Esfriou por aí? Veja 4 receitas de sopa para se esquentar

Confira o passo a passo dessas receitas e prepare opções versáteis de refeições para o inverno

Esfriou por aí? Aqueça o seu dia com essas receitas de sopas que são saborosas e fáceis de fazer! Afinal, no clima mais friozinho, nada melhor que saborear pratos quentinhos e aconchegantes que aquecem não só o corpo, mas o coração.

São opções perfeitas para você fechar o dia com praticidade e muito sabor. Ah, e o melhor de tudo: separamos receitas de sopas muito nutritivas e que são essenciais para manter a imunidade alta neste friozinho. Confira as receitas de sopas e faça ainda hoje!

Sopa eslava

Ingredientes

  • 500 gramas de músculo em cubos
  • 2 batatas cortadas em cubos
  • 2 cenouras cortadas em cubos
  • 100 gramas de cenoura ralada
  • 250 gramas de molho bechamel (molho branco)
  • 2 xícaras de creme de leite fresco
  • 1/2 colher de sopa de ketchup
  • 1/2 colher de sopa de mostarda
  • 1/2 colher de sopa de molho inglês
  • 1 dente de alho
  • 1 colher de sopa de óleo de milho
  • 1 pitada de pimenta-do-reino
  • 1 cebola picada
  • 1 cubo de caldo de carne
  • sal a gosto

Modo de Preparo

  1. Bata o alho e a cebola no liquidificador;
  2. Depois, coloque-os em uma panela com o óleo de milho e deixe dourar por dois minutos;
  3. Acrescente o músculo em cubos e refogue por 10 minutos;
  4. Enquanto a carne refoga, bata a cenoura ralada e os tomates sem semente no liquidificador;
  5. Acrescente a cenoura e o tomate ao refogado, coloque mais um litro de água na panela e mexa bem;
  6. Deixe cozinhar por 15 minutos. Junte o caldo de carne, as batatas e as cenouras em cubos e deixe ferver por mais 5 minutos;
  7. Acrescente o molho bechamel, o ketchup, a mostarda, o molho inglês, o creme de leite, nessa ordem, e misture por mais cinco minutos, tempere com sal a gosto e sirva!

Sopa de mandioca

Ingredientes

  • 1 dente de alho grande
  • 500 gramas de mandioca cozida
  • bacon e sal a gosto

Modo de Preparo

  1. Em uma panela de pressão coloque a mandioca;
  2. Adicione um pouco de sal e água até cobrir 2 dedos acima da mandioca e cozinhe na panela de pressão;
  3. Assim que pegar pressão, abaixe o fogo e deixe cozinhar por aproximadamente 25 minutos;
  4. Enquanto isso, frite o bacon e o alho;
  5. Assim que a mandioca estiver cozida, bata no liquidificador junto com um pouco de água do cozimento e coloque em uma travessa;
  6. Adicione o bacon e o alho frito, mexa bem e sirva!

Sopa de feijão

Ingredientes

  • 3 xícaras de chá de feijão
  • 1 litro de água fria
  • 2 tabletes de caldo de sua preferência
  • 1 xícara de chá de macarrão de sua preferência
  • 1 cenoura em cubinhos

Modo de Preparo

  1. No liquidificador, bata as 3 xícaras de feijão cozido;
  2. Depois peneire e leve ao fogo, com a panela tampada, com 1 litro de água;
  3. Quando ferver, acrescente 2 tabletes de caldo e deixe em fogo baixo por cerca de 15 minutos;
  4. Despeje o macarrão e as cenouras na panela e cozinhe por cerca de 20 minutos, mexendo de vez em quando;
  5. Sirva em seguida a sopa de feijão com cebolinha verde picada em cima.

Sopa de ervilha

Ingredientes

  • 500 gramas de ervilha seca;
  • 2 colheres (sopa) de azeite de oliva;
  • 1 cebola grande;
  • 3 dentes de alho;
  • 150 gramas de bacon;
  • 1 folha de louro;
  • 1 litro de caldo de frango ou da sua preferência.

