Brincos: Saiba como escolher o ideal para você

Quando você ouve falar da palavra “joias” a primeira coisa que lhe vem à cabeça são os brincos, acertamos? Eles são acessórios fundamentais para toda mulher e por isso, encontramos diferentes tipos de brincos que se adaptam aos diferentes gostos e às diversas ocasiões.

Os brincos têm o poder de completar qualquer look e muitas de nós até nos sentimos incompletas sem eles. Elegância, delicadeza, feminilidade… São muitos os elementos que essas joias trazem para nosso dia a dia.

Pequenos, médios, grandes, discretos ou chamativos, eles realçam a beleza e dão um toque feminino muito especial. E para a escolha desse item tão importante, alguns fatores devem ser observados para valorizar o modelo, além da beleza de quem o usa.

De acordo com a ocasião

Os brincos podem ser parte essencial de um look. Por isso, é importante ter cuidado no seu uso de acordo com a ocasião. Você não deve ir ao trabalho com um maxi brinco de pedras, por exemplo. Já para uma festa, a escolha do brinco varia de acordo com a roupa: se você está com um vestido cheio de detalhes, use brincos mais curtos e discretos. Porém, se o seu look não chama tanta atenção como você gostaria, opte por brincos com pedras mais intensas ou com formato de gota, pois além do tamanho maior, eles possuem brilhos e cores que se destacam.

De acordo com o corte de cabelo

Mulheres que possuem cabelos de comprimento médio devem dar preferência aos brincos curtos, porém largos. Já aquelas que têm os fios mais volumosos devem evitar brincos grandes, optando pelos finos e alongados. Outras com cabelos longos e finos podem usar qualquer tipo de brinco, porém, é preciso ter atenção: se quiser dar destaque e valor ao acessório, o cabelo deve estar preso.

Tipos de brincos

* Brincos de Argolas: Querido por muitas mulheres, são elegantes e perfeitos para várias ocasiões. Pode ter tamanho variado, em textura lisa ou trabalhada.

A dica na hora de usar as argolas é: brincos maiores ou com algum tipo de incremento devem ser os principais acessórios da sua composição, enquanto as argolas menores permitem brincar e complementar o look com outros tipos de acessórios. Na Piuka você consegue encontrar várias opções de brincos de argolas para todos os gostos e estilos.

* Brincos de Gotas: Os brincos de gota existem em diferentes tamanhos, cores e formatos. Assim como as argolas, por serem um clássico que é sempre reinventado, esse tipo de brinco combina com diversos looks e situações, dependendo do tamanho utilizado.

* Brincos Pequenos: Os brincos pequenos podem sim ser aquelas peças que vão se destacar positivamente em seus looks ganhando toda atenção. Usado por mulheres que desejam ter um visual mais discreto e clássico. Apesar do tamanho, são notados e transformam qualquer visual.

* Brincos de Franjas: Ideal para quem quer dar destaque ao rosto e a maquiagem escolhida. Possui formatos variados, repletos de franjas que balançam naturalmente. Com tanta presença e elegância, os brincos de tipo cascata ou franjas são mais apropriados para momentos formais ou looks de bastante extravagância.

* Brincos de Pérolas: Tradicionais, são utilizados para trabalhar ou ir a um evento. Dão um ar de sofisticação e alta postura. Para quem faz o perfil romântico, no entanto, um belo par de brincos de pérolas tradicional é uma pedida de todas as horas.

* Maxi Brincos: Extravagância elevada ao quadrado! O maxi brinco é aquele “brincão”, que rouba a atenção por seu tamanho. São encontrados em diversos tipos, cores e formas. Do colorido ao geométrico, os maxi brincos serão sempre os protagonistas entre os acessórios da sua composição. Perfeitos para quem gosta de brincos grandes e chamativos, seja para o dia a dia ou para uma festa, como um casamento.

* Brincos de Pedras: As pedras são companheiras das mulheres e suas cores variadas as deixam ainda mais lindas.

Como armazenar os brincos

O ideal é manter nas suas caixinhas originais. Caso você não tenha ou tenha perdido, você pode criar o seu próprio porta joias. Também tem a opção de manter em saquinhos plásticos vedado. Só não vale deixar exposto por que se não seus brincos não irão durar muito!

