neutro para lavar roupas íntimas e deixá-las secar em local arejado
  • Optar por uma alimentação equilibrada para ter imunidade sempre alta

Quais os fatores que favorecem a candidíase?

Para complementar o que foi dito antes, alguns fatores podem contribuir com a candidíase. Eles são:

  • Gravidez
  • Imunidade baixa
  • Diabetes
  • Excesso de açúcar

Qual o melhor tratamento para candidíase?

A primeira atitude a tomar, assim que perceber o problema, é agendar uma consulta com seu médico ginecologista. Ele fará o diagnóstico através de um exame clínico e poderá recomendar o uso de medicamentos antifúngicos e de pomadas vaginais.

Saiba que o tempo de tratamento varia conforme a ação do medicamento, podendo chegar até 14 dias com uso de pomadas distribuídas nos postos de saúde. Mas se você quiser um efeito mais rápido, converse com o seu médico para que ele prescreva as vendidas nas farmácias.

Elas chegam a ter um custo elevado, mas se você tiver convênio médico que tem parceria com farmácias, poderá economizar com os descontos oferecidos.

Faz bem saber

Veja alguns esclarecimentos sobre a candidíase e tire suas dúvidas:

  • A candidíase é uma infecção que pode acometer mulheres de todas as idades, inclusive as virgens;
  • Não existe comprovação em relação às formas de transmissão, porém, é recomendado manter a higiene íntima e dos banheiros;
  • Homens também podem ter a doença e nem sequer manifestar os sintomas, porém, os fungos não costumam sobreviver por muito tempo, já que o órgão masculino não fica abafado como o feminino;
  • Existe cura para o problema, mas ele pode voltar mais vezes durante o ano.

Siga essas dicas para evitar candidíase e não sofra com o problema, aproveitando mais o verão!

Por: Andreia Silveira, colaboradora do site PlanodeSaúde.

 

 

Publicado em Dicas, Saúde | Marcado com , , , , , , , , , , , , , | 7 Comentários

Hoje é o dia de voltar a ser feliz

Olá pessoal!!

Voltar a ser feliz pode se tornar um desafio, por causa das responsabilidades e por viver no “piloto automático”; às vezes, problemas cotidianos se tornam protagonistas de nossa vida.

De repente, esquecemo-nos de aproveitar, começamos a adiar o que desejamos fazer e apenas nos movemos por inércia.

É fácil nos deixarmos levar por essa vida em que todos os dias são iguais, em que parecemos peixes que mordemos a isca e para os quais a mera ideia de sair de nossa “zona de conforto” nos aterroriza. 

Voltar a ser feliz começa pelo presente

Somos conscientes do quanto ignoramos o presente? Nossa mente divaga de maneira constante pelo passado ou pelo futuro e, às vezes, gera sensações de ansiedade ou de preocupação que não nos trazem nada de bom.

Passamos tanto tempo acostumados a essa inércia que se torna muito complicado estar no aqui e agora.

Na verdade, se alguma vez tentamos praticar o mindfullness, ioga ou meditação, vivenciamos um nervosismo incontrolável de quem não é capaz de deixar de pensar, de começar a sentir, de se focar no momento presente.

Muitas vezes, achamos que é uma perda de tempo nos centrarmos no agora. No entanto, manter nossa mente ocupada por pensamentos inúteis não serve de nada.

Um excesso de ideias preocupantes, de responsabilidades, culpas e arrependimentos, pensamentos ruminantes, fazem com que nos esgotemos, que gastemos mal nossa energia.

Voltar a ser feliz não é complicado, desde que tomemos isso como o primeiro passo apenas. O mais importante, ao que dedicaremos mais tempo.

O presente é o princípio do equilíbrio, da alegria e da felicidade.

Hoje é um dia importante

Hoje é um dia importante para voltar a ser feliz, portanto, não o desperdicemos naquilo que torna a existência mais complicada.

Por que continuamos dando desculpas para não fazer o que desejamos hoje mesmo? E se amanhã tudo terminasse para nós?

Acreditamos que a vida é longa, mas isso pode não ser verdade e, no momento mais inesperado, nos surpreendemos com o contrário.

Às vezes, adiamos coisas que queremos fazer, enquanto priorizamos outras. É verdade que temos responsabilidades, mas também temos o direito de aproveitar a vida.

O equilíbrio é importante se queremos viver plenamente. Assim, devemos tocar todas essas áreas de nossa vida, na qual nos incluímos.

Nosso tempo, nosso ócio e nosso prazer.

Criamos desculpas porque “não é o momento”, ou “não posso me permitir”. Talvez, você possa, sim, mas pensa no amanhã, em acumular sem desfrutar.

Não estamos dizendo que desperdice dinheiro, mas sim que pense em utilizar uma pequena parte para si, em você. Porque você merece… sabia?

Recuperar o sorriso

Parece que o prazer está penalizado e, em troca, premia-se a angústia, os deveres, tudo aquilo que é “bem visto”.

Não nos estranha tanto que uma grande parte da população tenha depressão e, pelo contrário, nos perguntamos como algumas pessoas fazem para desfrutar tanto da vida; será que não trabalham?

Esses pensamentos limitam nossa maneira de viver e fazem com que voltar a ser feliz seja quase um sonho.

Recuperemos nosso sorriso. Se desejarmos ir ao cinema, reservemos um pouco de tempo para ir hoje mesmo! Não é uma bobagem, é o que queremos. Vamos nos fazer felizes.

Abandonemos essas ideias que nossa mente fica ruminando, que nos preocupam durante dias sobre algo que dissemos ou fizemos e que não tem solução, nem pode mudar. Aprendamos a soltar, a não nos agarrar.

Deixemos de estar no “piloto automático” e vamos saborear cada pequena coisa que já deixou de nos surpreender por ser uma constante em nosso dia a dia.

