Seja mais feliz na sua vida profissional

Olá pessoal!!

Todos invejamos aquelas pessoas que têm o que nos parecem ser empregos de sonho. Acordar de manhã sem a sensação de obrigação e de rotina muitas vezes associados à vida profissional e ser verdadeiramente apaixonado por aquilo que fazemos é algo que todos ambicionamos, apesar de muitas vezes nos parecer bem longe da realidade.


É que “no mundo real”, infelizmente, são raros os casos de pessoas que realmente adoram o seu trabalho. Alguns gostam, outros toleram-no, mas a maioria considera o emprego como a única (ou a menos má) alternativa entre as hipóteses possíveis de gerar rendimento.


E fará sentido procurar o “emprego de sonho”? Talvez para alguns, mas para outros o segredo para ser mais feliz passa por aprender a gostar do que faz. Ou, agarrando numa célebre frase, “se não consegue ter um trabalho que ame, ame o trabalho que tem (ou a forma como o faz)”.


Claro que não se pretende com isto encorajar ninguém a ficar por um emprego desmotivador. Se não é feliz no que faz, deve ter com prioridade encontrar um novo emprego. Mas, enquanto procura algo mais adequado, será muito mais fácil aguentar o seu trabalho atual se conseguir encará-lo com positivismo e alegria.

– Antes de assumir que é impossível gostar do seu trabalho atual, lembre-se que dificilmente terá a garantia de gostar do seu próximo emprego e, mais do que tudo, seria muito menos feliz se não tivesse qualquer emprego. A felicidade é, acima de tudo, uma escolha, e aqueles que adaptam uma postura optimista à partida serão os mais bem posicionados para ser mais bem sucedidos e, consequentemente, mais felizes.

– Se não consegue sentir qualquer gosto pelas tarefas que está a desempenhar neste momento, pense em outros aspectos que o podem fazer feliz no seu trabalho. Concentre-se em todos os pontos positivos do sítio onde trabalha.

– As pessoas com quem se relaciona no seu dia-a-dia profissional podem fazer toda a diferença no quanto gosta do seu emprego. Desde os colegas a clientes, passando pelas chefias, aproveitar este contexto para criar boas relações interpessoais e dar espaço a laços de amizade, é sem dúvida uma boa forma de gostar mais do seu trabalho.

– Foque-se em si próprio. Um chefe injusto e conflituoso, um salário baixo, um mau ambiente de trabalho e um tipo de atividade que foge em absoluto à sua forma de ser são o retrato perfeito de um emprego “de pesadelo”. No entanto, e perante um cenário tão negro, se ainda está nestas funções é porque de alguma forma, esta é a melhor oportunidade para si, neste momento.

– Alimente a sua relação. Tal como num casamento, também no trabalho o tempo e a rotina quebram o entusiasmo e a paixão inicial. Lembre-se do quanto se sentia motivado e empenhado no inicio das suas atuais funções, das expectativas que tinha quando foi a entrevista e da felicidade que sentiu quando foi selecionado. Tal como com as pessoas, não há empregos perfeitos, e na maior parte das vezes parte de nós buscar aquilo que fez despertar tantas emoções positivas no passado.

– Surpreenda. Leve uns chocolates, uns biscoitos ou mesmo um bolo para a o trabalho. Sem motivo aparente, marque um almoço de equipa ou reúna toda a gente para um lanche no final do dia. A verdade é que o espírito de celebração é facilmente contaminável e num ambiente de trabalho mais relaxado, todos se sentirão mais felizes.

– Dê sempre o seu melhor. Todos temos momentos em que não conseguimos gostar do que estamos a fazer, mas, mesmo perante o pior trabalho do mundo, a felicidade é possível quando associada a um mérito próprio no desempenho. Ou seja, se não gosta de todo do que faz aprenda a gostar da forma como o faz bem e de como consegue contribuir para o sucesso da empresa. Mesmo quando as tarefas que tem ao seu encargo não são as mais motivadoras, nada é mais eficaz do que a sensação de orgulho em ser um bom profissional e dar o seu melhor na empresa.