Pitaco: Escolher o brinco ideal é importantíssimo para dar valor ao seu tipo de rosto e favorecer o seu look e sua beleza. É importante ressaltar ainda que é preciso ter cuidados com o tom de pele ao escolher a cor do brinco, pois eles podem acabar se camuflando se as tonalidades forem iguais.

Anúncios
Publicado em Dicas, Moda e Beleza | Marcado com , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Saiba como sair da crise com criatividade

A pandemia do novo coronavírus fez com que algumas pessoas procurassem novas formas de ganhar dinheiro. Com os comércios de rua fechados e um grande índice de demissão, o empreendedorismo se tornou a melhor opção para quem precisava de uma renda extra ou até mesmo para sobreviver em meio a crise.

Em épocas de incertezas, é preciso ter algumas estratégias em mente e tomar atitudes para passar por essa onda sem afundar.

Por isso, a dica é não se acomodar e também não se desesperar. O importante é saber tomar atitudes conscientes de consumo, escolher bons investimentos e aprender a fazer outras atividades para ganhar um dinheiro extra.

Escolha qual atividade você vai exercer para trabalhar em casa

Considere suas afinidades e também as oportunidades que você tem para trabalhar em casa e ganhar dinheiro. Se sua região tem muitas professoras de aula particular, a competição pode ser maior, assim como a dificuldade de fidelizar os alunos.

Se for esse o caso, considere usar seus conhecimentos e didáticas para criar um infoproduto e vender online. Você ainda vai conseguir trabalhar em casa, com o que gosta, mas em um mercado mais fácil de competir.

São muitas ideias para trabalhar em casa, você vai achar uma ideal para você e ainda vai personalizá-la!

Organize seu tempo de dedicação ao seu negócio

Estar em casa tem seus desafios, não é mesmo? Por isso, organize um espaço e horário de dedicação exclusivos para sua atividade. Isso vai ajudar na evolução do seu negócio, acredite.

Encare o trabalho em homeoffice como um negócio

Um negócio precisa de planejamento, responsável comercial, financeiro, de marketing, além é claro, do operacional. Então, pense no seu trabalho em casa como uma empresa.

Assim, saberá promover seus produtos e serviços, separará suas finanças pessoais e profissionais e terá uma rotina de prospecção de novos clientes. Ou seja, seu negócio poderá prosperar como uma empresa porque é administrada como tal.

Inove

Busque um nicho com boas perspectivas, repense seu produto para que ele seja único e ganhe muito mais dinheiro por ser inovadora!

Viu como trabalhar em casa não é tão simples assim? Mas, com organização e dedicação, pode tornar-se uma das relações profissionais mais satisfatórias que você já experimentou.

Qualificação

Quanto mais as coisas estiverem difíceis e o mercado estiver em crise, mais você precisará investir em cursos e se qualificar profissionalmente.

Seja para trabalhar em alguma empresa, abrir um negócio próprio ou simplesmente ganhar um dinheiro extra nos finais de semana. Pois assim como você que está procurando uma fonte de renda, existem milhões de outras pessoas que também estão e para se diferenciar você precisa fazer cursos.

Portanto, vale a pena cada centavo investido em um curso que vai lhe qualificar para fazer algo promissor. Até porque, se você pegar um curso sério e colocar em prática, provavelmente logo no primeiro ou no segundo mês já conseguirá recuperar seu investimento feito, então é uma questão de persistência e qualificação para atingir seus objetivos.

Hoje, é possível encontrar diversos cursos online em sites especializados em educação à distância, que você pode fazer de acordo com a sua disponibilidade.

Uma dica para você que ama trabalhos manuais e quer ganhar dinheiro trabalhando em casa, o Curso de Encadernação, do Pequenos Encantos – artesanato para negócios, é para você! Ele é um curso onde você contará com a melhor estrutura em vídeos, permitindo o aprendizado completo, que vai te ensinar a produzir lindas peças, tais como álbuns, planners, bloquinhos, agendas e muito mais!

Identifique o que você gosta de fazer, algo que você já tem uma certa facilidade e encontre as atividades relacionadas. Depois disso, aprimore e aprenda a apresentar um produto ou serviço para potenciais clientes.