Modo de preparo

  1. Coloque as ervilhas em uma tigela e cubra com o triplo de água. Deixe de molho por cerca de quatro horas para hidratar. Depois escorra e reserve.
  2. Aqueça o azeite em fogo médio em uma panela grande, acrescente o bacon e mexa até dourar. Retire o bacon e reserve em prato separado.
  3. Na panela com a gordura do bacon refogue a cebola e acrescente o alho. Depois de fritos, adicione as ervilhas e refogue por cerca de um minuto.
  4. Acrescente o caldo e a folha de louro e misture.
  5. Após ferver, diminua o fogo e deixe cozinhar por 15 minutos com a panela tampada.
  6. Mexa ocasionalmente até a ervilha estar macia e desligue o fogo.
  7. Quando o caldo esfriar transfira para o liquidificador e bata até fazer um creme liso.
  8. Volte o creme na panela e adicione o bacon reservado e leve ao fogo alto.
  9. Desligue quando começar a ferver e ajuste o sal e tempere com pimenta-do-reino moída.

Pitaco: O ideal de uma boa sopa é que ela seja feita horas antes de ser servida, para que seus sabores se estabilizem. Guarde na geladeira, sem tampar, coberta por um papel filme com furos. Na hora de servir, aqueça mexendo para que a temperatura se distribua bem.

Anúncios
Publicado em Culinária | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , | 6 Comentários

DIY – 10 maneiras diferentes de reaproveitar roupas velhas e usadas

Conheça ideias criativas para reutilizar os tecidos das roupas que estão muito velhas para serem doadas

Quando fazemos a arrumação dos armários e selecionamos as roupas que ficam e as que vão para doação, é comum haver peças bem estragadas, que não têm condições de ser usadas como vestimenta por outras pessoas e acabam sendo jogadas fora ou usadas como pano de chão. Porém estas não são as melhores soluções para estes tecidos, pois eles podem ser reaproveitados de maneiras muito mais interessantes.

Reaproveitar tecidos não é a apenas uma questão de evitar que as estampas mais bonitas das nossas antigas roupas acabem no lixo, mas também uma iniciativa ecologicamente correta que demonstra preocupação ambiental, pois muitos tecidos têm em sua composição resíduos químicos – já que passaram por processos para deixá-los com a devida cor e textura, que quando vão para os aterros sanitários podem contaminar o solo e os lençóis freáticos.

De acordo com o Copam, Conselho Estadual de Política Ambiental, as indústrias têxteis já são obrigadas por lei a reciclar suas sobras de material, até mesmo fiapos, e se não cumprirem a norma são multadas em até meio milhão de reais.

Porém, ainda há poucas iniciativas para reciclar os tecidos pós-consumo, por isso há a necessidade de uma conscientização individual para criar maneiras de diminuir a quantidade descartada destes tecidos.

Ideias para reaproveitamento de tecidos

É possível reaproveitar com originalidade qualquer tipo de tecido, basta fazer o chamado *upcycling, ou seja, olhar para este material de maneira inventiva, dando-lhe nova função e permitindo que se transforme em produtos de maior valor, uso ou qualidade. Veja algumas ideias que podem transformar sua casa ou seu estilo:

  1. Diversas peças de roupa podem ser cortadas em retalhos, que, unidos, formarão um patchwork, a ser usado como colcha, manta para sofá, jogo americano ou tapete;
  2. Um papelão pode ser envolvido no tecido de uma antiga blusa ou saia para criar um apoio de panela;
  3. Um pedaço de uma peça de roupa pode ser colocado em uma moldura transformando-se em um belo quadro ou painel de recados;
  4. Um abajur pode ficar novinho se tiver sua cúpula reformada com o tecido de uma ou várias roupas antigas;
  5. Peças de roupa a princípio inutilizáveis podem se transformar no enchimento e cobertura de um pufe, uma almofada ou um boneco infantil;
  6. Cabides podem ser encapados com amarrações de tiras de tecidos de roupas antigas, ficando mais bonitos e antiderrapantes;
  7. Porta trecos, porta retratos e capas de cadernos ou agendas com auxílio de cola, podem ser revestidos com as roupas sem uso, ganhando um novo estilo;
  8. Mangas de blusas, principalmente as de lã, podem ser costuradas para se transformarem em capas para celular;
  9. Ecobags, bolsas de diversos tamanhos, nécessaires e porta documentos, podem ser feitas com os tecidos das roupas que não poderão ser doadas;
  10. Diversas tiras de antigas blusas de malha podem ser amarradas e trançadas de modo a compor um cachecol ou colar.