– E lembre-se que a vida não é só trabalho! Compense a falta de paixão pelo seu emprego atual dedicando-se a atividades extra-profissionais que o preencham e satisfaçam. Passe tempo com a família, com os amigos, cozinhe, faça desporto, dedique mais tempo aos seus hobbies, etc.

Bom trabalho e seja feliz!! Pitaquinha

 

 

 

Anúncios

Sobre Pitacos e Achados

Olá! Sou a Pitaquinha. Profissional apaixonada pelo que faz. Sou romântica, sonhadora, sensível, sincera e persistente. Vivo intensamente meus momentos! Gosto de Viajar e acompanhar as tendências de Moda e Beleza. Quero continuar ensinando e aprendendo sempre.
Esse post foi publicado em Comportamento, Dicas e marcado , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

18 respostas para Seja mais feliz na sua vida profissional

  1. Tiago Masutti disse:

    Concordo com tudo, acredito muito na proatividade dentro do ambiente de trabalho, no pensamento de longo prazo, na positividade e, sobretudo, na busca pela realização pessoal em atividades extra-profissionais. No meu caso, escrevo literatura e tenho um blog, que é o que me motiva a sair da cama todos os dias às 4h. Excelente post, tudo de bom!

    Curtido por 1 pessoa

  2. fulvialuna1 disse:

    Non lavoro più, per scelta.
    Ma il mio lavoro l’ho amato tanto ed ho avuto sempre grandi soddisfazioni. L’ho svolto con entusiasmo, responsabilità, competenza; devo dire però che sono stata anche fortunata, ho incontrato datori di lavoro eccezionali e chi mi ha veramene insegnato ciò che svolgevo.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Mesmo não trabalhando no emprego dos meus sonhos, não desconto nos clientes meus problemas pessoais e acabo ouvindo:”nossa como você é boa no atendimento ao público”. Uma área que não gosto.

    Curtido por 1 pessoa

  4. Poxa obrigada pelo seu texto, pitaquinha! Vai ajudar não somente a mim, mas muita gente!

    Também estou em um área que não aprecio mais, gosto de design, principalmente a vertente mais social, não mais a ramificação gráfica. Em contrapartida, estou me esforçando por enquanto para continuar nela e fazer sempre o melhor, porque não consigo ver outra alternativa financeira ainda para conseguir alcançar meu “sonho” que precisa desse recurso. O bom é que como tenho hobbies semelhantes a área vez ou outra ajuda a relaxar. rsrrs

    É aquilo, hoje me vejo muito melhor como pessoa e profissionalmente graças a essa faculdade, mesmo sabendo que não curto mais, me serviu de muito aprendizado.

    Às vezes precisamos percorrer alguns caminhos “incorretos” para termos certeza do que realmente querermos e, mesmo assim, ainda ficaremos com dúvidas no final. hahaha

    Curtido por 1 pessoa

    • Olá Chris! A vida é mesmo um aprendizado. Também já passei por alguns caminhos incorretos, como você bem colocou para encontramos aquilo que realmente temos afinidades. No final, tudo dá certo! Sucesso querida!! Bjs e obrigada 😉

      Curtir

  5. danielaalkmim disse:

    Amei o texto. Vai muito além de pitaco!
    Parabéns 👏

    Curtido por 1 pessoa

  6. Infelizmente a situação de muitos empregados os obriga a dedicar-se forçosamente aos seus afazeres, mesmo sem gostarem do que fazem. A maioria das empresas não os reconhecem e não os incentivam a serem mais motivados para um melhor desempenho trabalhista. Melhor seria buscar em si mesmo, algum dom o qual poderá ser para si, a grande ideia para se libertar e ser seu próprio patrão.

    Curtido por 1 pessoa

  7. Pingback: Seja mais feliz na sua vida profissional — – Sejam Bem Vindos Ao Meu Blog

  8. Estante LZ disse:

    Muito bom! Esse texto me remeteu a o livro do Mario Cortella ”Por que fazemos o que fazemos?” Indico a leitura pessoal! Temos que trabalhar por algum motivo maior que o dinheiro, temos que nos sentir realmente parte do trabalho, caso contrário vira alienação.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s