9 erros comuns que atrapalham na hora de aprender inglês

Entenda o que impacta negativamente no seu aprendizado e otimize sua experiência no estudo do idioma

Ter o inglês afiado é essencial para quem deseja estudar ou trabalhar vivendo no exterior. Isso porque o mundo como o conhecemos encontra-se cada vez mais conectado e as empresas têm buscado por profissionais qualificados e que dominem um segundo idioma.

A língua, que é falada em diversos países, possui sotaques como: britânico, americano, irlandês, australiano, entre outros. Você sabia que existem 26 letras e 44 sons no idioma? E que estas 26 letras representam todos os 44 sons de 650 formas diferentes?

Aprender inglês é muito mais fácil do que parece. Exemplificamos alguns cenários em que cometemos erros para que você saiba como corrigi-los em sua jornada de aprendizado. Boa leitura!

  1. Não ter um plano de estudos com uma rotina preestabelecida

É preciso antes de tudo estabelecer o objetivo pelo qual deseja aprender inglês, além do tempo disponível que você tem para se aplicar e em quanto tempo gostaria de atingi-lo. Onde você quer chegar? 

A fim de garantir constância e fluidez, além de manter sua organização em dia durante o longo processo de desenvolvimento no aprendizado do idioma, criar uma rotina baseada em um plano de estudo e adequá-la ao seu cotidiano torna-se imprescindível, ajudando até mesmo na questão da desmotivação.

  1. Desconhecer seu perfil de estudante

Há inúmeros métodos de aprendizado através dos quais estudantes melhor se adaptam ao perceber uma maior facilidade de absorção de novos conhecimentos. 

Há quem tenha a memória muito boa, enquanto outros precisam fazer anotações e listas. São perfis diferentes e essa é a beleza da pluralidade. Entenda os métodos pelos quais prefere aprender inglês. Isso ajuda a não se frustrar durante a jornada e acabar desistindo.

  1. Baixa exposição ao idioma

Em não podendo viajar para destinos falantes da língua inglesa, você pode tentar o contato virtual com o idioma, consumindo conteúdos audiovisuais em inglês, como filmes e séries, vídeos, podcasts, entre outros formatos.

Experimente também alterar as configurações dos seus dispositivos e mídias sociais para que o inglês seja selecionado como idioma nativo. Além disso, seguir canais e perfis reconhecidos e com credibilidade no exterior para o consumo de notícias pode ajudar bastante em sua jornada para aprender inglês.

  1. Não compreender o que lê e escuta em inglês

No começo, muita gente pode ter dificuldade no entendimento daquilo que escuta ou lê em inglês e isso pode ser frustrante. Não deixe isso te desanimar; pratique e se exponha ao idioma.

Foque sem medo em se expor à língua inglesa, buscando entender primeiramente as mensagens principais e captar novas palavras e expressões para acrescentar ao seu vocabulário. Pesquise muito! 

  1. Não saber diferenciar palavras com a pronúncia ou grafia parecidas

Você sabe o que são palavras homófonas? Segundo artigo do Brasil Escola, maior portal de educação do país, são aquelas palavras que possuem a mesma fonética, embora signifiquem e sejam escritas de maneiras diferentes.

Não se confunda mais. Saiba que existem vogais curtas e vogais longas e que elas alteram o sentido das palavras a depender do caso. Pratique a leitura e escrita do idioma e verá os primeiros resultados aparecerem.

  1. Mentalizar a fala desejada e traduzi-la para o inglês do modo que é falado em português

Outro problema comum a quem aspira aprender inglês é transpor a sintaxe e expressões de uso exclusivo da língua portuguesa ao inglês. Muitas expressões, como conhecemos e as utilizamos, não existem em outros idiomas. Lembre-se disso! 

A fluência no idioma é atingida através da prática constante aliada ao entendimento de que os elementos da língua inglesa se relacionam ao universo e não necessariamente à língua portuguesa e como a falamos.

Construir frases em inglês de modo a expressar suas ideias como se você não fosse um ser falante nativo do português pode te ajudar a desenvolver seu nível de conversação.

  1. Não pense que só porque algumas palavras em inglês possuem grafia semelhante à de outras em português que elas têm o mesmo significado

Isso se deve aos falsos cognatos entre o português e o inglês. Trata-se de uma palavra de um determinado idioma que aparenta possuir a mesma origem de outra palavra em outro, aparentando ter o mesmo significado de outra, mas não o tendo.

Um bom exemplo no caso da língua inglesa é a palavra “costume”, que significa “fantasia”. Em português, “costume” leva o significado de hábito, prática frequente, regular. Atente-se aos significados e expanda o seu vocabulário através da leitura e do consumo de conteúdos não traduzidos ou dublados que isso vai te ajudar.

  1. Atropelar a fala durante a conversação

Ao aprender inglês pode ser comum nos frustrarmos tentando reproduzir alguns sons mais difíceis de se pronunciar e isso é normal. A musculatura do rosto ainda não está acostumada com os movimentos necessários para a pronúncia e o cérebro tampouco registra as coordenadas da tarefa que precisa executar.

Não se preocupe! A solução para isso é repetir constantemente palavras isoladas, além de frases e parágrafos. Entenda onde está errando e pratique até a pronúncia sair da maneira correta.

  1. Não saber pronunciar o “th” do jeito certo

O dígrafo não existe na língua portuguesa e nem por isso você não deve deixar de aprendê-lo. Se quer aprender inglês e pronunciar palavras da forma correta, como um nativo falante da língua, saiba que o “th” aparecerá com muito mais frequência em situações do dia a dia do que imagina.

Palavras como “thank” (agradecer) e “think” (pensar) representam bem porque é importante pronunciá-las corretamente. Para tal é preciso colocar a língua dois dentes superiores frontais, evitando serem pronunciadas com os sons das letras “f” ou “t”.

Gostou do conteúdo e ficou com vontade de aprimorar suas habilidades no idioma? Então, procure o curso de inglês que mais combina com você e prepare-se para um mundo de oportunidades que o ato de aprender inglês pode te oferecer!

Anúncios

Sobre Pitacos e Achados

Olá! Aqui você encontra dicas e pitacos para o seu dia a dia. Muitas novidades sobre moda, beleza, atualidades, comportamento, utilidades, entre outras. Aproveite!
Esse post foi publicado em Dicas e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

12 respostas para 9 erros comuns que atrapalham na hora de aprender inglês

  1. Juju Bela disse:

    Aprender inglês é muito mais fácil do que parece

    Curtir

  2. Agora aprimorarei minhas habilidades.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Pingback: 9 erros comuns que atrapalham na hora de aprender inglês – CURIOSIDADES NA INTERNET

  4. Anônimo disse:

    Muito boa a matéria.

    Curtido por 1 pessoa

  5. Anônimo disse:

    Já passei por alguns.

    Curtido por 1 pessoa

  6. arrojadamix disse:

    Excelentes dicas, aprender um novo idioma pode causar confusão
    Abraços,
    Alécia, do Blog ArroJada Mix

    Curtir

  7. srevistas disse:

    Gostei de saber de como erramos.

    Curtido por 1 pessoa

  8. Boas dicas para os estudantes.

    Curtido por 1 pessoa

  9. Delícia de receitas! 😉

    Curtido por 1 pessoa

  10. Pingback: – 9 erros comuns que atrapalham na hora de aprender inglês. | DISCUTINDO CONTEMPORANEIDADES

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.