Vamos nos deleitar com o sabor da comida, nos esquecemos de focar nisso! Vamos nos fixar nas coisas que existem ao nosso redor, levantemos a cabeça, vamos olhar apenas para a frente.

Antes de ir, comece a aplicar isso: Hoje, decido não me amargurar por nada

Vamos nos dar conta do quanto estamos cegos e de como permitimos que a vida passe diante de nossos olhos como se não valesse nada.

Fonte: melhorcomsaude

Começamos a dar o valor que a vida merece? Hoje é o dia de voltar a ser feliz… ou vamos deixar para amanhã?

 

Pitaquinha

Publicado em Comportamento | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 19 Comentários

Dicas para conservar maiôs e biquínis perfeitos

Olá pessoal!!

Guardados na maior parte do ano, no verão os biquínis, maiôs e sungas deixam os armários para fazer sucesso nas praias e piscinas. Nas férias então, o uso é praticamente diário! Se por um lado os banhos constantes são refrescantes, por outro acabam prejudicando a aparência das roupas de banho.

Por isso, com o entra e sai da água e a exposição ao sol, biquínis e maiôs precisam de cuidados para durar mais e não perder a vitalidade. O protetor solar e o cloro são os maiores inimigos do elastano, principal componente dessas peças. Como são justamente estes produtos que ficam em contato permanente com a roupa de banho, a regra número um para que as peças não percam a forma e mantenham a modelagem, é lavá-las o quanto antes.

Os principais cuidados que você deve ter para aumentar a durabilidade das roupas de banho e mantê-las bonitas durante todo o verão, da lavagem ao armazenamento.

 

 

Peças da Netshoes: segundo pesquisa, brasileiras levam em conta a durabilidade na hora de escolher o biquíni. Confira os cupons de descontos.

Como lavar

 Separe por cores para evitar manchas.

 Retire bem a areia com muita água corrente e uma escova macia.

 Lave à mão, use água fria e sabão neutro ou sabão para roupas delicadas, esfregue com delicadeza e enxague com água fria.

 Verifique os rótulos dos produtos, lembrando que sabonetes nem sempre são neutros, nem mesmo os produtos à base de coco.

 Não torça as peças, apenas esprema delicadamente, e estenda na sombra.

 Nunca use alvejante para não amarelar o tecido.

Não passe a ferro, porque a temperatura errada pode danificar o tecido.

Em caso de manchas

 Aplique detergente e água na região em caso de óleo ou protetor solar.

 Outra opção é fazer uma solução com 1 litro de água fria e uma colher de sopa de bicarbonato, deixando de molho por 10 minutos. Esfregue levemente em seguida e enxague.

Biquínis brancos

 Para evitar que comecem a amarelar, lave com água e detergente neutro assim que chegar em casa.

 Coloque de molho por 20 minutos com água oxigenada (na proporção de 5 colheres de água oxigenada 30 volumes para 2 litros de água).

 

 

Novos modelos de moda praia da loja Netshoes

Para guardar

 Deixe as peças secarem por inteiro para evitar que mofem.

 Nunca passe.

 Guarde em sacos de TNT porque evitam o surgimento de fungos e dificultam o acúmulo de umidade.

 Dispense os sacos plásticos devido à falta de ventilação.

 Evite enrolar ou envelopar.

Cuidadinhos extras

 Não sente com o biquíni em chão áspero, na areia ou em pedras. A abrasividade pode desgastar o tecido, criando as horríveis bolinhas.

 Altas temperaturas aceleram o desgaste do elastano. Não seque as peças sob o sol ou deixe-as por muito tempo em ambientes quentes, como o porta-malas do carro.

Assim fica bem mais fácil, não é mesmo?! Aproveitem as dicas e curtam o verão!!

Pitaquinha

Publicado em Sem categoria | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 8 Comentários

A intuição vem da alma

Olá pessoal!!

Para Albert Einstein, a única percepção verdadeiramente importante era a intuição. Não é magia nem sedução, só essa sutil capacidade que nos faz inclinar a balança um pouco mais para um lado, ela que em pouco mais de dois segundos nos permite julgar se uma pessoa é confiável ou não. A intuição é a linguagem da alma guiada pelo caminho da experiência inconsciente escondida em nosso cérebro.

Apesar de existir uma extensa bibliografia que se aprofunde no sentido mais psicológico, puro e interessante da intuição, interessará a você saber que é também um tema muito estudado e analisado pela ciência. Tanto é assim que Howard Gardner, notável especialista nas teorias da mente, nos fala da necessidade de desenvolver um tipo de inteligência intuitiva, pelo meio da qual podemos ser mais receptivos ao nosso mundo interior. 

Nenhum marinheiro consulta um livro para saber enfrentar um oceano revolto, deixa-se levar por sua intuição, por essa voz interior que sabe ler os perigos e prever a melhor rota, a melhor estratégia. Essa que toma em pouquíssimos segundos…

Se o estudo da intuição se interessou por algo desde sempre é por ser esta uma estratégia que guia grande parte de nossas decisões cotidianas. Tomar um caminho e não outro, desconfiar de alguém, rejeitar uma oferta de trabalho, aceitar um projeto… Há quem medite muito sobre as coisas, outros, ao contrário, deixam-se levar por ela, pela intuição.

A intuição: o caminho do inconsciente para o mundo consciente

Ninguém pode nos garantir que por seguir nossa intuição vamos tomar as decisões mais acertadas. Não obstante, o que conseguiremos é um aspecto de igual importância: atuar de acordo com nossas essências, valores, emoções e julgamentos feitos de acordo com nossas experiências anteriores. Daremos um passo rumo ao adequado equilíbrio interior.

