Quais as vantagens da drenagem linfática no pós-operatório?

A drenagem linfática está entre os tratamentos estéticos mais procurados do momento e promete ser uma alternativa menos invasiva para milhares de pessoas.

Se você fez alguma cirurgia, como a abdominoplastia, os resultados positivos podem ser ainda melhores.

Pensando nisso, conheça agora as vantagens desse procedimento no pós-operatório e entenda porque você também deveria fazer.

Vamos lá?

5 benefícios da drenagem linfática no pós-operatório

Antes de mais nada, drenagem linfática é um procedimento manual ou mecânico de compressão com o objetivo de reduzir os líquidos que se acumulam entre os tecidos.

No quesito pós-operatório, é possível garantir ainda mais vantagens para o paciente através dos movimentos leves e suaves de um profissional, sendo elas:

– Atua como um desintoxicante:

Após uma cirurgia e antes mesmo de ver os resultados positivos de uma abdominoplastia, por exemplo, é comum que os médicos falem sobre a importância de eliminar as toxinas do corpo.

Isso porque, no pós-operatório, o organismo pode ficar um pouco mais lento, até que consiga se adaptar novamente à mudança que ocorreu no corpo.

Durante esse tempo, toxinas acabam ficando aglomeradas e resultam em excesso de líquidos entre os tecidos, inchaço e até mal-estar.

Porém, a drenagem linfática promove a redução e eliminação dessas toxinas, como um agente desintoxicante.

Como resultado, você sente o corpo mais leve, evita a retenção de líquidos e inchaço bem como reduz a sobrecarga nos órgãos.

– Relaxamentos muscular:

Engana-se aqueles que pensam que a drenagem linfática é um procedimento doloroso ou desconfortável.

Pelo contrário, é capaz de garantir o relaxamento dos músculos.

Principalmente no pós-operatório, você pode acabar ficando de repouso por longos períodos, resultando na tensão dos músculos.

Entretanto, um dos resultados positivos da drenagem linfática é a proporção desse relaxamento, causada pelos movimentos.

Vale ressaltar que esse benefício também promove bem-estar emocional e redução no estresse, o que contribui para a recuperação do paciente.

– Atua na circulação sanguínea:

A circulação de sangue é um assunto que está sempre em discussão, seja em pacientes crônicos, como os diabéticos, ou no pós-operatório, como após uma abdominoplastia.

Com isso, é preciso ter atenção a esse fator, que garante a nutrição das células do corpo bem como a saúde cardíaca.

Nessa vantagem, o poder da drenagem linfática está na eliminação de toxinas juntamente com a redução de inchaço, sempre que a massagem for realizada na área operada.

Assim, há uma melhora na sensibilidade e na circulação, evitando que se acumulem líquidos naquela região e acelerando a circulação de sangue.

Muitos pacientes de pós-operatório sofrem com a circulação, principalmente por terem que ficar deitados por muito tempo.

Nesse caso, é essencial também fazer a drenagem linfática nas pernas, evitando o acúmulo nas paredes das artérias e melhorando a circulação.

– Reduz dores e hematomas:

Se algum dia você já fez uma abdominoplastia, lipoaspiração ou qualquer outra cirurgia sabe que as chances de dores e hematomas são grandes.

Isso acontece porque a área sofre o impacto do procedimento, seja por cortes, imposição de força, abertura, expansão e assim por diante.

Entre os resultados positivos da drenagem linfática está justamente o alívio de dores e hematomas.

Frequentemente, os hematomas estão ligados ao sistema do organismo, que fica mais lento, retém líquidos e toxinas e faz com que o tecido tenha uma alteração na coloração.

Com o procedimento de drenagem e a eliminação de líquidos e toxinas, os tecidos ficam mais saudáveis, evitando e reduzindo hematomas.

Além do mais, a ação da drenagem no tecido atua como uma massagem profunda, reduzindo as dores causadas pela cirurgia que foi realizada.

Importante: em casos de abdominoplastia e lipo, a drenagem linfática é recomendada, principalmente, para evitar que acontece um acúmulo de células na área onde a operação foi realizada.

Isso porque, quando ocorre esse acúmulo de células, é comum que acontece o desenvolvimento de um tecido, chamado de fibrose. Que é uma tentativa do corpo de cicatrizar.

– Facilita a cicatrização:

Para finalizar, a drenagem linfática está diretamente ligada com a rapidez com a qual o seu corpo cicatriza, garantindo resultados positivos em tempo recorde.

Todo corpo que passa por um procedimento seguido de pós-operatório, precisa de algum tempo para voltar aos eixos, tempo esse que pode ser atrasado devido ao acúmulo de toxinas e inchaço.

Como a drenagem atua diretamente nesses dois fatores, muitos pacientes conseguem sair em metade do tempo do pós-cirúrgico, voltando a sua rotina mais rapidamente.

A cicatrização rápida também está associada com a melhora na circulação, o que garante que mais nutrientes cheguem até as células do corpo todo.

Cuidados no pós-operatório

No pós-operatório, muitos são os cuidados que o paciente deve ter, de acordo com o procedimento, como não levantar peso ou evitar o sol.

Quando a temática é drenagem linfática, o principal cuidado está na recomendação médica.

Ou seja, nunca recorra a esse procedimento sem a liberação do seu médico, o que geralmente acontece em torno de quatro dias depois da liberação hospitalar.

Figura 4 Photo by rawpixel.com from Pexels

Mesmo que sejam muitos os resultados positivos, apenas o médico responsável pelo seu caso sabe o melhor momento para dar início a drenagem.

Mais importante que isso, ao procurar um local para realizar a drenagem, certifique-se de ser um profissional qualificado, como um fisioterapeuta.

Isso vale para profissionais que tenham experiência em pacientes de pós-operatório, já que o seu corpo ainda está em recuperação e os cuidados com os tecidos precisam ser redobrados.

Durante esse período, as sessões de drenagem linfática podem ser mais curtas ou espaçadas entre si, dando descanso a área operada.

De qualquer forma, a frequência vai depender de uma conversa com o seu médico cirurgião, avaliando e dando a liberação para continuar ou não.

Lembre-se: diante de qualquer dúvida ou sintoma, suspenda o procedimento e procure um médico.

Conclusão

Depois de fazer a sua abdominoplastia ou qualquer outra cirurgia, a recomendação geral é fazer a drenagem linfática para rápida cicatrização e alívio de dores, hematomas e tensão muscular. Além de limpar o organismo e facilitar a circulação.

Pitaco: Para resultados mais positivos, converse com o seu médico sobre o melhor momento de começar a sua drenagem.

Sobre Pitacos e Achados

Olá! Aqui você encontra dicas e pitacos para o seu dia a dia. Muitas novidades sobre moda, beleza, atualidades, comportamento, utilidades, entre outras. Aproveite!
Esse post foi publicado em Saúde e marcado , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

14 respostas para Quais as vantagens da drenagem linfática no pós-operatório?

  1. apitaca disse:

    Eu já fiz e p resultado é ótimo.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Jay disse:

    Excelente dica, e posso confirmar! Fiz uma cirurgia há mais ou menos um ano, e o médico que me operou recomendou que fizesse todas as semanas. A recuperação foi bem mais rápida e confortável com isso, aliviou bastante as dores do pós-operatório! Abraço, e bom fim de semana!

    Curtido por 1 pessoa

  3. Fadabela disse:

    Gostei, me aprofundei mais no assunto.

    Curtido por 1 pessoa

  4. Sempre Alerta disse:

    Gostei de saber, útil também.

    Curtido por 1 pessoa

  5. Saltibum disse:

    Bem esclarecedor. Gostei

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.