Faça a terapia da gratidão

mulher-agradecendo-62095

Olá pessoal!!

Na exigência que impomos a nós mesmos, nunca nada é suficientemente glorioso, visível ou importante. Desvalorizamos as pequenas conquistas, que são passos gigantes para afirmar o nosso valor único e a nossa capacidade de ver para além do momento presente, para além das crises que enfrentamos. Desvalorizamos pequenos momentos que nos devolvem a capacidade de acreditar na vida, de acreditar na nossa força infinita para fazer a mudança.

Ao desvalorizarmos o que já temos, por pouco que isso nos possa parecer, tudo se torna irrelevante. Começamos a achar que apenas somos felizes se tivermos mais ou se as coisas forem diferentes. Achamos que, para estarmos gratos, algo de extraordinário tem de acontecer. Um aumento de salário, um carro novo, uma cura milagrosa das nossas dores emocionais, uma saúde de ferro, férias paradisíacas.

Enquanto nos sentirmos incompletos, enquanto sentirmos que ainda não é suficiente, afastamos a gratidão e com ela a capacidade inata de valorizar algo tão simples como o fato de estarmos agora, aqui, a respirar. Nem sequer estamos a falar em presentes, objetos que se recebem e que acabamos por agradecer de forma quase intuitiva. É mais do que isso!

O que sabe a ciência

A gratidão é inata ao ser humano, embora apenas, em 2001 a psicologia positiva lhe tenha começado a dirigir maior atenção em termos de estudo. Concluiu-se, nomeadamente, a existência de uma relação positiva entre gratidão e bem-estar subjetivo, bem como entre a gratidão e a qualidade das nossas relações interpessoais.  A gratidão influencia de modo positivo a vida, as relações e o bem-estar dos sujeitos que a sentem e a praticam.

É neste sentido que vão, também, os estudos do psicólogo Martin Seligman que concluiu existir uma relação direta entre a prática da gratidão e a felicidade que sentimos. É uma emoção positiva que amplia o sentimento de bem-estar emocional. Experienciada e praticada, transforma a nossa vida para melhor. Torna-nos mais criativos, mais resilientes, mais saudáveis, mais felizes e socialmente mais integrados, concluíram estudos conduzidos por Barbara Fredrickson, professora de psicologia.

gratidão

Porque é difícil sentirmo-nos gratos?

Porque temos de aprender a ser gratos, mesmo quando as coisas não correm bem. Mesmo quando a vida não corresponde àquilo que esperávamos. Raramente nos ensinaram o poder da gratidão, a olhar para as pequenas vitórias do dia a dia e para as coisas boas que já temos.  Uma simples ducha quente no fim de um dia extenuante. Um abraço dos nossos filhos. A lista é longa.

O sorriso de alguém que se cruza connosco na rua. O nosso sofá, onde nos enroscamos numa tarde de chuva.  Os amigos que nos telefonam para saber como estamos. O nosso carro, que pega de manhã. Temos tanto para agradecer às pequenas coisas que já temos e que damos como adquiridas, que já não lhes prestamos atenção.

A gratidão não depende do estatuto social, do valor do nosso salário, do cargo que ocupamos, de termos ou não um curso superior. A gratidão não depende das marcas que usamos, dos sítios onde passamos férias ou do nosso carro. É um sentimento que temos (ou não temos), independentemente das nossas condições materiais, sociais ou educacionais.  A gratidão cura as nossas emoções e, através da cura emocional, curamos a nossa vida.

Quanto mais gratidão sentimos, mais a nossa vida melhora. Trata-se de uma mudança de percepção face ao que já temos.  Ao elevarmos o nosso nível de gratidão aumentamos as emoções positivas que sentimos e começamos a focar-nos nos pontos positivos em detrimento dos aspetos negativos. Desta forma, praticar a gratidão significa passarmos a ter ainda mais coisas pelas quais nos sentimos gratos.

O que nunca pensou agradecer mas devia:

– Relações falhadas – Cada relação que termina é uma oportunidade única para praticar o perdão e para conhecer novas pessoas que façam realmente  sentido na sua vida.

– O ter-se desapegado – De pessoas e profissões aniquilantes que já não contribuíam para a sua felicidade. Se agora tem pouco, vai ter mais. Se já tem muito, vai ter mais. A gratidão é uma emoção win-win.

– Ler este artigo – Ter tempo para isso. Mais, lendo, sem ser em braille. Talvez esteja em casa, no cabeleireiro, na sala de espera de um consultório. Agradeça. Está lendo sem dificuldades.

– Sentir o vazio de amor, de tempo, de amizade, de sentido de vida – Agradeça a oportunidade que o vazio lhe oferece. Se sentir que tem pouco, agradeça o pouco. Significa que tem um campo imenso à sua frente, para produzir mais, para amar mais, para voltar a apaixonar-se. Tem espaço vazio para tudo isso.

– Erros e medos – Reconheça-lhes valor pois existiram para o fortalecer. Precisou deles para ultrapassar obstáculos em determinada altura da sua vida.

obrigada

Como exercitar a gratidão passo a passo

1. Autodiagnóstico

Faça um barômetro do seu nível de gratidão. Numa escala de 1 a 20, qual considera ser o seu nível de gratidão atual? Pense, individualmente, quão grato se sente nos seguintes pontos:

  • Amor/relacionamentos
  • Família
  • Profissão
  • Saúde
  • Finanças

2. Autoanálise

Tente perceber porque se está a sentir pouco grato nas áreas a que atribuiu valores mais baixos.