“Duvido que algum dia um computador ou um robô tenha uma intuição igual a do intelecto humano.” -Isaac Asimov-

Um dos mais entendidos nesta matéria é o sociológico e ensaísta Malcolm Galdwell. Através de seus muitos estudos ele nos demonstra como agentes de bolsa, médicos, psicólogos, publicitários, mecânicos ou donas de casa são capazes de tomar decisões certas em poucos segundos. Estamos então diante de um tipo de poder que vai mais além das capacidades psíquicas ordinárias? De jeito nenhum, vamos explicar a seguir o que se passa.

Características essenciais da intuição

A intuição faz parte do que é conhecido como inconsciente adaptativo. Cada coisa aprendida, sentida, interiorizada, pensada e experimentada cria um poço de sabedoria única e particular que nos define. É nossa essência, é um capital mental que usamos quase sem nos darmos conta dele a cada dia.

O poder da pessoa intuitiva reside em saber usar esse capital como canalizador. O bom intuitivo saberá separar todos os galhos do bosque para encontrar o caminho diante da encruzilhada. Porque decidir, no final, é a arte de descartar, e acreditemos ou não, a intuição é uma ferramenta formidável para isso.

Como desenvolver nossa inteligência intuitiva

Antes de saber como podemos potencializar nossa inteligência intuitiva, é possível que você se pergunte por que deveríamos fazê-lo e qual a utilidade que essa inteligência tem. Bem, para isso temos que lembrar como funciona a inteligência tradicional, que faz uso da reflexão e do processamento mais lógico. 

Graças a Howard Gardner sabemos que existem muitos tipos de inteligência e que todas são igualmente úteis. A inteligência intuitiva, por sua vez, vai nos permitir aflorar nossa consciência e nossas emoções para podermos tomar decisões mais rápidas, ou nos permitir dispor desse outro tipo de informação mais íntima nossa, para poder contrastá-la com um ponto de vista mais racional e convergente.

 

Dicas para desenvolver a inteligência intuitiva

A intuição é mais sentida do que pensada. Por isso, é preciso saber escutar nossas emoções, entender o que acontece em nosso mundo interior para encontrar a calma e o equilíbrio.

Daniel Goleman, por exemplo, diz que uma vez que consigamos controlar e entender nossas emoções, nos permitiremos pensar “em Zen”, ou seja, alcançar um estado mental de calma profunda para sermos mais receptivos ao nosso interior e também ao nosso entorno.

As mensagens que a intuição costuma nos enviar são às vezes bastante complexas: sensações, formas, palavras… Temos que saber interpretá-las. Quanto mais liberdade damos à mente, sem preconceitos e barreiras, mais nossa intuição aflorará.

Para concluir, a inteligência intuitiva pode ser treinada a cada dia, sempre e quando nos permitamos ser mais livres de pensamento e também receptivos a nossas emoções. A intuição não é só uma coisa de mulheres; todos os seres humanos dispõem dessas rajadas de luz mental, dessas sensações do coração que nos guiam para uma opção muito mais concreta e, no fim, muito mais acertada. Vale a pena nos deixar guiar por elas, por essa linguagem tão especial…  

Fonte: A mente é maravilhosa
Pitaquinha
Publicado em Comportamento | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , | 23 Comentários

Ritual de esfoliação: vale a pena investir nele

Olá pessoal!!

A esfoliação é extremamente importante para o rosto. Para quem deseja manter a pele bonita e saudável pode utilizar a técnica.

Com a esfoliação é possível eliminar as células mortas da superfície cutânea. Com o processo é possível promover a renovação da pele, limpando os poros. No entanto, para garantir seus benéficos é preciso saber como esfoliar o rosto corretamente.

Ritual de esfoliação: Como fazer

A esfoliação pode ser feita em casa, desde que utilize o produto adequado e aplicado da forma certa. Além disso, depois do cuidado de esfoliar o rosto é preciso fazer outros passos. Veja como fazer.

Ritual de esfoliação: Benefícios

O principal benefício com o ritual da esfoliação permite:

  • Melhor tonalidade natural e uniforme da pele.
  • É eficaz contra a celulite.
  • Melhora a circulação sanguínea.
  • Estimula o sistema metabólico.
  • Aumenta a capacidade e a eficiência do corpo na eliminação de toxinas.
  • Prepara o corpo para o Verão e a obtenção de um bronzeado bonito e uniforme.
  • Devolve à pele um aspecto saudável.
  • A esfoliação pode ser relaxante, dependo das técnicas e ingredientes usados.

Ritual de esfoliação: Renovação da pele

A esfoliação é fundamental para eliminar as células mortas da pele. Com o cuidado é possível trazer o brilho e a maciez para a sua pele. Além disso, o processo permite suavizar manchas, marcas e até cicatrizes do rosto.

Este processo pode ser feito em clínicas de estética e em casa com creme ou gel esfoliante. Na hora de escolher o produto para esfoliar o rosto é preciso ver se é indicado para o seu rosto.

Hoje existem alguns produtos com grãos grossos e não são indicados para uma pele delicada. Ainda tem também as versões com gel ou em creme. Em sua embalagem é possível saber se são indicados para as peles secas, oleosas ou normais, procure conferir.

Para a aplicação é preciso que seja feito de forma suave e em movimentos circulares. Procure massagear o rosto por alguns minutos. Faça a aplicação pelo menos uma vez por semana e siga as instruções do fabricante ou dermatologista.

Ritual de esfoliação: Passo a passo

Limpeza
Antes de fazer a esfoliação prepare a sua pele fazendo uma limpeza com produto adequado. Escolha sabonete em barra, líquido ou uma loção de limpeza. Lembre-se, use apenas o produto indicado para o seu tipo de pele: seca, oleosa ou mista. Se você estiver com maquiagem, opte pelo demaquilante para remover as impurezas e resquícios da make. Isto ajuda evitar agredir a pele.