Ideias de objetos que podem ser feitos com tecido de roupas usadas

*Upcycling consiste em dar um novo propósito a um objeto existente e que seria descartado, de forma inventiva e sem deteriorar o seu material.

dicasdemulher

Pitaco: O universo de possíveis transformações é bem amplo, e independe das habilidades com artesanato, pois muitos itens criados ou reformas de objetos com tecidos podem ser feitos com procedimentos simples, alguns não envolvendo saber costurar, por exemplo. Libere-se do medo de errar e permita-se expressar sua criatividade, criando coisas belas através de reaproveitamentos que contribuem para o benefício da natureza.

Quer aprender a produzir essas e outras peças maravilhosas? Então confira no Pinterest!

Anúncios
Publicado em Dicas, Diy | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 9 Comentários

7 usos medicinais da lavanda apoiados pela ciência

As lavandas ou alfazemas, cientificamente conhecidas como Lavandula angustifolia, são arbustos pertencentes ao gênero Lavandula. São plantas de pequeno porte, perpétuas e podem ser classificadas em anuais e subarbustos. Normalmente usa-se a expressão ‘lavandas’ para designar as que são usadas como ervas aromáticas e as ornamentais. Popularmente elas são conhecidas também como lavândula, nardo e espicanardo.

Elas estão entre as ervas aromáticas mais conhecidas do mundo e o aroma de lavanda está em toda parte: em sabonetes perfumados e velas, produtos de limpeza, cuidados com a pele e cabelos. Na verdade, a lavanda é tão comum que é fácil esquecermos de que pode fazer uma mudança em nosso bem-estar. Mas não se engane – isso certamente pode ajudá-lo a ter uma vida mais saudável.

Esta erva perfumada tem muitas propriedades medicinais cientificamente comprovadas para o seu corpo e mente. Neste post, examinamos esses benefícios para a saúde e explicamos como usar as várias formas de lavanda em sua vida diária.

A história medicinal da lavanda

A lavanda é apreciada por sua fragrância agradável, cor roxa suave e propriedades medicinais há milênios. Existem 47 espécies conhecidas de lavanda no mundo, todas nativas do Mediterrâneo e do norte da África.

Esta erva tem uma história de longo alcance na medicina fitoterápica. Os antigos egípcios foram a primeira civilização que registrou o uso de lavanda – eles usavam óleo de lavanda durante o processo de mumificação.

Entretanto o nome em português da planta é de origem latina. Provém da palavra lavare, que significa “lavar”. Esse nome descreve a maneira como culturas antigas, como os antigos gregos, romanos e persas, usavam a erva, já que flores de lavanda secas ou óleo de lavanda costumavam ser adicionadas aos banhos.

Hoje, a lavanda é cultivada comercialmente em todo o mundo para fazer óleo essencial, que é produzido pela destilação das flores da erva. Tanto a planta quanto o óleo essencial são conhecidos por terem muitas propriedades e usos benéficos.

Propriedades medicinais da lavanda

1. Melhora a qualidade do seu sono

Por milênios, as pessoas colocavam flores de lavanda secas dentro de seus travesseiros para promover um sono melhor. Foi assim que começou a reputação da erva como um poderoso agente relaxante. Diz-se que o cheiro da erva ajuda a insônia e outros problemas de sono, e há mais de 15 estudos mostrando que a aromaterapia, incluindo o óleo essencial de lavanda, tem um efeito benéfico em pessoas com distúrbios leves do sono.

Pessoas que usam aromaterapia com óleo de lavanda relatam que se sentem mais bem descansadas, de acordo com um estudo de 2015. Se você acha difícil adormecer à noite, experimente cheirar óleo de lavanda ou use aromaterapia de lavanda antes de ir para a cama.