3. Plano de ação

Identifique estratégias e ações que possam aumentar o seu nível de gratidão atual para cada um dos setores da sua vida.  Tente que o seu plano dependa essencialmente de si e daquilo que pode fazer e não dos outros ou das circunstâncias externas.

4. Partilhe a sua gratidão

Partilhe amor, esperança e alegria, mesmo em tempos difíceis. Quando partilha alegria em situações complicadas tudo à sua volta se transforma. A situação difícil passa a ser vista de forma mais positiva e o outro passa, também, a sentir-se grato.

5. Mude a sua linguagem

Anule expressões como «Tive a infelicidade de ficar desempregado», «Nada me corre bem», «Sou fraco», «Não consigo», «Quando as coisas correm bem, até duvido», «Tenho um salário muito baixo», «Ninguém me entende», «Está tudo tão caro» e/ou «O amor foge-me». Estas frases anulam, por completo, a sua capacidade inata para se sentir grato. E isso faz com que a sua vida fique parada no ressentimento, no queixume e na vitimização.

Pitaco: Seja grato pelas coisas que tem, em vez de ser amargo pelo que não tem.

Fonte de pesquisa:  sapolifestyle

Pitaquinha

 

 

 

 

Acompanhe o blog nas redes sociais!

Criar cartão de visita

Anúncios

Sobre Blog Pitacos e Achados

Olá! Sou a Pitaquinha. Profissional apaixonada pelo que faz. Sou romântica, sonhadora, sensível, sincera e persistente. Vivo intensamente meus momentos! Gosto de Viajar e acompanhar as tendências de Moda e Beleza. Quero continuar ensinando e aprendendo sempre.
Esse post foi publicado em Comportamento e marcado , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

39 respostas para Faça a terapia da gratidão

  1. Eu estou a fazer um exercício do género, com a caixa da felicidade e com os #30 gratos no Instagram.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Oliveirawa disse:

    Minha sincera gratidão..rsrsrsrrs Abraço!

    Curtido por 1 pessoa

  3. mezinha disse:

    Amei esse post, me fez pensar muito em mim e tanta gente que não agradece o que tem e acaba mesmo pensando mais negativo do que positivo… Beijão

    Curtido por 1 pessoa

  4. Para começar a minha terapia, muito obrigado pela postagem, Pitaquinha.

    Curtido por 1 pessoa

  5. Lele Zucco disse:

    Esse post deveria ser colado em cada canto do mundo. Abraços e obrigada ❤

    Curtido por 1 pessoa

  6. Maravilha, iniciar a semana lendo um post desse! ❤

    Curtido por 1 pessoa

  7. Brunis Alves disse:

    Muito bom, eu precisava ler isso…ameiii!

    Curtido por 1 pessoa

  8. amaletamagica disse:

    oiee.. isso é uma das coisas que estou tentando levar pra mnha vida, agradecer mais, reclamar menos.. e faz diferença viu!!
    otima semana pra você!!
    beijoo!

    Curtido por 1 pessoa

  9. Pingback: Faça a terapia da gratidão – Turbonauta – Rede de Informações

  10. Zezinha disse:

    Um ato simples mas difícil de ser feito. Amei o post, beijão

    Curtido por 1 pessoa

  11. Paco disse:

    Excelente post, repassando. Abraço

    Curtido por 1 pessoa

  12. Michelle disse:

    Concordo plenamente contigo! E foi justamente pensando nisso e naquilo que quero e preciso ensinar aos meus filhos que fizemos o “Pote da Gratidão” (https://amandoohoje.wordpress.com/2016/01/19/pote-da-gratidao/), Desta forma eles aprendem a valorizar e serem gratos a Deus até mesmo pelas pequenas coisas da vida, do dia a dia!

    Curtido por 1 pessoa

  13. fulvialuna1 disse:

    La gratitudine è una grande risorsa spesso dimenticata.
    Verso le piccole cose della vita porta gioia, verso l’amore porta altro amore, verso le persone porta stabilità….
    Purtroppo in questa società spesso la dimentichiamo, troppo presi nel pensare che tutto ci è dovuto.

    Curtido por 1 pessoa

  14. Lari Reis disse:

    Muito bom esse post!
    Gratidão é, já há algum tempo, a palavra da moda. Seria bom se a gente soubesse fazer disso o sentimento da moda. Imagino que, ao ver tantas pessoas postando fotos e frases com a tag #gratidão, outros se sintam instigados em trazer isso para a própria vida. E quando se tenta, se percebe que realmente não é fácil. Então, seu post veio mostrar isso e dar dicas, para que ninguém desista!
    Obrigada ^^

    Curtido por 1 pessoa

  15. Lismara disse:

    Perfeito o post, super verdadeiro!
    Se pararmos para pensar em quantas coisas boas acontecem conosco (por menores que sejam), veríamos que temos muito mais o que agradecer a invés de reclamar.
    Estou adorando seu blog! 🙂

    Curtido por 1 pessoa

  16. Maravilha de post! A gratidão é um dos caminhos pra felicidade!! Adorei a matéria. Beijos!

    Curtido por 1 pessoa

  17. Nani Moreira disse:

    Adorei demais….esclarecedor e principalmente serve de alerta para tantas pessoas. Gratidão é um estado de espírito que deveria ser constante e não com duração contada, classificada por setor da vida. Bjbj nani moreira

    Curtido por 1 pessoa

  18. lugaresquevisiteiblog disse:

    Maravilhoso, parabéns pelo belo trabalho 🙂

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s