Esfoliação
Depois de remover a maquiagem e fazer a limpeza da primeira camada e feita uma limpeza mais profunda e a esfoliação do rosto. No processo faça movimentos circulares e suaves e após lave bem até remover o produto.

Tônico
Após esfoliar o rosto, o tônico adstringente trata os poros obstruídos e dilatados. A aplicação deve ser feita de forma suave apenas com as pontas dos dedos.

Hidratação
Depois que a sua pele estiver limpa devido à esfoliação é preciso hidratar. Escolha um produto de acordo com sua pele e faça a aplicação. Se possível utilize um creme que possua filtro solar, se não tiver, passe o protetor depois da hidratação.

 

Pitaquinha

Publicado em Moda e Beleza | Marcado com , , , , , , , , , | 10 Comentários

11 conselhos para as pessoas ansiosas

Olá pessoal!!

Você provavelmente já viu uma frase de Augusto Cury em algum lugar ou já se deparou com algum livro dele em uma estante destacada de livraria.

Augusto Cury é psiquiatra, professor e escritor. Seus escritos são obras-primas que iluminam a vida de todos nós, guiando-nos através de meios mais positivos de pensar e agir. Suas obras já foram publicadas em mais de 70 países e mais de 25 milhões de livros foram vendidos apenas no Brasil.

Augusto Cury tem 11 conselhos para as pessoas ansiosas.

Se você for ou conhecer alguém que sofre dessa condição, confira as 11 dicas abaixo e coloque-as em prática para melhorar sua qualidade de vida.

1. Incorpore os exercícios físicos em sua rotina

Esse tema é repetitivo, quando se fala em qualidade de vida, mas por uma boa razão. Além de nos ajudarem a emagrecer, ganhar disposição e ânimo em nossas rotinas, os exercícios físicos nos possibilitam a liberar endorfina, os famosos neurotransmissores que nos ajudam a liberar o estresse e aumentar os sentimentos de prazer. 

2. Seja consciente sobre a quantidade de informações que você absorve

Quando focamos em informações demais, esse grande acúmulo não é perdido. Ele se armazena, involuntariamente, em nossas mentes através de um fenômeno conhecido como Registro Automático da Memória (RAM). Todo esse excesso de informações transforma nossas mentes em um certo depósito, o que pode contribuir para hiperatividade e falta de desejo ou vontade de descanso.

3. Mantenha seu senso de competição saudável

É cada vez mais comum o desejo de ser bem-sucedido a qualquer custo. Movidas por esse estímulo, as pessoas agem precipitadamente e sem sabedoria, o que destrói relacionamentos e nos torna, pouco a pouco, reféns do dinheiro, da fama, da família perfeita, da aparência incomparável. Nunca se esqueça de que tudo está em constante mudança, possivelmente sua situação atual não será a mesma para sempre, não importa se é boa ou ruim. Saiba que tanto o seu sucesso ou fracasso não são eternos e trabalhe todos os dias para se tornar uma pessoa melhor.

4. Aprenda a utilizar a técnica DCD

DCD significa duvide, critique e determine. Essa é uma técnica de comportamento que tem o seguinte princípio: Duvide de tudo aquilo que controla a sua emoção e conspira contra a sua vida. Critique cada pensamento negativo. Critique seu conformismo e reflita sobre as causas de seus conflitos. Tudo são escolhas. Decida mudar de vida, tornar-se uma pessoa mais feliz e grata. Alinhe suas emoções com a realidade que você deseja manifestar e esteja sempre pronto para viver novas experiências. Participe de sua vida atentamente!

5. Use a tecnologia conscientemente

As novas tecnologias, principalmente com o uso da internet, estão mudando nossas vidas diariamente, trazendo mais praticidade e rapidez. No entanto, também há seus lados negativos, a comunicação está se tornando superficial. Por mais que possamos nos comunicar com pessoas de basicamente qualquer lugar do mundo, isso nos afasta cada vez mais daqueles que estão próximos e que, muitas vezes, são os que verdadeiramente querem o nosso bem. Para ganhar perspectiva sobre sua vida, afaste-se da internet por um tempo e foque em como seus comportamentos e relacionamentos o ajudam a ser alguém melhor.

6. Entenda que os problemas são uma constante 

Não importa quão boa seja nossa qualidade de vida, sempre enfrentaremos algum problema, de qualquer natureza. Ao invés de reclamar quando uma dificuldade se apresentar em seu caminho, foque em resolver a questão e aprender a lição que a acompanha para ganhar sabedoria de vida.

7. Adquira o hábito de documentar suas preocupações em um papel

Quando escrevemos nossas preocupações em um papel, nosso cérebro entende que elas foram transferidas para um outro o processo de descanso do cérebro, diminui os níveis de ansiedade e acalma a ansiedade emocional.

8. Leia diariamente

A leitura pacífica é uma estratégia para evitar a formação de pensamentos negativos, despertando descanso e relaxamento em nossas mentes. Quando fazemos dessa prática um hábito diário, diminuímos os nossos níveis de cortisol, conhecido como o hormônio do estresse.

9. Medite

A meditação é uma prática indispensável para todas as pessoas que desejam melhorar suas vidas. Isso porque ela nos torna pessoas mais abertas, conscientes, concentradas, focadas, relaxadas e motivadas para enfrentarmos cada novo dia.

10. Fique longe de pensamentos negativos

Quando estamos tristes ou decepcionados, parece impossível voltarmos nossa atenção para as coisas boas e o lado positivo de nosso sofrimento. No entanto, focarmos em coisas boas, enquanto estamos tomados pela negatividade, ajuda-nos  a seguir em caminho mais consciente.