Pitaco: Lembre-se que o seu cliente pode ser o seu amigo, um vizinho ou parente! Tenha em mente também que o seu conhecimento tem valor, basta você saber usá-lo a seu favor.

Anúncios
Publicado em Dicas | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , | 4 Comentários

Vai reunir a família no Dia das Mães? Veja como tentar reduzir o risco de contágio

Os brasileiros ainda veem números altos na pandemia de Covid-19 e, neste cenário, o ideal é seguir com o isolamento e distanciamento. Porém, em 9 de maio, muitos irão reencontrar sua família para comemorar o Dia das Mães.

Não é demais reafirmar que a vacinação completa – as duas doses necessárias para imunização – não garantem proteção contra a transmissão do vírus e mesmo para o adoecimento, sendo até agora comprovado que a vacina pode evitar quadros mais graves.

A medida ideal a se tomar nesta comemoração é evitar contato próximo com pessoas que não dividam a unidade domiciliar em que você reside. Mas, se o encontro será feito mesmo assim, com a anuência e conhecimento de todos os envolvidos, há como tentar reduzir os riscos, apesar de essas orientações não serem uma garantia de segurança.

Confira algumas informações compiladas de orientações da Fiocruz para as festividades do fim do ano passado, adaptadas de texto sobre segurança em comemorações publicado pelo norte-americano Centers for Disease Control and Prevention (CDC) à época e atualizado em 21 de abril:

1 – Não vá ou promova a comemoração em casa se você estiver com sintomas da Covid-19; com diagnóstico da doença e nos 14 dias desde os primeiros sintomas (mesmo sem teste); se está aguardando resultado de um teste ou se manteve contato com alguém com a doença nas últimas duas semanas;

2 – Não vá ou promova a comemoração em casa se você mora com alguém que faz parte do grupo de risco para casos graves (portadores de doenças crônicas, como diabete e hipertensão, asma, doença pulmonar obstrutiva crônica, doença renal crônica em estágio avançado, imunodepressão provocada pelo tratamento de doenças autoimunes, como lúpus ou câncer; pessoas acima de 60 anos de idade, fumantes, gestantes, mulheres em resguardo e crianças menores de 5 anos);

3 – Dê preferência a locais amplos, abertos ou bem ventilados e organize para que o limite do número de convidados permita distância de 2 metros entre si. Evite o uso de ar-condicionado;

4 – Não ponha música alta, para que não se tenha que gritar ou falar alto, o que lança mais partículas virais no ambiente, caso alguém esteja infectado sem sintomas ou sem saber;

5 – Use máscara sempre que não estiver comendo ou bebendo e tenha uma sacolinha para guardá-la no intervalo, mantendo-a limpa e seca entre os usos. Leve uma máscara limpa extra;

6 – Evite apertos de mão ou abraços e não compartilhe objetos, como talheres ou copos. Ofereça bebidas em garrafas ou latas individuais;

7 – Lave as mãos com frequência durante o evento com água e sabão ou use álcool; disponibilize álcool em gel nos ambientes;

8 – Não deixe que se formem filas para a comida; oriente a não se sentarem todos reunidos e de frente uns para outros na hora de comer. O ideal é organizar espaços separados para pessoas que moram juntas comerem;

9 – Tenha sabão e papel para secagem de mãos no banheiro, evitando tolhas de pano;

10 – Use lixeiras com pedais para que as pessoas descartem seus lixos sem precisar colocar as mãos na tampa.

semprefamilia

Anúncios
Publicado em Dicas | Marcado com , , , , , , , , , , , | 11 Comentários

Decoração com flores: aprenda dicas práticas e ideias incríveis

Flores naturais, das mais variadas cores e categorias, são sempre bem-vindas dentro de casa, pois dão mais charme aos ambientes e deixam qualquer espaço mais alegre.

Flores são maravilhosas alternativas na hora deixar a residência num clima aconchegante, além de transmitir alegria e paz. Na verdade, não importa qual seja a estação do ano, manter flores naturais em casa é sempre uma ótima opção para manter o ambiente em harmonia.

Algumas flores naturais, como rosas e lírios, liberam aromas que estimulam as substâncias químicas no nosso corpo relacionadas ao prazer – estes hormônios se chamam endorfinas. Por isso o corpo e mente acabam entrando em um processo de relaxamento. Com esta descoberta científica vale muito mais a pena decorar a casa com flores naturais e ter um resultado de um ambiente cheio de vida, alegre e tranquilo.

