Calvície e queda de cabelo: como saber qual é o meu problema

Olá pessoal!!

Cada vez mais incomodando pessoas do mundo todo , a calvície e a queda de cabelo podem ser desencadeadas por diferentes fatores e afetam, além do couro cabeludo, a autoestima de milhares de pessoas de ambos os sexos.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que metade da população de todo mundo sofrerá com algum distúrbio relacionado a calvície ou queda de cabelo excessivo até os 50 anos de idade.

O grande responsável por este fato é o hormônio testosterona que é mais presente no organismo masculino. Herança genética determina um padrão de sensibilidade dos cabelos á ação deste hormônio, que faz com que os fios sofram miniaturização progressiva até o surgimento da calvície.

Nas mulheres a testosterona também é presente, mas em quantidades menores, por isso a incidência de alopecia ocorre mais em pessoas do sexo masculino, com uma média de alcance de 50% de todos homens do mundo, segundo dados fornecidos pela Universidade de São Paulo.

Calvície , também conhecida como Alopecia, é a ausência total ou parcial de cabelos. Pode ser de origem hereditária, mas também pode ter outras inúmeras causas como: deficiências nutricionais, distúrbios fisiológicos, problemas emocionais, estresse, medicamentos, etc. Se a queda de cabelos for intensa, é necessário procurar um médico especialista para saber se é um caso de calvície, identificar a causa e propor um tratamento eficaz.

Quais os tipos de alopecia que existem

Não há somente um tipo de alopecia que causa a calvície, esta doença pode surgir decorrente de diversas causas: 

Alopecia androgenética: a mais comum de todas, afeta principalmente pessoas do sexo masculino e é causada por problemas na produção do hormônio da testosterona. No início do quadro é possível realizar tratamentos alternativos, mas em graus mais avançados somente o implante capilar poderá trazer os fios novamente ao couro cabeludo.

Alopecia Areata: é uma doença inflamatória que provoca a queda de cabelo. Diversos fatores estão envolvidos no seu desenvolvimento como a genética e a participação autoimune. Perda brusca de cabelos em uma área arredondada e delimitada é o quadro mais comum, mas há raros casos em que há a perda total dos cabelos. Tem evolução imprevisível e o crescimento dos cabelos pode acontecer espontaneamente.

Eflúvio telógeno: causa muito comum de alopecia difusa, geralmente de origem repentina. Pode ter origem fisiológica como pós-parto ou causado por estresse como infecções, deficiências proteicas, medicamentos,etc. Geralmente tem o quadro reversível com a melhora do fator desencadeante.

Alopecia Seborréica: basicamente trata-se da obstrução dos folículos pelo excesso de sebo no couro cabeludo causando coceiras, caspa e a queda do cabelo. Pode ser causada por produtos químicos como shampoos e cremes de cabelo, alguns problemas de origem hormonal, stress e ansiedade e também alimentação muito rica em gordura de origem animal.

Tratamentos para a queda de cabelo ou calvície 

Para a queda de cabelo, geralmente, os tratamentos são mais brandos e envolvem a reversão do quadro de hábito do paciente, uso de loções e medicamentos e, em alguns casos, a aplicação de enzimas no couro cabelo para fortalecer os folículos capilares e os fios pararem de cair.

Para os casos de Alopécia Androgenética com quadro de calvície moderada ou avançada já estabelecidas, os tratamentos já são mais complexos e muitas vezes não é possível fazer com que os folículos produzam novos fios de cabelo com capacidade de reverter o quadro de maneira satisfatória. Neste caso é recomendada a realização da cirurgia de implante capilar onde serão transplantados novos folículos das área doadoras para as áreas afetadas.

Dr. Júlio César Yoshimura, cirurgião plástico membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, da International Society of Aesthetic Plastic Surgery e da Associação Brasileira de Cirurgia da Restauração Capilar.
Anúncios

Sobre Pitacos e Achados

Olá! Sou a Pitaquinha. Profissional apaixonada pelo que faz. Sou romântica, sonhadora, sensível, sincera e persistente. Vivo intensamente meus momentos! Gosto de Viajar e acompanhar as tendências de Moda e Beleza. Quero continuar ensinando e aprendendo sempre.
Esse post foi publicado em Moda e Beleza, Saúde e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

19 respostas para Calvície e queda de cabelo: como saber qual é o meu problema

  1. Pingback: Calvície e queda de cabelo: como saber qual é o meu problema – A luz de bons preceitos humanos, refletirá um estado de equilíbrio harmônico com tudo que vemos e com o que não vemos .Apenas sentimos.

  2. Zezinha disse:

    Muito bom bem explicado. Beijos

    Curtido por 1 pessoa

  3. trilegalblog disse:

    Muito interessante, aprendi muito.

    Curtido por 1 pessoa

  4. vavarosblog disse:

    Sofro com calvície, muito bom o post.

    Curtido por 1 pessoa

  5. revistasmais disse:

    Não conhecia este tratamento, valeu

    Curtido por 1 pessoa

  6. Olá Pitaquinha, tudo bem? Indiquei você para um prêmio no meu blog. Confere lá!!!
    https://edificacaoparticular.wordpress.com/2017/07/22/minha-primeira-indicacao-the-mistery-blogger-award/

    Curtido por 1 pessoa

  7. Arwen disse:

    Ótimo post 👍🏻

    Curtido por 1 pessoa

  8. Pingback: Calvície e queda de cabelo: como saber qual é o meu problema — | Cortes de cabelo

  9. Paola Eduarda disse:

    Ótimo post, muito bem explicado…Parabéns

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s