11. Esteja aberto para perdoar

As mágoas e rancores que guardamos de alguma pessoa ou situação apenas nos colocam para baixo e nos afastam de uma vida completa e feliz, além de nos deixarem exaustos e limitados. Perdoar, no entanto, acalma nossas mentes e espírito e nos liberta para uma existência mais significativa.

Fonte: osegredo

Pitaquinha

Publicado em Comportamento | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 23 Comentários

6 receitas de smoothies refrescantes para o verão

Olá pessoal!!

O smoothie é uma opção mais saudável para substituir o milk shake e o sorvete no verão. Afinal, quem não gosta de tomar algo geladinho no calor para se refrescar, não é mesmo?

Feito à base de frutas congeladas, ele pode ou não ser combinado com iogurte para ganhar aquela textura mais cremosa, parecida com a do milk shake.

Dependendo dos ingredientes que são utilizados, a bebida pode ajudar a dar vitalidade, energia e evitar o envelhecimento.

Você pode criar diversas receitas de smoothies em casa, mas separamos algumas para vocês provarem e se inspirarem!

blog pitacos e achados.png

1 – Smoothie de verão

Ingredientes:

  • 1 polpa de maracujá (100g)
  • 1 polpa de morango (100g)
  • 1 iogurte natural desnatado congelado (200g)
  • 1 colher (sopa) de hortelã picada (2g)
  • 1 colher (sopa) de granola (8g)
  • 3 colheres (sopa) de mel (54g)

Preparo:

Bata no liquidificador as polpas com iogurte, a hortelã, a granola e o mel até ficar cremoso.

2 – Smoothie de laranja

Ingredientes:

  • 1 xícara de leite (pode ser leite desnatado, sem lactose ou de amêndoas)
  • 1 xícara de água gelada
  • 1 lata de suco de laranja concentrado
  • 12 cubos de gelo
  • 1/4 de colher de chá de essência de baunilha

 Modo de preparo:

Bata todos os ingredientes no liquidificador. Sirva em seguida.

3 – Smoothie verde

Ingredientes:

  • 2 bananas congeladas,
  • 3 folhas grandes de couve,
  • 1/2 abacaxi,
  • 2 colheres de sopa de linhaça ou chia,
  • 2 copos de água,
  • 4 cubos de gelo.

Modo de preparo:
Insira as folhas de couve, abacaxi, copos de água e a linhaça (ou chia) no liquidificador. Bata até conseguir uma mistura homogênea. Insira as bananas e os cubos de gelo e bata até adquirir uma textura cremosa.

4 – Smoothie detox de manga e maracujá

Ingredientes

  • 2 colheres (sopa) de óleo de coco
  • 1 dose de Pura Proteína (este ingrediente é opcional)
  • 1/2 manga palmer
  • 1 colher (sopa) de chia (deixar de molho por 5 minutos antes de usar)
  • 2 colheres (sopa) de polpa de maracujá
  • 1 pitada de sal
  • 1 copo de água de coco (300ml)

Modo de preparo

  • Bata tudo no liquidificar e sirva gelado.

Smoothie de frutas vermelhas - blog pitacos e achados

5 – Smoothie de frutas vermelhas

Ingredientes

  • 1 xícara de frutas vermelhas congeladas (morango, framboesa, amora)
  • 1/2 xícara de suco de laranja
  • 1/2 xícara de água
  • 1/2 colher de sopa de sementes de chia

Modo de preparo

Bata tudo no liquidificador e acrescente gelo a gosto.

6 – Smoothie de goji e abacaxi

Ingredientes:

  • 6 cubos de gelo
  • 1/2 xícara de goji berries
  • 1 xícara de chá de abacaxi congelado e picado
  • 1 xícara de água de coco gelado

Modo de preparo:

  • Coloque todos os ingredientes no liquidificador e e bata, sirva em seguida.

 

Dicas e pitacos: 

  • Antes de começar a fazer seu smoothie, é importante que as frutas estejam congeladas, então uma dica é descascar e cortar as frutas em pedaços e deixa-las no freezer por pelo menos um dia antes do preparo.
  • Para deixar seu smoothie mais saudável, nunca use açúcar para adoçá-lo. Caso as frutas utilizadas não estejam doces o suficiente, você pode usar mel para adoçar.

Pitaquinha

 

Publicado em Culinária | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 16 Comentários

Conheça os benefícios do oceano para nossa saúde

Olá pessoal!!

Alguma vez você já passou um dia na praia e voltou para casa sentindo-se relaxado e rejuvenescido? Você pode concordar prontamente que a praia tem um efeito calmante, mas também sabe que estar na praia pode ter um enorme efeito sobre a sua saúde e bem-estar, e pode mesmo mudar seu cérebro.

Ciência explica como a praia pode mudar nossos cérebros e Saúde Mental

Vamos dar uma olhada em alguns dos benefícios cientificamente apoiados que a praia pode oferecer.

Lora Fleming, da Universidade de Exeter na Inglaterra, diz que a ideia de que a praia ajuda a nossa saúde está bem estabelecida. Os médicos do século XVIII costumavam prescrever viagens para o oceano para visitar “hospitais de banho”. Hospitais de banho eram clínicas especialmente projetadas que ofereciam tratamentos banho de água salgada. 

Fleming observa, no entanto, que os cientistas só começaram a olhar para os benefícios de saúde do oceano experimentalmente nos últimos tempos.

1. O córtex pré-frontal do seu cérebro é ativado

O córtex pré-frontal, uma área do cérebro associada com a emoção e autorreflexão (bem como outras funções) é ativado quando os sons do oceano são reproduzidos. Isso foi provado através de pesquisas de cientistas com participantes de estudos que foram expostos a sons e ruídos do oceano.