2. Acalma enxaquecas

O cheiro de lavanda parece ser benéfico para quem sofre de enxaqueca. Um estudo de 2012 em pessoas que sofrem de enxaqueca descobriu que inalar óleo essencial de lavanda por 15 minutos pode ajudar a reduzir a recorrência da enxaqueca e torna as dores de cabeça menos intensas.

Outro estudo também sugere que quem sofre com este problema experimenta enxaquecas mais fracas após 3 meses de inalação diária de óleo essencial de lavanda, sem experimentar quaisquer outros efeitos colaterais.

3. Acalma a ansiedade

Pessoas que sofrem de ansiedade podem experimentar benefícios marcantes com o uso de lavanda. Na verdade, um artigo de pesquisa comparou o uso de cápsulas de lavanda ao lorazepam, um medicamento ansiolítico, e concluiu que eles tinham efeitos muito semelhantes. Além disso, um grande artigo de revisão de 2019 concluiu que quem sofre de ansiedade que toma uma cápsula contendo 160 miligramas de óleo de lavanda experimenta uma redução significativa da ansiedade após apenas 2 semanas de uso.

As propriedades ansiolíticas ou redutoras da ansiedade da lavanda parecem funcionar no local também, como mostrado em um estudo onde os participantes foram expostos ao cheiro de lavanda em uma sala de espera pouco antes de uma consulta no dentista. Um efeito calmante semelhante também foi observado em idosos em uma unidade de terapia intensiva coronariana. Os pesquisadores observaram que os pacientes expostos ao óleo essencial de lavanda ficaram mais calmos e dormiram melhor.

Finalmente, o National Cancer Institute sugere que a aromaterapia de lavanda pode reduzir a ansiedade sobre os procedimentos relacionados ao câncer. Portanto, as propriedades ansiolíticas da aromaterapia de lavanda parecem não estar limitadas a uma idade específica ou condições médicas subjacentes.

4. Ajuda em episódios de depressão

As evidências de que a lavanda é benéfica para a depressão podem não ser tão abundantes quanto os estudos sobre ansiedade, mas as pesquisas mais recentes são definitivamente encorajadoras.

Um dos primeiros estudos em humanos que relacionou o alívio da depressão ao uso de lavanda foi publicado em 2015. O estudo foi realizado com pacientes em hemodiálise, um procedimento em que uma máquina é usada para limpar o sangue. Durante o tratamento, os pacientes inalaram lavanda, o que os ajudou a reduzir os níveis de estresse e depressão. Descobertas semelhantes foram observadas em mulheres no pós-parto em um artigo de pesquisa de 2016.

Finalmente, um estudo de 2020 mostrou que idosos que beberam chá de lavanda 2 vezes ao dia durante 14 dias experimentaram menos ansiedade e depressão do que seus pares no grupo de controle.5. Promove o crescimento do cabelo

5. Promove o crescimento do cabelo

Pessoas que sofrem de uma condição chamada alopecia areata, que causa a queda de cabelo em locais delimitados do couro cabeludo, podem se beneficiar da aplicação de uma solução de óleo de lavanda na área afetada. Um experimento de 1998 em pacientes que sofrem deste tipo de queda de cabelo descobriu que o óleo essencial era capaz de promover o crescimento do cabelo em até 44% após 7 meses de uso. Um estudo mais recente, embora em camundongos, também apoiou esses achados – o aumento do crescimento de cabelo foi observado em camundongos após 28 dias de tratamento.

6. Cura queimaduras e reduz a acne e outras doenças da pele

A alfazema é um remédio tradicional famoso para queimaduras. Aplicar óleo de lavanda diluído na área afetada pode reduzir a chance de desenvolver uma infecção após uma queimadura, diz um estudo de 2009. Quanto ao uso de óleos essenciais para problemas de pele, já foi debatido no passado porque algumas pessoas parecem ser sensíveis a eles.

No entanto, quando usado com cuidado e moderação, o óleo de lavanda parece melhorar várias doenças da pele. Para essas questões, recomendamos que você sempre dilua o óleo de lavanda em um óleo neutro ou um hidratante suave e faça um teste antes de usá-lo diretamente em uma área visível da pele.