Elas trazem vida, perfume e um charme todo especial ao ambiente. Mas assim como tudo que está vivo, elas também exigem cuidados. Por isso, preparei algumas dicas para vocês cuidarem de suas plantinhas e elas durarem mais.

Luz natural

A luz é um item essencial a ser levado em conta. Verifique a quantidade de luz necessária para cada espécie, ela pode variar. Mas considerando que plantas em geral gostam de luz e a maioria das flores costumam brotar em direção a claridade, sempre coloque seus arranjos em locais bem iluminados pelo sol.

Mas fique atento para saber a quantidade necessária de luz para cada uma das espécies. Então, ao adquirir sua flor favorita, procure saber o quanto ela dependerá de sol ou quão longe da claridade ela poderá ficar.

Seja criativo com os vasos

Os recipientes que irão receber as suas flores são muito importantes, pois precisam comportar bem as hastes e combinar com seu estilo de decoração.

Os vasos de vidro são os preferidos, pela variedade de cores e formatos disponíveis. Trazem um visual mais sofisticado para os arranjos e ficam ótimos em qualquer ambiente. Para reduzir o risco de acidentes, deixe-os em locais onde não haja grande circulação.

Sempre há um recipiente que combinará perfeitamente com a decoração do seu ambiente e com seu tipo de plantinha preferido. O ideal é que a cor dos vasos contraste com a cor das flores ou até seja transparente.

Escolha o melhor ambiente

Não existe restrição de espaço, você pode colocar seus arranjos florais na sala, no quarto, no banheiro, na cozinha ou na varanda. Uma boa dica é abusar de cores vibrantes, como amarelo, vermelho, laranja, violeta, entre outras. O importante é nunca faltar flores ou plantas dentro do seu lar.

Preserve as flores em locais arejados e frescos, mas evite deixá-las em ambientes com ar condicionado, pois desidratam rapidamente. Não exponha diretamente ao sol e ao vento.

Evite colocar as flores em locais de muito movimento, como um corredor de passagem. Caso isso seja impossível, faça a opção de vasos menores. Procure colocar suas flores em mesas de canto, aparadores, prateleiras, mesas de centro. Já se a sua sala permite o uso de um espaço maior, aposte em grandes vasos, principalmente no hall de entrada.

Apesar da maioria das pessoas concentrarem as flores na decoração da sala, elas podem alegrar qualquer ambiente. Coloque flores em tons neutros no escritório, aposte em arranjos menores no quarto, no banheiro use flores com cores vivas e flores unitárias. Na cozinha aposte em arranjos maiores, mas evite a proximidade com o calor do fogão.

Flores devem combinar com a casa

É importante que as cores das flores esteja de acordo com o estilo da sua casa. Para começar a decoração, observe bem as tonalidades que predominam no ambiente que você pretende inserir o arranjo floral. O ideal é utilizar apenas dois ou três tipos de espécies, em tom sobre tom para não deixar o ambiente muito pesado. A cor deve estar em harmonia com o ambiente.

Faça a manutenção periódica

Com os arranjos de flores naturais, você vai precisar regar ou trocar a água diariamente, além de retirar folhas e pétalas mortas para manter a beleza do arranjo por mais tempo.

Algumas flores duram mais, porém a média de duração de um arranjo de flores é de uma semana. Portanto, troque as flores após notar que ela já está morrendo.

É necessário acompanhar diariamente e de forma individual a necessidade de cada flor. Além disso, outra dica importante é a adubação, já que os nutrientes estarão limitados, compre uma terra que tenha boa adubação.

Com essas dicas sua casa ficará ainda mais bela e aconchegante para você e sua família viverem momentos incríveis juntos. E o melhor de tudo, se você procura uma floricultura em Curitiba, a Giuliana Flores conta com uma incrível variedade de produtos para quem deseja presentear alguém especial ou decorar seu ambiente sem sair do conforto da sua casa, principalmente agora com o Dia das Mães batendo à porta. Ideias e inspirações não vão te faltar!

Pitaco: Até com flores devemos tomar cuidado para não pecar pelo exagero. Muitas flores combinadas com muitos objetos, podem deixar o ambiente mais carregado do que o necessário. Se o local tem muitos objetos ou livros, tenha arranjos pequenos ou vasos menores.