2. As ondas dos oceanos geram íons negativos

A sensação de paz que temos na praia pode ser um resultado de alterações moleculares em nossos corpos. As ondas do oceano produzem íons negativos. Íons negativos aceleram a capacidade do nosso corpo de absorver oxigênio. Eles também equilibram os níveis de serotonina; uma substância química produzida pelo organismo que está relacionada com o humor e o stress. Esta é uma das razões pelas quais estar na praia foi ligada, por cientistas, à energia mental positiva e uma sensação geral de saúde e bem-estar. Pode até fazer-nos dormir melhor.

3. Os níveis de seu hormônio do estresse, cortisol, diminuem

A razão pela qual as praias têm um efeito tão calmante sobre nós pode ser por causa do som das ondas.Os sons mais relaxantes e agradáveis de ouvir são aqueles que têm padrões de ondas previsíveis. O som também deve ser suave em volumes e frequências harmônicas em intervalos regulares. As ondas do oceano são dessa forma. Regulares e suaves de ouvir.

O som do mar pode ter um efeito ainda mais profundo no emocional, de acordo com a neurocientista Shelley Batts. O ruído do oceano provavelmente desencadeia memórias profundas ou sensações de relaxamento e segurança. Algumas pessoas podem até dizer que recordam o útero e os batimentos cardíacos de sua mãe. Há um hormônio do estresse chamado cortisol. Alguns ruídos, tais como tráfego e o ruído de avião pode acioná-lo. Quando esse hormônio é liberado, problemas de saúde, tais como úlceras e doenças cardíacas podem ocorrer. O barulho calmante do oceano trabalha para diminuir os níveis de cortisol. Desta forma, o oceano pode ter um efeito positivo sobre nossa saúde em geral e evitar potenciais problemas de saúde.

4. A superfície plana do oceano te acalma

A superfície plana do oceano pode também dar-nos uma sensação de segurança. O neurocientista Michael Merzenich diz que os seres humanos se sentem seguros quando estão em lugares que não são complexos. Na floresta, seres humanos precisam fugir de animais predadores; nas cidades, há bandidos e vilões com os quais devemos tomar cuidado; no entanto, na praia podemos enxergar milhas, e isso nos dá paz de espírito. Não há ameaças potenciais.

“Somos construídos, neurologicamente, para normalizar o nosso ambiente e controla-lo.”, diz Merzenich. “Quando olhamos para o mar, ou estamos ao longo da costa, nós estamos em um ambiente previsível e estável.”

Fonte: Life Hack

Pitaquinha

Publicado em Saúde | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 18 Comentários

Decoração para casas com gatos

Decoração para casas com gatos

Foto: Usplash

Ter um animal de estimação em casa é viver com muito amor e carinho. Os gatos, por exemplo, são seres independentes, silenciosos, com comportamento e temperamento bem diferentes dos cachorros. Dificilmente você verá um gato fazendo aquela festa quando seu dono chega em casa.

Quem escolhe ter gatos, é importante saber que eles se acostumam muito bem em casa e até mesmo em apartamentos, porém algumas adaptações nos espaços são necessárias para preservar a decoração e acima de tudo, a segurança do seu bichano.

Confira as nossas dicas para decorar imóveis em Curitiba para você e seu gato conviverem com conforto, qualidade de vida, garantindo a personalidade nos ambiente e muito amor no lar.

Mobiliário para gatos

Os gatos gostam de arranhar e precisam fazer isso para aparar as unhas. Para evitar que eles arranhem o pé da mesa, o ideal é optar por móveis de madeiras sólidas e duras como o carvalho e nogueira, por exemplo. Os móveis de vidro e acrílico, que combinam com tudo, são super indicados contra arranhões dos bichinhos.

As cortinas instaladas do teto ao chão são um verdadeiro parque de diversão para os felinos. Para evitar que eles as destruam com as suas garrinhas, prefira aquelas cortinas que ficam enroladas ou as persianas. Assim, elas ficam mais difíceis de serem alcançadas.

Para tirar o foco dos móveis da casa, coloque o arranhador à vista, num local por onde ele sempre circule. Assim ele poderá ser divertir e gastar energia em algo feito especialmente para essa finalidade.

felinos

Os tecidos apropriados para gatos

Os gatos adoram subir nos sofás, cadeiras, poltronas e pufes, por isso escolha o tecido apropriado para compartilhar o móvel com o seu companheiro.

A camurça é um dos tecidos ideais para quem tem gatos em casa, porque além de resistente, a textura é perfeita para disfarçar as manchas causadas pelos arranhões, assim como os tecidos sintéticos como o poliéster e nylon. O veludo, a pelúcia e o couro natural também são boas alternativas. Já o linho, algodão e os couros sintéticos podem acabar despedaçando com a prática do bichinho.

Para ele dormir, coloque uma caixa de papelão com paredes baixas forrada com um cobertor bem macio, ou até mesmo uma cesta de vime com uma manta são excelentes opções de caminhas. Também há muitas opções à venda no mercado, de diversos tamanhos e valores. Se você preferir, pode colocar ele para dormir na cama, mas saiba que isso pode virar hábito e é ele que vai acabar dominando as cobertas.

Banheiro para os gatos

Sejamos sinceros: a caca dos gatos tem odor bem característico e é algo que preciso ter uma atenção especial para a boa convivência com o felino em casa. É perfeitamente possível encontrar móveis práticos, desenhados especialmente para que o gato possa fazer suas necessidades.

Basta colocar as caixas de areia nos locais desejados, que não deve ser do lado da comida, água ou caminha. Ter pelo menos 2 caixas de areia é o recomendado. O importante que essas caixas de areia obedeçam a algumas “exigências” dos bichanos, para que sejam utilizadas por eles e, assim, facilitem a vida dos donos. Esta areia da caixa, na verdade, é argila em flocos. A função é absorver o xixi e literalmente empanar os dejetos. Assim, tudo fica sem cheiro e muito fácil de limpar. Basta retirar as necessidades e repor a areia. O conteúdo todo deve ser trocado a cada duas semanas, quando a caixa é lavada com água e sabão neutro.