O óleo de lavanda tem propriedades antimicrobianas, anti-inflamatórias e antifúngicas, por isso pode ajudar a curar a acne mais rapidamente. O óleo pode matar germes que causam acne – de acordo com um estudo de 2013. Pacientes que sofrem de coceira e erupções cutâneas também sentem que a aplicação de alfazema traz alívio para seus sintomas, descobriu um artigo de pesquisa de 2020.

7. Promove a cicatrização de feridas

Não apenas queimaduras e espinhas, mas qualquer tipo de ferida pode ser curada mais rapidamente com uma gota de óleo de lavanda. Esta foi a conclusão de um artigo de pesquisa publicado em Evidence-Based Complementary and Alternative Medicine que examinou os efeitos de vários tratamentos complementares de cicatrização de feridas.

Uma meta-análise publicada em 2020 também sugere que a lavanda aumenta a taxa de regeneração do tecido e o crescimento do colágeno. Continue lendo para descobrir como usar o óleo de lavanda para colher todos esses benefícios à saúde.

Como usar o óleo de lavanda

A alfazema começa como uma flor roxa, mas está disponível em várias formas, como:

  • Flores frescas ou secas
  • Óleo essencial
  • Chá
  • Cápsulas
  • Velas perfumadas
  • Sais de banho

Vários produtos de cabelo e beleza. Produtos manufaturados, como velas, cápsulas e chás são muito simples de usar e exigem apenas que você siga as instruções na embalagem. Usar lavanda fresca ou óleo de lavanda pode ser um pouco mais complicado, então aqui estão algumas dicas úteis para iniciantes.

Lavanda fresca

Se você cultiva flores de lavanda em seu jardim ou tem acesso a lavanda fresca, você pode usar flores frescas e as folhas podem ser usadas na culinária, da mesma forma que você usaria alecrim fresco. A alfazema pode ser adicionada a marinadas de carne, saladas ou produtos assados.

Você também pode usar alfazema seca em sua cozinha, em potpourri, para preparar um pouco de chá ou para adicionar ao seu armário de roupas de cama e banho para embeber seus lençóis e toalhas com um aroma relaxante.

Óleo essencial de lavanda

O óleo essencial de lavanda é mais bem usado na aromaterapia. Existem várias maneiras de fazer isso:

  • 1. Segure um frasco de óleo de lavanda perto do nariz e cheire por vários minutos.
  • 2. Adicione 5 a 7 gotas de óleo de lavanda em um difusor e deixe o cheiro relaxante se espalhar pela sala.
  • 3. Misture 1 xícara de água, 1 colher de sopa de álcool isopropílico e 10 gotas de óleo de lavanda em um borrifador. Use a mistura para borrifar os lençóis antes de deitar ou borrife pelo quarto a qualquer hora para um efeito calmante.
  • 4. Adicione 3-5 gotas de óleo de lavanda a um banho morno.

Você também pode usar óleo essencial de lavanda diretamente na pele, mas certifique-se de sempre diluí-lo em um óleo veicular para evitar irritações. Use uma gota de óleo essencial para 1 colher de chá de óleo carreador ou hidratante. Exemplos de óleo veicular são óleo de semente de uva, óleo de jojoba, óleo de amêndoa doce, etc.

tudoporemail

Pitaco: Ao comprar óleo essencial de lavanda, recomendamos ir para óleos acondicionados em frascos de vidro escuro, de preferência de uma marca conceituada. Dessa forma, você obterá óleo da mais alta qualidade e não precisará se preocupar em perder sua potência. Ao contrário da própria planta, o óleo essencial de lavanda pode ser tóxico quando ingerido e pode causar cólicas estomacais, náuseas e outros sintomas desagradáveis. Evite consumir óleo essencial de lavanda.

Esperamos que você tenha achado esta postagem informativa e útil!

Anúncios
Publicado em Dicas, Saúde | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 8 Comentários

30 expressões em inglês para quem planeja viajar para o exterior

Se você ainda não tem domínio fluente da língua inglesa, uma coisa é certa: conhecer algumas expressões em inglês e palavras-chave importantes no dia a dia podem te ajudar – e muito! – a se virar no exterior, sem precisar ficar usando o tradutor do celular!