Anúncios
Publicado em Dicas | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 20 Comentários

Todos cuidados que você deve ter na manicure infantil

Conforme vão crescendo as crianças ficam mais vaidosas, querem cuidar das unhas e deixá-las mais bonitas

Unhas decoradas e maquiagem produzida já não são coisas apenas de gente grande. A vaidade está aparecendo mais cedo e há meninas cada vez mais novas fazendo as unhas e tirando as cutículas.

Mas crianças podem fazer a manicure? Essa é uma dúvida que muitos pais têm e nesse artigo vamos entender o que pode e o que não pode quando se trata de manicure infantil.

Quando começar a cortar as unhas?

Em bebês com quatro semanas as unhas começam a ficar mais fortes e você já pode cortá-las. Faça isso com atenção e cuidado, se possível com a ajuda de alguém até você se acostumar.

Corte as unhas uma vez por semana, pois elas crescem depressa e ele ainda tem pouco controle e pode acabar se arranhando. Em crianças maiores, você pode cortar quinzenalmente ou quando for necessário.

Quais materiais usar?

Para cortar as unhas dos bebês, é importante usar uma tesoura de pontas redondas para não machucá-los.  O item deve ser usado só para isso, pois assim nenhum fungo ou bactéria passará das mãos dos adultos para as crianças. 

Quando crescer ela pode precisar de uma lixa que também deve ser usada apenas nela. É essencial que todos os materiais de manicure sejam individuais e depois de utilizados devem ser limpos e guardados.

Quando a criança pode começar a utilizar esmaltes?

A partir dos 2 anos as crianças podem começar a utilizar esmaltes, antes disso a aplicação não é recomendada. Isso porque os pequenos põem muito as mãos na boca e podem acabar comendo o produto.

Existem esmaltes específicos para crianças, à base d’água. Mas se for utilizar esmaltes normais, escolha os hipoalérgicos, para não correr o risco de causar uma alergia.

Quais são os principais cuidados para a manicure infantil?

Há cuidados necessários para a manicure infantil. Seguindo eles você mantém a saúde das unhas da criança em dia:

•  Use produtos específicos para crianças, a duração pode ser menor  que a dos produtos para adultos, mas ajudam a garantir a saúde das unhas, pois são livres de materiais que podem fazer mal nessa idade.

•  Não tire as cutículas!  Elas protegem e evitam a entrada de agentes nocivos na raiz da unha. Removê-la só faz mal à saúde.

•  Conserve as mãos e unhas limpas e secas. Isso evita a proliferação de fungos e bactérias que podem prejudicar as unhas e trazer outras doenças, através do contato da mão com os olhos ou boca.

•  Mantenha as cutículas hidratadas com creme, isso evita pequenos ferimentos. Além de deixar a cutícula mais forte e impedir a criança de arrancá-la.

•  Evite usar acetona ou removedores de esmaltes. São produtos fortes que ressecam a pele e ajudam no surgimento de dermatites e alergias.

Tenha certeza de seguir todos esses cuidados ao fazer a manicure infantil. Use alicates, lixas e palitos novos ou esterilizados, junto de produtos que não comprometam a saúde da criança.

Quais decorações fazer na unha criança?

Com a variedade de cores e produtos disponíveis para pintar as unhas há várias possibilidades para dar aquele tcham nas mãos da criança. Pode optar por fazer as tradicionais francesinhas, listras, bolinhas e adesivos decorativos. Ah, e não esqueça do esmalte infantil, hein. 

Para fazer as francesinhas é preciso passar uma camada base de esmalte de uma cor e vir com outra cor para o detalhe. Pode fazer direto com o pincel ou usar uma fita para facilitar o processo.

Para listras e bolinhas você pode pegar um palito ou um boleador para fazer esses detalhes. E para um adesivo decorativo, basta colá-lo na unha e passar uma camada extra de brilho para finalizar. 

Agora você já sabe os cuidados que deve ter com a manicure infantil. Basta segui-los para garantir unhas bonitas e saudáveis nas crianças.

Por Maria Gabriela Ortiz

Anúncios
Publicado em Dicas, Moda e Beleza | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , | 22 Comentários