O gato tem um senso de limpeza muito apurado, por isso se acontecer dele urinar ou evacuar fora da caixa é sinal de que tem algo errado.

casa com gatos - blog pitacos e achados

A segurança dos gatinhos

Os gatos que moram em casas, adoram dar as suas voltinhas, principalmente à noite.

Por isso é preciso manter as portas fechadas e evitar essa prática. Os gatos que escapam para as ruas, tem maior contato com sujeiras e ficam mais sujeitos à doenças. E se depois ele for deitar na sua cama, por exemplo, pode transmitir essas bactérias para seus donos.

Para que eles não fujam pelas janelas é necessário colocar telas ou redes. Já esse adereço é indispensável para quem mora em apartamentos, pois evita que o gato ande pelos parapeitos e janelas, e até mesmo caia lá de cima.

Outra dica é cuidar do lixo. Troque as latas de lixo por latas com tampas acopladas. Assim, seu gato não vai conseguir abri-las e espalhar tudo pela casa.

Os felinos adoram escalar por natureza, porém seus pulos podem quebrar seus objetos mais preciosos. Evite isso mudando os objetos para um lugar onde o bichinho não possa chegar e ofereça ao animal ao menos um lugar seguro para que ele possa dar seus pulos. Também evite posicionar as panelas no fogão com o cabo para fora.

Antes de levar um gato para sua casa, observe as plantas que cultiva, pois algumas espécies são nocivas para o sistema digestivo do animal. Plantas comuns, como a samambaia, podem causar doenças nos gatos. Livre-se das plantas que fazem mal para ele ou tire-as do alcance do gato. O ideal é substituir por uma planta que seja benéfica para a digestão do seu bichinho.  

Assim como outros bichinhos de estimação, os gatos adoram brincar. E podem fazer suas brincadeiras com o que encontrar facilmente como sacolas de plástico de mercado, cotonetes e embalagens salgadinhos e doces, podem fazer mal para o estômago dos felinos.

Os brinquedos de gato devem ser usados sob supervisão. Quando você não estiver junto com seu gato, guarde os brinquedos, de preferência em lugares altos, inacessíveis e fechados. Já os brinquedos mais duros, sem pequenas partes removíveis podem ficar de fora, pois não apresentam riscos. Bolinhas de papel amassado, rolinhos de papel higiênico e fitas de presente são sucessos absolutos para a diversão dos bichinhos!

Encontre casas à venda em Curitiba onde você possa ter vários gatos e animais de estimação. As casas em condomínio fechado à venda em Curitiba também são perfeitas para colocar em prática todas as nossas dicas.

Pitaquinha

 

 

 

Publicado em Dicas | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 18 Comentários

Dicas para alcançar suas metas

Olá pessoal!!

Todo final de ano é a mesma coisa: fazemos promessas na virada do ano que acabam se perdendo no decorrer dos meses e, lá para o meio do próximo ano, nem ao menos lembramos de tudo aquilo que prometemos. Isso acontece por diversas razões, dentre as quais, as principais encontram-se a falta de foco, de motivação e de planejamento. Por isso, é muito importante saber exatamente aquilo que quer para não fazer pedidos e traçar objetivos em vão.  

Então, está cansado de todo ano a história se repetir? Chega de criar expectativas e viver frustrado por não alcançá-las! Abaixo, você encontra dicas para alcançar todas as metas que estabelecer para 2018. É como um manual básico, que vai te ajudar a entender tudo o que precisa ser feito para não deixar sonhos de lado por distrações momentâneas.   

Siga as dicas abaixo e tenha uma vida muito mais organizada. Alcance seus objetivos e torne-se alguém melhor e mais evoluído a cada dia!

Dica nº 1: antes de definir qualquer coisa, pense. 

Não adianta nada definir mil metas diferentes, sendo que a maioria delas não é, realmente, importante para você e não vai fazer, de fato, diferença na sua vida. Então, antes de definir qualquer objetivo de final de ano, pense se vale a pena mesmo se prender a esse tipo de promessa. Por isso, tire algum tempo para analisar como foi seu último ano e como você espera que o próximo ano seja. A partir daí, sim, você deve começar a definir seus objetivos. 

Dica nº 2: depois de pensar, defina. 

Agora que você já refletiu sobre o último ano e já imaginou como espera que o próximo ano seja, chegou a hora de realmente definir suas metas. Você deve defini-las a partir de um pensamento: como eu devo agir para conseguir fazer com que o meu ano seja da forma que imaginei e, além disso, para que eu chegue ao final do próximo ano mais feliz e realizada?  

Dica nº 3: após definir, anote. 

Depois de pensar em tudo o que você precisa fazer, ou seja, todas as metas que precisa cumprir, anote cada uma delas. Anotar é um exercício importante de memorização para o cérebro humano. Mas de nada adianta anotar em algum lugar que você não verá no seu dia a dia. Encontre algum lugar de constante visualização para que você escreva e, assim, suas metas estarão sempre à sua vista! 

Dica nº 4: depois de anotar todas, defina as principais.

Todas as metas são importantes, mas há, sempre, as principais. De todas, defina no máximo três que serão seus principais objetivos do ano. Não precisam ser as que necessariamente dão mais trabalho, mas sim, aquelas que te farão se sentir mais feliz e realizado. Isso serve, inclusive, para manter os pés no chão. Porque se você é do tipo de pessoa que anota 20 metas para serem cumpridas em um único ano, é lógico que muitas ficarão em aberto.

Dica nº 5: definidas as metas principais, trace objetivos menores. 