Seja para viagens curtas a trabalho ou para períodos de férias, se preparar nunca é demais, e, por isso, trouxemos 30 expressões em inglês que irão facilitar sua vida e te ajudar a curtir a viagem de maneira muito mais tranquila.

Prepara o bloquinho de notas e confira:

5 expressões em inglês para situações em lojas:

  1. Quanto isto custa?

How much is this?

  1. Onde fica o provador?

Where is the changing room?

  1. Estou apenas dando uma olhada

I’m just browsing

  1. Quanto custa esse produto?

How much does it cost?

  1. Posso experimentar?

Can I try this on?

5 expressões em inglês para situações que envolvem transportes:

  1. Quanto é a corrida?

How much is it for the ride?

  1. Você sabe onde posso encontrar um táxi?

Do you know where I can find a taxi?

  1. Onde eu posso encontrar um ponto de ônibus?

Where can I find a bus stop?

  1. Eu gostaria de comprar uma passagem para o aeroporto, por favor.

I would like to buy a ticket to the airport, please.

  1. Com licença, como eu faço para chegar na estação de metrô?

Excuse me, how do I get to the subway station?

8 expressões em inglês para usar em restaurantes:

  1. Uma mesa para dois, por favor.

A table for two, please.

  1. Vocês têm comida vegetariana?

Do you have vegetarian food?

  1. Posso ver o cardápio, por favor?

May I see the menu, please?

  1. Com licença, eu gostaria de fazer o pedido, por favor.

Excuse me, I would like to order, please.

  1. Esse prato contém leite? Eu sou alérgico.

Does this dish contain milk? I’m allergic.

  1. Eu gostaria do meu bife mal passado/ao ponto/bem passado, por favor.

I would like my steak rare/medium/well done, please.

  1. Eu gostaria de pagar, por favor.

I would like to pay, please.

  1. Nós gostaríamos de dividir a conta.

We would like to split the bill.

4 expressões em inglês para usar na hospedagem:

  1. Há um quarto disponível?

Is there a room available?

  1. Quanto é a diária?

How much is it per day?

  1. Eu gostaria de fazer o check in, por favor.

I would like to check in, please.

  1.  Eu gostaria de fazer o check out, por favor.

I would like to check out, please.

8 expressões em inglês para usar no aeroporto:

  1. Onde posso conseguir um carrinho?

Where can I get a trolley?

  1. Qual o número da sua poltrona?

What’s your seat number?

  1. Quanto tempo dura este voo?

How long does the flight take?

  1. Posso levar isso como bagagem de mão?

Can I take this as carry-on luggage?

  1.  Qual é o portão?

What gate number is it?

  1. Vai ter algum atraso?

Will there be any delay?

  1. Qual o valor da taxa por excesso de bagagem?

How much is the excess baggage charge?

  1. Eu gostaria de trocar de assento.

I’d like to have another seat.

Gostou das dicas de expressões? Agora é só programar a sua próxima aventura e praticar o inglês durante a viagem

Por Maria Gabriela Ortiz Vieira

Anúncios
Publicado em Dicas | Marcado com , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Como o avanço da tecnologia auxilia no turismo global

Entenda os impactos causados pela tecnologia e suas mudanças no mercado turístico

Se antes viajar para o exterior era algo impensado, hoje em dia essa realidade já é completamente diferente. Com os avanços provocados pela tecnologia e pela globalização, conhecer outros continentes se tornou um sonho possível. 

Isso porque, com os mercados cada vez mais próximos e as novas políticas que favorecem o trânsito de imigrantes entre os países, muitos brasileiros puderam cruzar as fronteiras e desbravar novos territórios com mais facilidade. 

Dados atuais do Banco Central e do Ministério do Turismo apontam que cerca de 9 milhões de brasileiros visitam o exterior anualmente. Embora este número não diferencie quem viaja a trabalho ou turismo, indica um movimento crescente de trânsito entre países.

Mas afinal, quais são os impactos da tecnologia nesse cenário?

Você já tentou se lembrar de como eram as coisas antes da tecnologia? O simples ato de comprar uma passagem de avião envolvia uma enorme logística por trás, afinal, era preciso se locomover até o aeroporto ou loja física da companhia aérea para efetuar a compra. 

Além disso, escolher o destino dependia de uma série de variáveis que hoje em dia são praticamente impensáveis para os jovens que vivem na era digital. 

As viagens eram programadas com base nas informações colhidas por indicação, ou ainda adquiridas nas páginas de revista e pela televisão. 

Aplicativos de tradução, de localização, para solicitar um carro particular para se deslocar? Nem os mais futurísticos filmes poderiam prever tal tecnologia. 

No entanto, tudo isso veio se transformando ao longo dos anos com o surgimento de novas tecnologias, que impactaram diretamente o mercado turístico mundial.

Tudo se tornou muito mais simples e descomplicado. A inesgotável fonte de informações, bem como o acesso facilitado a serviços e produtos modificou o comportamento dos viajantes, permitindo-o assumir um protagonismo neste cenário.

Quais os principais marcos da tecnologia no setor?

São muitas as tendências das últimas décadas que marcaram o turismo global e que chegaram para ficar na vida daqueles que não abrem mão de fazer uma boa viagem. 

Sites para reservas e passagens 

A popularização de sites e aplicativos para reservas de hotéis e compras de passagens de avião aumenta a cada dia. 

Isso porque, conforme explicamos anteriormente, antes esse processo podia ser considerado extremamente burocrático e cansativo, afinal, envolvia o deslocamento até uma unidade física da companhia. 

O poder de escolha e de barganha – com sites de comparação de preços em mãos – fez com que uma parte expressiva dos viajantes conseguissem encontrar opções economicamente mais viáveis para tornar seus sonhos realidade.

Sites para avaliações

A tecnologia e o fácil acesso à informação contribuíram para que o viajante se tornasse muito mais exigente em relação ao que o mercado oferece. 

Poder encontrar a opinião de outros viajantes, compartilhar experiências – sendo elas positivas ou negativas – com os estabelecimentos, hotéis e restaurantes dos destinos igualmente impactou diretamente o turismo global. 

Os sites de avaliação se transformaram em verdadeiros termômetros para que as empresas de turismo pudessem entender quais suas fraquezas e fortalezas, utilizando isso a seu favor para promover melhorias com foco em qualidade, variedade e inovação.

As redes sociais e os influencers

A última década também foi marcada pelo surgimento de influenciadores digitais, que utilizam suas redes sociais para indicar destinos, hotéis e atividades relacionadas ao turismo. 

Através de relatos e experiências feitas a partir de uma abordagem leve e, na maioria das vezes despretensiosa, esses personagens são considerados responsáveis por movimentar o turismo entre o público jovem. 

Na busca pela foto perfeita, no destino perfeito, vivendo aquilo que foi mostrado e vivido pelos ídolos digitais, muitos viajantes embarcam rumo a outros países desejando colecionar as mesmas experiências que conheceram pela tela do celular.

Serviços e aplicativos que facilitam a viagem

Foi-se o tempo em que a falta de habilidade com o idioma poderia ser considerado um impeditivo para realizar uma viagem internacional. 

Com o surgimento de aplicativos de tradução, localização e até mesmo de conversão e cálculo das taxas de câmbio para moedas estrangeiras, viajar para outro país ficou tão fácil quanto conhecer qualquer outro destino.

Atendimento digital

Por último e não menos importante, a possibilidade de ser atendido digitalmente para qualquer que seja a sua necessidade antes, durante e depois da viagem foi com certeza um dos maiores marcos causados pela tecnologia no mercado de turismo.

Hoje em dia, é possível realizar de tradução juramentada a solicitação de atendimento para seguro viagem, sem precisar se deslocar até um ponto físico ou perder tempo com burocracias. 

Gerenciar suas próprias viagens, solicitar orçamentos e realizar contratações de pacotes e serviços de fato, transformou o mercado e, a tendência é que tecnologia e turismo continuem andando lado a lado por bons longos anos!

Anúncios
Publicado em Dicas | Marcado com , , , , , , , , , , , | 1 Comentário