Você precisa estabelecer objetivos de curto, médio e longo prazo. Ou seja: os objetivos de longo prazo são suas metas propriamente ditas, sua linha de chegada para o novo ano. Já os objetivos de médio prazo ficam exatamente no meio do caminho e servem para você se manter motivada, e enxergar que, de fato, está no caminho certo. Os de curto prazo devem ser cumpridos no dia a dia, para que você continue focado, afinal, são as atitudes do dia a dia que fazem a diferença lá na frente! 

Dica nº 6: com metas e objetivos estabelecidos, estabeleça prazos.

Muitas metas de final de ano são deixadas de lado porque as pessoas têm a falsa impressão de que “ainda há muito tempo” para se dedicar a cada uma delas. Por exemplo: se neste final de ano você definir que quer estar 10 kg mais magra no final do ano que vem, você provavelmente vai deixar para começar a reeducação alimentar somente nos últimos meses do ano. Mas isso não pode acontecer! E para que de fato não aconteça, defina prazos para todos os seus objetivos: os de curto, os de médio e os de longo prazo.  

Dica nº 7: com prazos estabelecidos, respeite-os. 

Não minta para si mesmo. Não feche os olhos para as suas próprias vontades. Não ter ninguém como juiz não é sinônimo de não precisar respeitar as regras. Por isso, dedique-se ao máximo para cumprir cada prazo que você estabelecer. Principalmente os prazos dos objetivos de curto e médio prazo, que são aqueles que te farão criar uma rotina focada e determinada rumo ao seu objetivo final. 

Dica nº 8: não caia nos pequenos prazeres da vida. 

Seja lá qual for a sua meta, há, com certeza, inúmeros prazeres diários que podem fazer com que você se afaste cada vez mais da realização da mesma. Não caia nessa cilada! Resista a tudo o que puder e conseguir. Foco e determinação são a chave do sucesso para não deixar com que mais um ano passe sem metas realizadas. 

Dica nº 9: peça ajuda.

Não tenha vergonha de pedir ajuda para a sua família ou amigos. Se sua meta é perder peso, conte seu objetivo para as pessoas e peça para que não lhe ofereçam comidas e bebidas gordurosas, por exemplo, ou para que não te chamem para jantar durante a semana. Caso a sua meta seja um novo emprego, pergunte se alguém sabe de alguma vaga disponível na sua área e se poderia te ajudar a consegui-la. Ninguém é feliz sozinho, assim como ninguém consegue viver sozinho. Não há problema nenhum em contar com a ajuda de pessoas queridas!  

Dica nº 10: paciência e resiliência.

Nada cai do céu, nada acontece de um dia para o outro! Não desista de suas metas depois de um ou dois meses e, caso você fracasse em algum dos seus objetivos, recomece todo o percurso. Recomeçar (mesmo que muitas vezes) é melhor do que desistir e deixar de lado a oportunidade de se tornar alguém melhor e mais feliz. 

Aproveite o novo ano e surpreenda-se!!   

Fonte: horoscopovirtual / Fotos: augustandco

Pitaquinha

Publicado em Dicas | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 26 Comentários

Que o sentimento de Gratidão seja uma rotina em sua vida

Que o sentimento de Gratidão seja uma rotina em sua vida - blog pitacos e achados

Olá pessoal!!

Hoje vamos falar sobre gratidão. Durante séculos a humanidade e muitas religiões ao longo da história pregaram esta pequena palavra em suas tradições e ensinamentos, mas infelizmente ainda não foi o suficiente para reconhecermos o real valor deste sentimento de extrema grandiosidade.

A gratidão, assim como todos os sentimentos que habitam nosso interior, são energias materializadas em nosso corpo, que em conjunto com nossa mente, constroem gradativamente nossa realidade. Seu poder é inimaginável, e através dela conseguimos a cura de nossos padrões negativos, males físicos, limitações de consciência, entre tantos outros feitos. A expansão energética criada por este sentimento não pode ser traduzida em palavras, mas assim como o conhecimento, a gratidão liberta nossas mentes e permite que nossos corpos sejam elevados à faixas vibratórias mais positivas.

Cultivando a gratidão

Se realmente você quer mudar sua vida precisa inserir a gratidão em sua rotina. E quando falamos em inserir, não estamos dizendo que você deve somente falar “sou grato”, você deve aplicá-la em seu interior. Quando nos conectamos à gratidão verdadeira, uma sensação única de grandeza e expansão interior é recriada em nosso íntimo e nos sentimos grandes, fortes e perfeitos.

Que o sentimento de Gratidão seja uma rotina em sua vida - blog pitacos e achados 1

Leia também Faça a Terapia da Gratidão.

Sem dúvida a fé religiosa (seja ela qual for) nos auxilia na conquista deste sentimento verdadeiro, pois tem como objetivo principal nos RE-ligar a fonte, nos RE-ligar a Deus. Mas é muito importante entendermos que a real conexão com este sentimento vai muito além da fé, está diretamente conectado ao nosso mental, ao lado racional de nossas ações. A gratidão faz parte de nossos valores pessoais, e em conjunto com tantos outros sentimentos, constrói nossa realidade cotidiana, a cada ação, a cada reação e palavra proferida.

Sentir o verdadeiro sentimento de gratidão em nossas mentes e corações exige uma prática diária, com muito foco e consciência desperta. Analise os pensamentos e julgamentos que você realiza todos os dias e veja em quantos deles a gratidão está inserida. Policie suas atitudes e palavras, além de elas terem força energética elas também carregam consigo o poder de construção.

Busque pessoas e terapias complementares que te auxiliem na tarefa da visualização e eliminação dos padrões negativos de sua vida. Técnicas como os Florais de Bach, Reiki e Cromoterapia te auxiliam na modificação interior, suavizando suas vibrações e abrindo espaço para mudanças e novos conteúdos.

Fonte: resilienciamag

Comece hoje mesmo! 

Pitaquinha

Publicado em Comportamento | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 21 Comentários